Empresas-filhas da Unicamp geram mais de 28 mil empregos

Número de oportunidades de trabalho cresceu 31% em relação a 2016.  Ecossistema de inovação atrai olhares estrangeiros e, só neste ano, três empresas-filhas foram compradas

As multinacionais brasileiras Movile e CI&T têm algumas características em comum: perfil inovador, excelentes lugares para se trabalhar, presença em outros países, três dígitos de faturamento. Além disso, ambas são empresas-filhas da Unicamp. Mas esses são apenas dois exemplos das centenas de histórias de sucesso originárias da Universidade, que a cada ano se reforça como um celeiro de empreendedorismo e inovação. Chega esse ano a 584 o número de empresas-filhas da Unicamp cadastradas, estando 485 ativas no mercado, que, juntas, faturam mais de R$ 3 bilhões – o valor é uma vez e meia o orçamento anual da Unicamp – e geram 28.889 empregos.

É o que mostra um levantamento da Agência de Inovação Inova Unicamp, divulgado hoje na 12ª edição do Encontro Unicamp Ventures, durante o InovaCampinas 2017. A pesquisa aponta que este ano houve um crescimento de 14% no cadastro de empresas-filhas, em relação à 2016; e um crescimento de 31% no número de postos de trabalho, cenário positivo mesmo com a situação econômica desfavorável do país.

“O aumento na geração de empregos é um dos reflexos mais importantes da consistência deste ecossistema de inovação; mesmo com um país em crise e, ainda, sem contabilizar os números gerados pelas empresas que foram adquiridas. Esta é, com certeza, a maneira como a Universidade pode retribuir o que a sociedade faz por ela”, explica o Professor Newton Frateschi, diretor-executivo da Inova Unicamp.

Para Fábio Pagani, presidente do Grupo Unicamp Ventures, a palavra ecossistema é, sem dúvida, o que melhor descreve o ambiente em Campinas. “O sucesso das empresas-filhas estimula os alunos e professores a pensar em novos negócios. A quantidade, bem como a qualidade, das novas empresas-filhas cria massa crítica, contribui para atrair a atenção de investidores e despertar, nos jovens, a vontade de ingressar na Universidade. Este movimento consolida o município como centro mundial de inovação e empreendedorismo, e fortalece o ciclo. É, portanto, um ecossistema sustentável e em franco crescimento, no qual a grande fonte de alimento, não tenho dúvida, é a Unicamp”, enfatiza Pagani.

Uma curiosidade: a primeira empresa-filha da Unicamp foi cadastrada em 1971. E 62% das demais empresas-filhas foram registradas na década de 2000.

Ecossistema atrai investimento internacional

Negócios inovadores chamam atenção! Não à toa fervilha por aqui um grande número de investidores-anjo e grupos internacionais de “olho no peixe local”, e somente neste ano, três empresas-filhas foram compradas: Positron, Kanui e MC1. “Isso é um excelente sinal. Podemos considerar que nosso ecossistema é um berçário de empresas e ponto de atração de investimentos que contribuem para acelerar, ainda mais, a economia”, ressalta Frateschi.

Porte, áreas de atuação e localização

Do total de empresas-filhas ativas, 32% têm foco em tecnologia da informação, 28% são da área de consultoria e 19% de engenharia; o restante está pulverizado entre os mercados de educação, saúde e bem-estar, alimentos e bebidas, marketing, tecnologias verdes, energia, telecomunicações, biotecnologia, agricultura e saúde animal, química, entre outros.

Aproximadamente, 72% destas companhias são PMEs. Das 485 ativas, 91% estão localizadas no estado de São Paulo, sendo que 54% delas foram construídas na cidade de Campinas, e 6% continuam na região metropolitana.

Eduardo da Neger, da Neger, é eleito Empreendedor do Ano

Eduardo Neger, diretor de engenharia e cofundador da empresa Neger, foi eleito nesta quarta-feira (25), “Empreendedor do Ano” entre as empresas-filhas da Unicamp, em anúncio feito no Encontro Unicamp Ventures 2017, realizado durante o InovaCampinas, maior evento de empreendedorismo e inovação do interior.

Neger é uma das três empresas-filhas da Unicamp também premiadas no evento. Um comitê formado por conselheiros do grupo Unicamp Ventures e po

r membros da Agência de Inovação Inova Campinas, elegeu a MoveEdu como referência na categoria Scale-Up: empresa de maior crescimento; a NEGER® Telecom, como case de Inovação; e o Veduca, na categoria Impacto Social. O perfil ágil e criativo para a resolução de problemas Eduardo Neger obteve destaque e, com isso, o executivo foi eleito o “Empreendedor do Ano”.

