×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 569
Quarta, 31 Julho 2019 12:39

Conferência discute a gestão dos repositórios digitais

Biredial-Istec promove iniciativas relacionadas à gestão de dados em repositórios institucionais

Por Paula Garcia

Aconteceu de 30 de julho a 2 de agosto, em São Paulo, a IX Conferência Internacional sobre Bibliotecas e Repositórios Digitais da América Latina (Biredial-Istec). O evento tem como objetivo discutir, analisar e promover iniciativas institucionais, nacionais e regionais relacionadas ao acesso aberto ao conhecimento e à preservação de documentos e dados em repositórios institucionais. A organização é uma parceria entre a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a Universidade Federal do ABC (UFABC), o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), sendo sediada na Universidade Nove de Julho (Uninove).

participantes no credenciamento
O evento também propõe a troca de conhecimento dentro da comunidade universitária

Da mesa de abertura, realizada na manhã da terça-feira (30/7), participaram a reitora da Unifesp, Soraya Smaili, o reitor da UFABC, Dácio Matheus, o vice-reitor do ITA, Carlos Henrique Ribeiro, o pró-reitor de Planejamento da Unifesp, Pedro Arantes, a pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da Unifesp, Lia Bittencourt, a diretora de pesquisa do Ipen, Isolda Costa, a representante da Istec, Caterina Pavão, e o diretor de pesquisa da Uninove, João Carlos Ferrari.

Pedro Arantes iniciou sua fala destacando as bibliotecas como sendo espaços fundamentais para a manutenção da história. “Um repositório insubstituível do conhecimento da humanidade, com mais livros e menos armas formam uma sociedade mais esclarecida e menos violenta”, afirmou. Já Lia Bittencourt ressaltou a importância do evento e que os repositórios institucionais são os alicerces para a produção e elevação do nível da pós-graduação, da pesquisa e da extensão. O reitor da UFABC apontou alguns dos desafios ao acesso à informação e à conservação dos arquivos, mesmo que digitais, como a validação dos dados para pesquisas. “Estamos comprometidos com a educação dessas e de outras gerações para que todos tenham democraticamente acesso ao conhecimento”, ressaltou.

biredial2019 2
Representantes das instituições de ensino superior participantes do evento

A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, primeiro, parabenizou o trabalho dos servidores da Unifesp e demais membros da organização, envolvidos no evento, e enalteceu a projeção internacional do mesmo, em meio à crise orçamentária do país. Smaili frisou que 95% dos trabalhos de pesquisa que acontecem no Brasil advêm das universidades públicas. “Não é só o conhecimento publicado, mas também muitas vezes o conhecimento imaterial, o conhecimento intangível”. A reitora finalizou sua fala enfatizando a importância de sistemas métricos de avaliação compatíveis com o ensino dentro do país. “O ensino superior brasileiro tem características muito próprias e que muitas vezes não são comparadas com outras universidades no exterior. Nós precisamos propor e apresentar formas de nos avaliar”, concluiu.

Este ano, a conferência tem como temas o acesso aberto, a ciência aberta, os repositórios e a preservação digital. Durante a semana do evento, ocorreram debates, workshops e palestras com pesquisadores do Brasil, Espanha, Canadá, Argentina, Chile e Estados Unidos.

biredial2019 3
Conferência com Ricard de la Vega sobre projetos cooperativos e ciência aberta na Catalunha (ES)

Serviço:
IX Conferência Internacional sobre Bibliotecas e Repositórios Digitais da América Latina
Data: de 30 de julho a 2 de agosto
Local: Uninove - Campus Vergueiro
End.: Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade - São Paulo/SP
Mais informações
Fotos: Alex Reipert

Lido 942 vezes Última modificação em Sexta, 09 Agosto 2019 11:10

Mídia