Quinta, 03 Fevereiro 2022 09:57

Camu/Unifesp completa primeiro ano de existência

Órgão é o responsável por coordenar e direcionar o trabalho da Câmara de Mediação da Unifesp através dos eixos preventivo, estratégico e resolutivo

Por José Luiz Guerra

A Câmara de Mediação da Universidade Federal de São Paulo (Camu/Unifesp) completa o seu primeiro ano de existência no dia 3 de fevereiro de 2022. A data marca o início da implantação do órgão na Unifesp.

Ao longo do seu primeiro ano de funcionamento, a Camu/Unifesp realizou encontros abertos com a comunidade acadêmica em cada um dos campi, na Reitoria e no hospital universitário, promoveu treinamentos para formação de mediadores(as), cursos de formação de chefias em liderança e mediação no contexto universitário e de comunicação interpessoal no ambiente de trabalho. Também foram realizadas reuniões estratégicas com diversas pró-reitorias, departamentos, câmaras técnicas e conselhos. Além disso, foi firmada parceria com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e com a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila).

Para o primeiro semestre de 2022, o órgão tem como metas a efetivação do recebimento de casos via Plataforma FalaBR, a conclusão do formulário de triagem (em fase de validação) e divulgação aos mediadores da Unifesp, ajustes e conclusão do manual da Assessoria Técnica Camu, efetiva o acordo de cooperação com a UERJ, fortalecer a parceria com a Unila, realizar eventos institucionais on-line, participar de outros espaços dentro da universidade como as congregações, conforme a demanda, propor novas formações, inclusive em parceria com o Departamento de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (DDGP), e participar de eventos externos à Unifesp apresentando a Camu.

A coordenadora da Camu/Unifesp, Ísis Boll de Araujo Bastos, faz um balanço a respeito das atividades realizadas ao longo do primeiro ano. "Foi um ano de muito trabalho e de muita construção conjunta entre a equipe da Camu e a comunidade acadêmica da Unifesp. Estou muito feliz com o crescimento da Camu e com a possibilidade de consolidação de uma cultura em que o diálogo assertivo e a gestão adequada de conflitos sejam uma realidade na nossa universidade e que reverbere para outras instituições".

Para conhecer o trabalho da Camu/Unifesp, acesse a página do órgão.

Lido 765 vezes Última modificação em Sexta, 11 Fevereiro 2022 09:13

Mídia