“Esse prêmio nos estimula a continuar empreendendo, pesquisando e evoluindo a cada dia”, afirmou Neger em seu discurso.

O reitor da Unicamp, professor Marcelo Knobel, parabenizou os participantes da chamada de cases e destacou que o empreendedorismo é também uma forma de ampliar o impacto da sociedade. “Gostaria de aproveitar a oportunidade para parabenizar e pedir que as pessoas que estão do outro lado da sociedade, empreendendo e contribuindo para o setor produtivo, que nos ajudem a mostrar a importância da universidade pública nesse ecossistema”, afirmou.

Para o diretor-executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp, professor Newton Frateschi, a premiação é uma forma importante de valorizar os talentos empreendedores da universidade. “Esta é uma forma de fomentar o ecossistema empreendedor e incentivar a criação de novos negócios de base tecnológicas, contribuindo assim com a sociedade e devolvendo a ela, em riqueza, sua contribuição com o ensino público”, disse.

MoveEdu destaca-se como empresa-filha de maior crescimento

A MoveEdu tornou-se, este ano, a maior rede de franquias de cursos profissionalizantes do Brasil. Fundada há 13 anos pelo empresário Rogerio Gabriel, o Grupo Prepara “GP Franschising Ltda” efetuou a aquisição de grandes marcas do setor em 2017 e criou a MoveEdu. Com isso, o grupo passou a posicionar-se como grupo de “Inovação e Educação”. A empresa tem a tecnologia em seu DNA, com metodologia própria de ensino híbrido, que une a isso o acompanhamento de educadores em atividades face a face, e tem por objetivo principal promover o desenvolvimento dos alunos de todas as idades.  “Fiquei muito feliz e honrado com esse reconhecimento. Primeiro pelo respeito que temos pela Unicamp e pelo ecossistema de inovação que a universidade conseguiu criar; em segundo lugar, em função da crença que temos em educação e no que ela pode fazer para transformar vidas; e, por fim, porque sou um ex-aluno orgulhoso desta instituição”, afirma Rogério Gabriel.

Veduca: projeto que impacta milhões de pessoas e quer mudar o mundo

Na categoria Impacto Social, o destaque foi para o Veduca, um negócio social que em apenas cinco anos de história já impactou 2 milhões de pessoas, por meio de experiências de aprendizagem desenhadas para formar agentes transformadores de organizações, governos e novos negócios. Marcelo Mejlachowicz é um dos quatro fundadores da empresa, e o único que permanece no negócio. Para ele, esta premiação é um grande avanço na disseminação do conceito de social business. Temos orgulho de fazer parte dessa comunidade empreendedora que incentiva o desenvolvimento e a criação de novos modelos de negócio que tragam impactos positivos para a nossa sociedade. O case Veduca é, para nós, um reconhecimento de que estamos caminhando na direção correta”.

NEGER® Telecom: empresa-filha mais inovadora em 2017

Um dos grandes problemas enfrentados pelos produtores rurais é o roubo e furto de máquinas e implementos agrícolas. Para isso, a NEGER® Telecom desenvolveu o METROSAT, um sistema que monitora todo o território nacional, inclusive áreas onde não há cobertura celular. Dessa forma, conseguiu resolver um problema deste que é um mercado expressivo. A tecnologia responde com eficiência ao desafio de rastrear e gerenciar remotamente veículos e ativos em áreas rurais e locais isolados. Além disso, é versátil e permite uma ampla faixa de aplicações: marítima e fluvial, petróleo, gás, energia e mineração.

Para Eduardo Neger, diretor de engenharia e cofundador da empresa, “este prêmio traz a certeza de que a companhia segue pelo caminho certo. E traz a intranquilidade de saber que temos que nos reinventar o tempo todo para continuar trazendo para o mercado soluções inovadoras. Hoje, 80% do nosso faturamento é oriundo de tecnologias desenvolvidas nos últimos cinco anos”.

Sobre o Unicamp Ventures
O Unicamp Ventures é uma rede de relacionamento e colaboração entre empreendedores ligados à Unicamp (alunos, ex-alunos, professores, ex-professores, funcionários, incubados e graduados da Incamp – Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp). A missão do Unicamp Ventures é fomentar o empreendedorismo baseado no conhecimento científico ou tecnológico adquirido ou gerado através da universidade. São patrocinadores do Encontro Unicamp Ventures 2016 a BRSA Branding and Sales, a Movile, a CI&T, a Agência Sabiá, Baita Aceleradora e a FM2S. E conta com o apoio do Founder Institute, Associação Campinas Startups e Venture Hub.

FONTE: POR JULIANA EWERS SARTORELLI/ PUBLICADO EM NOTÍCIAS, NOTÍCIAS INOVA

Créditos das fotografias: Thomaz Marostegan

 

 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse