Terça, 20 Setembro 2022 15:05

BP e Unifesp firmam parceria para desenvolvimento de pesquisa científica em Neurologia

A parceria estimulará a realização de pesquisas entre as instituições e também a promoção de cursos de aprimoramento para alunos(as) de pós-graduação na área neurológica

Em iniciativa inédita, a BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, um dos principais hubs de saúde de excelência do país, acaba de firmar parceria com o setor de Neurocirurgia Vascular e Anatomia Microneurocirúrgica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), uma das maiores universidades do país. Trata-se de uma Parceria Público-Privada (PPP) que tem o propósito de estimular a realização de pesquisas científicas entre as instituições e, no campo da educação, oferecer cursos voltados a estudantes de especialização em Neurocirurgia Vascular.

De acordo com Renato Vieira, diretor executivo de Desenvolvimento Médico, Técnico em Educação e Pesquisa da BP, a parceria entre as duas instituições representa um passo importante para o desenvolvimento científico do país. “A colaboração entre ambas as instituições trará benefícios para a formação de novos pesquisadores e gerará conhecimento para a atualização de processos e protocolos que darão maior segurança aos pacientes, além do desenvolvimento e aprimoramento de tratamentos e novas tecnologias”, explica o diretor.

Já a disciplina de Neurocirurgia da Unifesp, que é liderada pelo professor Feres Chaddad Neto, neurocirurgião da BP, detém um programa de especialização internacional que recebe neurocirurgiões de todas as partes do mundo para aprimoramento de conhecimento teórico-prático em doenças como as malformações alteriovenosas, aneurismas e cavernomas cerebrais, além de ampliar a capacitação cirúrgica dessas doenças.

“Esse movimento é de extrema relevância, pois ajuda a disseminar o nome da neurocirurgia vascular da Unifesp e da BP para o Brasil e para o mundo, além de demonstrar que o país tem instituições capacitadas para desenvolver ensino, ciência e, principalmente, tratamento neurocirúrgico de ponta para os pacientes”, afirma o professor e chefe do Setor de Neurocirurgia Vascular e Anatomia Microneurocirúrgica da Unifesp.

 

Lido 1092 vezes Última modificação em Segunda, 17 Outubro 2022 10:49

Mídia