Quinta, 05 Março 2020 09:59

Longevidade e funcionalidade são temas de simpósio internacional

Evento do Capes-PrInt/Unifesp integrou a Semana da Longevidade

SimpósioInternacionalLongevidade 3

Longevidade e funcionalidade foram os temas abordados durante simpósio internacional, promovido, no dia 4 de março, pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGSC), do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) - Campus São Paulo. A abertura do encontro, que integra a Semana da Longevidade, contou com as boas-vindas da pró-reitora da Pós-Graduação e Pesquisa da Unifesp, Lia Bittencourt.

A Unifesp definiu a longevidade como um dos eixos norteadores do desenvolvimento institucional e uma das temáticas prioritárias para a internacionalização da pesquisa da universidade, via Capes-PrInt, programa que incentiva a formação de redes internacionais para aprimorar a qualidade da produção acadêmica brasileira. “Dessa forma, o simpósio teve como objetivo de identificar e discutir estratégias entre os pesquisadores para a elaboração de projetos voltados à promoção do envelhecimento saudável com funcionalidade”, explicou o professor e coordenador do evento, Luiz Roberto Ramos.

SimpósioInternacionalLongevidade 1 SimpósioInternacionalLongevidade 2
Luiz Roberto Ramos, da EPM/Unifesp, e Eduardo Simões, da Universidade do Missouri (EUA)

Em sua apresentação, Ramos expôs alguns dados sobre o envelhecimento da população no Brasil: em 2025, por exemplo, o país terá a sexta maior população idosa do mundo. Como consequências dessa expectativa de vida prolongada, acabam surgindo as doenças cardiovasculares, as doenças crônicas e o aumento do uso de medicamentos e da dependência de cuidadores e familiares. Essas questões, segundo ele, devem ser encaradas pelo sistema de saúde por meio de ações de prevenção e de promoção da saúde, visando minimizar o declínio funcional inerente à longevidade. O professor também falou sobre o Projeto Epidoso, uma coorte populacional de idosos residentes na Vila Clementino, que é acompanhada clínica e epidemiologicamente, desde 1991, por uma equipe interdisciplinar, no Centro de Estudos do Envelhecimento da EPM/Unifesp.

SimpósioInternacionalLongevidade 4 SimpósioInternacionalLongevidade 5
Armineh Zohrabian e Mihail Popescu, ambos da Universidade do Missouri (EUA)

O evento teve a participação de três professores convidados da Universidade do Missouri (EUA), parceira cadastrada no Capes-PrInt/Unifesp: Eduardo Simões, especialista em avaliações de intervenções para a promoção da saúde populacional que discutiu aspectos metodológicos e conceituais com base em seus estudos; Armineh Zohrabian, pesquisadora na área da economia do comportamento que estuda a arquitetura da decisão e sua aplicação na promoção da saúde; e Mihail Popescu, especialista em ferramentas de monitoramento a distância para fins de saúde, com o objetivo de estabelecer coortes virtuais.

A programação do simpósio contou ainda com dois convidados nacionais: a docente da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Eleonora D ́Orsi, que tem projeto Capes-PrInt voltado para o tema mobilidade urbana e envelhecimento saudável, e o docente da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) André Junqueira Xavier, que trabalha com função cognitiva e envelhecimento. Pela Unifesp, participaram do encontro professores de diversas áreas – Valquíria Bueno (Imunologia), Cecília Martinelli (Fonoaudiologia) e Maysa Cendoroglo (Geriatria) –, bem como a pós-graduanda Ana Claudia Bonilha (Saúde Coletiva).

Fotos: Alex Reipert

 

Lido 2040 vezes Última modificação em Segunda, 29 Junho 2020 14:26

Mídia