Categoria: NOTÍCIAS Acessos: 412

 Título honorífico reconhece personalidades eminentes nacionais ou internacionaisdoutor honoris causa Davi portal

 

>"Davi Kopenawa receberá título de doutor honoris causa da Unifesp - Versão em Protuguês"

Título honorífico reconhece personalidades eminentes nacionais ou internacionais

doutor honoris causa Davi portal

O Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Consu/Unifesp) aprovou hoje (11/5), por aclamação, a concessão do título de doutor honoris causa ao pensador e xamã Yanomami Davi Kopenawa. A Unifesp é a primeira universidade a outorgar este título a Davi Kopenawa, além de ser o primeiro concedido pela instituição (leia mais abaixo). O título é concedido a personalidades eminentes, nacionais ou internacionais, que tenham se destacado nas ciências, nas artes, na cultura, na educação, e na defesa dos direitos humanos.Davi Kopenawa é um líder político e xamã do povo Yanomami, presidente da Hutukara Associação Yanomami, ativista na defesa dos povos indígenas e da floresta amazônica, autor, roteirista, produtor cultural, palestrante, ganhador de grande número de prêmios nacionais e internacionais e membro da Academia Brasileira de Ciências. É uma das lideranças intelectuais, políticas e espirituais mais importantes no panorama contemporâneo de defesa dos povos originários, do meio ambiente, da diversidade cultural e dos direitos humanos.É autor da obra A Queda do Céu: palavras de um xamã yanomami, em coautoria com o antropólogo Bruce Albert. A obra, publicada originalmente em francês em 2011 e traduzida ao inglês, português e italiano, foi amplamente celebrada pela comunidade antropológica internacional. Foi descrita como monumental por Leslie Sponsel, como tesouro literário por Daniel Everett, como um magnum opus filosófico por José Antonio Kelly Luciani e como um acontecimento científico incontestável por Eduardo Viveiros de Castro. O livro deve ganhar versões em alemão, espanhol e coreano.Kopenawa participou ainda do filme A Última Floresta, de Luis Bolognesi, como roteirista e ator. O filme foi premiado dez vezes desde o seu lançamento, em março de 2021. No início de maio, o filme ganhou o prêmio Platino 2022 de melhor documentário, considerado o “Oscar Latino”.

A outorga do título coroa um processo de busca por diálogos e descolonização de saberes em andamento na Unifesp. É parte deste esforço a criação da Cátedra Kaapora de Conhecimentos Tradicionais e Não Hegemônicos, em 2016, e, posteriormente, em 2020, da Cátedra Sustentabilidade e Visões de Futuro, com foco na área socioambiental. Ambas as cátedras foram proponentes do pedido de concessão do título, juntamente com o Projeto Xingu, que atua no campo da extensão universitária junto aos povos indígenas desde a década de 1960. A proposta de concessão do título foi entregue à Reitoria em 19 de abril de 2021, juntamente com 472 assinaturas de apoio de docentes, técnicos(as) e estudantes da universidade.De acordo com Renzo Taddei, docente integrante do grupo que iniciou o processo da concessão do título, “Davi Kopenawa é uma das vozes mais lúcidas e importantes a respeito dos problemas contemporâneos, no nosso contexto brasileiro e no que tange aos desafios planetários, como a emergência climática. É de fundamental importância que as suas ideias sejam disseminadas e discutidas. Espero que o título ajude, ainda, na mobilização da sociedade contra os ataques brutais que o povo Yanomami tem sofrido em seu próprio território”.A data para a cerimônia de entrega do título a Kopenawa será agendada após consulta ao agraciado.Primeiro título doutor honoris causa concedido pela UnifespEsse é o primeiro título doutor honoris causa concedido pela Unifesp, estabelecido pela resolução n.º 214 do Conselho Universitário (Consu), que determinou as diretrizes, critérios e procedimentos acadêmico-administrativos para a concessão de títulos honoríficos no âmbito da universidade.O grupo de trabalho, instituído em maio de 2021, elaborou a proposta de composição da Comissão de Concessão de Títulos Honoríficos da Unifesp (Conti), assim como o detalhamento das diretrizes e critérios para a concessão.A Conti é um órgão assessor da Unifesp vinculado ao Consu e será constituída por até cinco membros do conselho, sendo pelo menos um(a) servidor(a) TAE e um(a) estudante, eleitos(as) pelos(as) seus(suas) pares/conselheiros(as) para um mandato de dois anos. Cabe à comissão receber, analisar, instruir e coordenar o fluxo das propostas de outorga de títulos honoríficos a serem submetidas à deliberação pelo conselho.

