Imprimir esta página
Sexta, 10 Junho 2016 16:51

Memorial da América Latina e Unifesp firmam convênio de cooperação técnica

Plano de trabalho prevê a realização de atividades para universitários e população em geral

Por Antonio Saturnino

Memorial1

Na tarde do último dia 09 de junho, foi firmado um convênio de Cooperação Técnica entre Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Fundação do Memorial da América Latina (FMAL). O acordo foi assinado pela reitora da universidade, Soraya Smaili, e pelo presidente da FMAL, João Batista Andrade. A diretora do Centro Brasileiro de Estudos da América Latina (CBEAL), Marília Franco, e a professora Ingrid Cyfer, do Campus Guarulhos da Unifesp, foram as testemunhas da formalização, que aconteceu no auditório do Memorial, durante a segunda edição do evento “Resistir com Arte”.

O acordo foi proposto por Marília Franco, após reunião com os professores Regiane Nitsch Bressan e Fábio Luis Barbosa dos Santos, ambos do Campus Osasco, como forma de institucionalizar e facilitar a parceria entre ambas as instituições, que já realizam uma série de projetos conjuntos, os quais promovem estudos e o debate sobre a realidade latino-americana. A iniciativa prevê o desenvolvimento de projetos voltados a atividades de extensão, bem como exposições, publicações, oficinas de arte, projeção de filmes e realização de seminários e palestras.

A reitora da Unifesp ressaltou a importância do convênio: “Essa parceria é motivo de muito orgulho para nós. É um passo importante para que as instituições, com seus esforços somados, possam colaborar cada vez mais com a sociedade e mostrar a importância da cultura, não apenas como entretenimento, mas como forma de expressão”.

O cineasta e escritor João Batista de Andrade, presidente do Memorial, comentou que a assinatura foi a formalização de uma parceria que já está dando certo. “É mais uma conquista para comemorar, porque, com a Unifesp, ampliamos significativamente o leque de opções de projetos acadêmicos e culturais para a população universitária e abrimos, também, mais espaços para a atividade docente”, finalizou.​

Memorial2

 

Lido 9496 vezes Última modificação em Quinta, 30 Junho 2016 14:52

Mídia