Quinta, 27 Outubro 2016 14:09

Helena Nader recebe Prêmio Anísio Teixeira

Docente da Unifesp e presidente da SBPC reivindicou investimentos em educação e CT&I

Por Viviane Monteiro - Jornal da Ciência

HelenaNaderPremio

Foto: Ricardo Fonseca/MCTIC

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) realizou na quarta-feira (26/10), em sua sede em Brasília, a cerimônia em homenagem aos 12 pesquisadores que venceram o Prêmio Anísio Teixeira 2016, uma das mais importantes condecorações na área da educação no País. Na cerimônia, os ministros da Educação, Mendonça Filho, e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, defenderam a educação como a solução para o País sair da crise econômica.

Os homenageados também defenderam os investimentos em educação e na ciência, tecnologia e inovação para que o País consiga aproveitar o potencial interno – como o da biodiversidade amazônica – e não siga na contramão dos países desenvolvidos, que colocam essa área na pauta prioritária do desenvolvimento.

Na cerimônia, a Capes comemorou os 65 anos de atuação junto com a entrega do prêmio – concedido a cada cinco anos a pesquisadores brasileiros que tenham contribuições relevantes para o desenvolvimento da educação básica ou para a melhoria da qualidade da formação de professores. O evento contou ainda com as presenças de educadores, reitores, conselheiros de educação, dirigentes de instituições da área de ciência, tecnologia e inovação, parlamentares e funcionários dos dois ministérios.

Premiados

Este ano, o Prêmio Anísio Teixeira da Educação Superior foi concedido a Helena Nader, professora titular da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); a Adalberto Luis Val, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), e a Jorge Guimarães, professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e presidente da Embrapii. Também foram agraciados Malaquias Batista Filho, professor emérito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Márcia Cristina Bernardes Barbosa, professora titular da UFRGS, e Roberto Cláudio Frota Bezerra, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Efeitos da PEC 241

Helena Nader mostrou-se emocionada com a sua premiação, que carrega o nome do maior educador deste País. Segundo ela, Anísio Teixeira foi um sonhador que fez coisas que vivem até hoje – uma delas, a Capes.

Apesar da emoção, a presidente da SBPC também ressaltou sua preocupação com o avanço da tramitação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 241/2016 – aprovada na véspera da premiação em segundo turno na Câmara dos Deputados. A proposta, que ainda depende do crivo do Senado Federal, congela as despesas do governo por duas décadas, com impactos em áreas sociais como saúde, educação e CT&I. Conforme alertou Nader, o fomento à ciência e à tecnologia tende a cair com a conclusão da aprovação da PEC.

“Junto com a alegria de receber o prêmio, estou muito triste com a aprovação da PEC 241, na noite de ontem (terça-feira), com uma vantagem esmagadora. Infelizmente, não conseguimos sensibilizar os nossos interlocutores políticos de que educação, ciência, tecnologia e inovação não são gastos; são investimentos”, disse, apoiando o ajuste fiscal nas contas públicas. “Mas restringir por vinte anos os gastos – como eles chamam – em educação e ciência, tecnologia e inovação, é preocupante”, complementou.

Para Nader, a fotografia do financiamento (atual) da educação não é tão ruim como o orçamento atual da ciência e tecnologia que, segundo ela, representa um quinto dos valores de 2012 e 2013 em termos nominais, sem a correção da inflação. “Isso significa colocar o Brasil na contramão do mundo. A China está em uma crise financeira gigante também. E, ao contrário do Brasil, em março deste ano, o primeiro-ministro chinês assegurou que o que vai tirar a China da crise é a ciência (desde a ciência básica à aplicada)”, acrescentou.

Confira o texto na íntegra no site do Jornal da Ciência.

 

 

Lido 7281 vezes Última modificação em Terça, 08 Novembro 2016 14:57

Mídia