Bandar Live Casino
Sexta, 12 Agosto 2022 16:08

Trabalhos da Unifesp ganham prêmio e menção honrosa da Capes

Iniciativa da fundação reconhece os melhores trabalhos de conclusão de doutorado defendidos no Brasil em 2021

Por Denis Dana

premio capes2022 PORTAL

Com dois trabalhos – um na área de Oftalmologia e outro na área de Nutrição - a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) foi duplamente contemplada na 17ª edição do cobiçado Prêmio Capes de Tese, organizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, fundação vinculada ao Ministério da Educação (MEC). O concurso premia os melhores trabalhos de conclusão de doutorado defendidos no Brasil em 2021, após avaliação de itens como originalidade, caráter inovador e relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural e social do país, além da qualidade e quantidade de publicações decorrentes da pesquisa, bem como a metodologia utilizada, a qualidade da redação e a estrutura e organização do texto. A lista, divulgada no Diário Oficial da União, premia 49 trabalhos de um total de mais de 1.200 inscritos.

Na área da nutrição, a tese condecorada foi A interação entre os manipuladores de alimentos e a cultura de segurança dos alimentos: estratégias de avaliação e ações de formação para a evolução proativa, defendida por Laís Mariano Zanin, sob a orientação da professora Elke Stedefeldt, junto ao Programa de Pós-graduação em Nutrição da Unifesp. O trabalho inova a pesquisa e a prática em segurança dos alimentos na área da Alimentação Coletiva.

A segunda tese contemplada entre as vencedoras do Prêmio Capes, esta na área médica / oftalmológica, é o trabalho Fatores externos relacionados a destreza manual analisada por um simulador oftalmológico microcirúrgico: princípios para aprimorar a habilidade em cirurgia vitreorretiniana, defendida por Marina Roizenblatt, sob a orientação de Maurício Maia, professor, coordenador da Pós-Graduação do Departamento de Oftalmologia e Ciências Visuais e chefe do setor de Retina e Vítreo da Unifesp.

“Trata-se de um estudo de grande importância para a medicina cirúrgica mundial, uma vez que se baseia em conhecer os fatores externos que podem piorar ou melhorar a destreza cirúrgica, tendo repercussão direta em milhões de pacientes ao redor do mundo”, explica Maia.

Para Lia Bittencourt, pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da Unifesp, a premiação “é mais um reconhecimento do esforço conjunto de toda a comunidade acadêmica, com técnicos, alunos, orientadores e coordenadores de Programas e de Câmaras de Pós-Graduação para a melhoria e expansão da qualidade da pós-graduação da universidade”, destaca.

Além das duas teses premiadas, a Unifesp também figura na lista de 96 pesquisadores que receberam menções honrosas da Capes, com duas citações: na enfermagem, com a pesquisadora Larissa Perez Pardo, sob orientação da professora Mavilde da Luz, e na área interdisciplinar em ciências da saúde, com o pesquisador Leonardo Mendes de Souza Mesquita, orientado pela professora Veridiana Vera de Rosso.

“A premiação e as menções honrosas são um exemplo claro dos frutos colhidos por toda a dedicação existente na nossa universidade”, celebra Lia.

O evento de premiação acontece em dezembro, quando os autores dos trabalhos selecionados receberão bolsa de até um ano para estágio pós-doutoral em instituição nacional, certificado e medalha. O orientador ganhará um prêmio no valor de até R$ 3 mil, além de certificado que também será oferecido aos coorientadores e ao programa de pós-graduação no qual o trabalho foi defendido.

Lido 1050 vezes Última modificação em Quinta, 08 Setembro 2022 10:07

Mídia