Equipe Assessoria de Imprensa

Ex-Libris SP

Denis Dana 
Jayme Brener
Matheus Campos
Pedro De Biasi

Telefone: (11) 3266-6088, ramais 201 / 208 / 225
E-mail: imprensa@unifesp.br


Quinta, 24 Junho 2021 15:42

Pesquisa multicêntrica estuda políticas públicas voltadas às famílias diante da pandemia

Estudo envolve sete países que realizam análises e comparações com objetivo de alcançar melhorias nas políticas públicas

Por Juliana Cristina

Pesquisa Familia
(Imagem ilustrativa)

Pesquisadores(as) do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão de Famílias e Políticas Públicas (NEF/Unifesp), vinculados ao Programa de Pós-graduação no Ensino das Ciências em Saúde e Programa de Pós-graduação em Serviço Social e Políticas Sociais, em parceria com outras instituições do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Espanha e Inglaterra, estão realizando estudo focado em políticas públicas para famílias em situação de vulnerabilidade, sobretudo, no contexto da pandemia de covid-19. A proposta de análise multicêntrica, associada às realidades de outros países e em conjunto com pesquisadores(as) que realizam projetos relacionados aos estudos produzidos pelo NEF/Unifesp, se impulsiona pelo favorecimento de comparações e análises que auxiliam no desenvolvimento do conhecimento e na estruturação de propostas de melhorias para as políticas públicas.

A coordenadora do NEF/Unifesp e docente do Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde (CEDESS/Unifesp), Ana Rojas Acosta, comenta: “a pesquisa em andamento trata principalmente da consolidação de uma equipe de pesquisadores internacionais, especialmente da América Latina, que vêm trabalhando há mais de dez anos e, com o intercâmbio da tecnologia social, vêm incrementando pesquisadores da Europa, sob a liderança e coordenação da Unifesp, e formando discípulos nas áreas das ciências sociais e da saúde”.

Com foco na proteção social e assistência social, saúde e política econômica, o estudo pretende auxiliar pesquisas sobre desenvolvimento de políticas inclusivas e distributivas, a partir da avaliação do estabelecimento dessas e do sistema de proteção social voltado às famílias em situação de vulnerabilidade nos países analisados diante do cenário pandêmico.

Para alcançar seus objetivos, os(as) pesquisadores(as) pretendem examinar produções práticas e teóricas, caracterizar os sistemas de proteção social dos países envolvidos, analisar suas agendas públicas durante a pandemia, sistematizar dados sobre investimentos públicos voltados para proteção social das famílias, destacar diferenças e similaridades entre os países envolvidos no estudo, além de investigar legislações e documentos técnicos e políticos sobre repostas do Estado para a sociedade. De acordo com o estudo, o foco é descrever, analisar e refletir sobre impactos e comparações de políticas públicas implementadas, dando voz também aos sujeitos da pesquisa, isto é, gestores(as), trabalhadores(as) e usuários(as) das políticas públicas em estudo.

Os(as) estudiosos(as) têm em vista que, os resultados de suas análises sobre os procedimentos de elaboração e implementação das políticas sociais, de assistência social e saúde, possam vir a colaborar para o aperfeiçoamento do atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade diante da pandemia e de seus efeitos na sociedade.

Além da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), colaboram com o estudo a Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal da Paraiba (UFPB), Universidade Federal do Piaui (UFPI), além da Universidad Nacional de Lanus (UNLa - Argentina), Universidad San Andrés (Bolívia), Universidade Nacional da Colômbia (Colômbia), Universidade Autônoma do Chile (Chile), Universidad de Salamanca (Espanha) e Liverpool Hope University (Inglaterra).

Lido 844 vezes Última modificação em Quarta, 21 Julho 2021 13:05

Mídia