>Davi Kopenawa to receive honorary doctorate from the Federal University of São Paulo - English version"

A Title awarded by the university recognizes eminent national or international personalities

doutor honoris causa Davi portal

The University Council of the Federal University of São Paulo (Consu/Unifesp) approved today, May 11, 2022, by acclamation, the granting of the title of doctor honoris causa to the Yanomami thinker and shaman Davi Kopenawa. Unifesp is the first university to grant this title to Davi Kopenawa, and it is the first title of this nature granted by the institution (read more below). The title is awarded to eminent national or international personalities who have distinguished themselves in the sciences, arts, culture, education, and defense of human rights.
Davi Kopenawa is a political leader and shaman of the Yanomami people, president of the Hutukara Associação Yanomami, activist in defense of indigenous peoples and the Amazon rainforest, author, screenwriter, cultural producer, speaker, winner of a large number of national and international awards and member of the Brazilian Academy of Sciences. He is one of the most important intellectual, political, and spiritual leaders in the contemporary efforts in defense of indigenous peoples, the environment, cultural diversity, and human rights.
He is the author of The Falling Sky: Words from a Yanomami Shaman, co-authored with anthropologist Bruce Albert. The work, originally published in French in 2011 and translated into English, Portuguese, and Italian, was widely celebrated by the international anthropological community. It has been described as monumental by Leslie Sponsel, a literary treasure by Daniel Everett, a philosophical magnum opus by José Antonio Kelly Luciani, and an indisputable scientific event by Eduardo Viveiros de Castro. The book should get versions in German, Spanish and Korean.
Kopenawa also participated in the film The Last Forest, by Luis Bolognesi, as a screenwriter and actor. The film has been awarded ten times since its release in March 2021. In early May, the film won the 2022 Platino award for best documentary. The award is considered the “Latin Oscar”.
The granting of the title crowns a process of promoting horizontal dialogues and decolonization of knowledge in progress at Unifesp. Part of this effort is the creation of the Kaapora Chair of Traditional and Non-Hegemonic Knowledge in 2016, and later, in 2020, of the Chair of Sustainability and Visions of the Future, with a focus on socioenvironmental themes. Both Chairs were proponents of the request for granting the title, together with the Xingu Project, which has been working in university extension with indigenous peoples since the 1960s. The proposal for conferring the title was delivered to the university council on April 19, 2021, along with 472 support signatures from university faculty, technicians, and students.
According to Renzo Taddei, a professor who is part of the group that started the process of granting the title, “Davi Kopenawa is one of the most lucid and important voices regarding contemporary problems, in our Brazilian context and with regard to planetary challenges, such as the climate emergency. It is of fundamental importance that his ideas are disseminated and discussed. I hope the title also helps mobilize the state, the civil society, and the international community against the brutal attacks that the Yanomami people have been suffering in their territory.”
The date for the award ceremony will be scheduled after consultation with Kopenawa.
First honorary doctorate awarded by Unifesp
This is the first honorary doctorate awarded by Unifesp. The title was established by Resolution No. 214 of the University Council, which determined the academic-administrative guidelines, criteria and procedures for the granting of honorary degrees within the university.
The working group, created in May 2021, prepared the proposal for the composition of the Commission for the Concession of Honorary Titles of Unifesp (Conti), as well as the detailing of the guidelines and criteria for the award.
Conti is an advisory body of Unifesp linked to the University Council and made up of up to five members of the council, with at least one staff employee and one student, elected by their peers for a two-year term. The committee is responsible for receiving, analyzing, instructing and coordinating the flow of proposals for granting honorary degrees to be submitted for deliberation by the council.