Sexta, 14 Fevereiro 2020 16:14

Encontro entre cientistas e crianças celebra Dia das Mulheres e Meninas na Ciência

Reitora da Unifesp, Soraya Smaili, assinou portaria que institui a data no calendário da universidade

Por José Luiz Guerra

Estudantes do NEI-Paulistinha durante o evento em comemoração ao Dia das Mulheres e Meninas na Ciência na Unifesp (Imagem: Alex Reipert)
Estudantes do NEI-Paulistinha durante o evento em comemoração ao Dia das Mulheres e Meninas na Ciência na Unifesp

“Um carro que vai para o futuro”. “Fazer as árvores da Amazônia nascerem novamente”. “A cura para a cegueira”. Essas e outras ideias foram propostas pelos(as) estudantes do Núcleo de Educação Infantil - Escola Paulistinha de Educação (NEI-Paulistinha) durante encontro com um grupo de mulheres cientistas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), ocorrido no último dia 13 de fevereiro. O evento, realizado na sede da escola infantil, marcou a implantação do Dia das Mulheres e Meninas na Ciência no Âmbito da Unifesp.

A data refere-se ao Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, que é celebrado também em 11 de fevereiro. Instituída em dezembro de 2015 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a data tem como objetivo promover o acesso integral e igualitário da participação de mulheres e meninas na ciência. Na Unifesp, a portaria estimulará os campi, institutos e escolas a desenvolverem ações de extensão e atividades científicas anualmente na semana do dia 11 de fevereiro.

Estiveram presentes no evento a reitora da Unifesp. Soraya Smaili, a chefe de Gabinete da Reitoria, Andrea Rabinovici, a superintendente de Administração da Reitoria, Ieda Maugeri, a vice-diretora do Campus São Paulo, Beatriz Castilho, e a diretora do NEI-Paulistinha, Luciana Alves.

A docente do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) Daniela Santoro Rosa, falando sobre ciências para as crianças (Imagem: Alex Reipert)
A docente do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) Daniela Santoro Rosa falando sobre ciências para as crianças

Durante o evento, a docente do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) Daniela Santoro Rosa, a mestranda Rafaela Britto (Biologia Química) e as doutorandas Ingrid Morais (Farmacologia) e Luana Adami (Urologia) conduziram uma atividade interativa com as crianças. Primeiro, entraram na sala, se sentaram e conversaram com elas sobre o que um cientista faz.

Em certo momento da atividade, Daniela perguntou se elas gostariam de conhecer alguns cientistas, o que causou grande euforia entre os(as) estudantes. Então, as quatro saíram da sala, retornaram e se apresentaram novamente, agora como cientistas. “Achei que um cientista era parecido com o Albert Einsten”, disse uma das alunas. Após a surpresa, as cientistas falaram sobre a história de vida de cada uma delas, até chegar às suas áreas de atuação, buscando desmistificar a ciência para os(as) alunos(as) da NEI-Paulistinha. Ao serem questionadas sobre o que é preciso para ser um(a) cientista, as crianças foram categóricas: “Estudar muito e não desistir”.

Ao final da dinâmica, a reitora assinou a portaria de instituição do Dia das Mulheres e Meninas na Ciência no Âmbito da Unifesp e ressaltou a importância de celebrar a data. “As meninas podem ser o que elas quiserem e ocupar esses lugares na sociedade”.

A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, assinando a portaria de instituição do Dia das Mulheres e Meninas na Ciência no Âmbito da Unifesp
A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, assinando a portaria de instituição do Dia das Mulheres e Meninas na Ciência no Âmbito da Unifesp


Fotos: Alex Reipert


Lido 1348 vezes Última modificação em Quinta, 27 Fevereiro 2020 11:37

Mídia