Informes EAP

1) Informe sobre Anexo II ao Termo de Outorga - FAPESP

Considerando os frequentes questionamentos dos pesquisadores quanto ao Anexo II do termo de outorga da Fapesp que trata do apoio institucional ao projeto comunicamos que:

Os documentos para assinatura dos Termos de Outorga de Auxílios FAPESP incluem o Anexo II, que trata do apoio institucional ao projeto.

Nos itens 1.b e 1.c. os pesquisadores podem mencionar o Escritório de Apoio ao Pesquisador (EAP).

Segue abaixo sugestão de preenchimento dos itens relacionados ao EAP:

1.b) A Instituição Sede oferece serviços de administração de projetos, incluindo contabilidade, prestação de contas, compras e auxílio na preparação de relatórios científicos, entre outros?

O Escritório de Apoio ao Pesquisador (EAP) oferece orientação sobre os serviços de administração de projetos.

1.c) A Instituição Sede oferece serviços de gestão de projeto de pesquisa (montagem de solicitações de financiamento, agendamento de reuniões, acompanhamento, supervisão de equipamentos, contatos com visitantes, representação em eventos, etc.)?

O Escritório de Apoio ao Pesquisador (EAP) oferece consultoria sobre montagem de solicitações de financiamento.


2) Informe sobre recolhimento de assinatura do dirigiente da intituição - FAPESP

O Escritório de Apoio ao Pesquisador (EAP) informa: os formulários FAPESP para submissão de projetos (Manifestação do Dirigente da Instituição) e aceitação do termo de outorga (Declaração de Ciência do Dirigente da Instituição) devem ser assinados pelos diretores do campus onde será desenvolvido o projeto.


3) Informe sobre afastamento de bolsistas da instituição - FAPESP

Gostaríamos de lembrar algumas normas já existentes sobre o afastamento de bolsistas da instituição em que o projeto é desenvolvido. Atentamos para as diretrizes publicadas em cada modalidade de bolsa, em Obrigações do candidato para IC, MS, DD e DR e em Compromissos do bolsista, caso a bolsa venha a ser concedida para PD, na letra g):

g) Não se afastar da instituição em que desenvolve seu projeto de pesquisa, exceto para realização de pesquisa de campo ou estágio de pesquisa por tempo limitado e com endosso do Orientador/Supervisor.

i. Em outras situações não previstas, deve-se solicitar a autorização da FAPESP, mediante justificativa endossada pelo Orientador/Supervisor.

ii. Em todos os casos, o afastamento só poderá ter início após a autorização da FAPESP.

A FAPESP considera necessária a solicitação de afastamento da instituição para qualquer participação em evento no Brasil ou no exterior (reunião, curso, disciplina como aluno especial, estágio, pesquisa de campo), exceto para participação em reunião quando o período da viagem coincidir com os dias do evento. Lembramos que a participação em reunião pressupõe a apresentação de trabalho resultante do projeto da bolsa.

A solicitação deve ser encaminhada no próprio processo no SAGe, por meio de Solicitação de Mudança do tipo “Outra”, elaborada pelo Beneficiário e submetida pelo Responsável, ou vice-versa. Para processos que tramitam em papel, a solicitação deve ser feita através de carta assinada pelo Orientador/Supervisor.


4) Novas diretrizes para Auxílios Regulares -FAPESP

O Escritório de Apoio ao Pesquisador (EAP) informa: a FAPESP, em sua modalidade de fomento Auxilio à Pesquisa – Regular, passou a privilegiar projetos de pesquisa com limite orçamentário no valor de R$ 200 mil. O pesquisador deverá considerar nesse montante tanto os itens orçamentários solicitados, quanto os Benefícios Complementares, a Reserva Técnica e eventuais Bolsas de Treinamento Técnico.

Dessa forma um pesquisador que deseje submeter um pedido de Auxílio à Pesquisa – Regular sem solicitação de bolsas e duração de 24 meses, deverá ter em mente que o orçamento total incluirá: R$ 16 mil de Benefícios Complementares e R$ 24 mil de Reserva Técnica, restando R$ 160 mil para os outros itens – Material Permanente, Material de Consumo, etc.

O novo edital pode ser consultado em: http://fapesp.br/137

 

5) Edital EAP de estímulo a projetos temáticos FAPESP

Segundo a Fapesp, o Auxílio à Pesquisa Temático é uma linha de financiamento relativamente pouco pleiteada pelos pesquisadores da Unifesp. Esta modalidade permite a realização de projetos mais amplos, com duração de 4 a 5 anos, envolvendo vários pesquisadores associados. Além dos resultados diretos do auxílio, o Temático favorece a formação de redes entre pesquisadores, importante mecanismo estimulador da produção científica.

A equipe do EAP já está à disposição para consultoria em todos os aspectos da formulação e apresentação de propostas temáticas Fapesp. Além disso, lançaremos em breve uma chamada específica, a fim de estimular mais diretamente nossa comunidade acadêmica para este fim.

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse