Segunda, 08 Junho 2015 12:18

EPM/Unifesp inaugura Centro de Treinamento e Reabilitação e Ambulatório Paralímpico de Levantamento de Peso

Equipamentos ficarão disponíveis para o treinamento dos paratletas e utilização da comunidade

foto site

O Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) inaugurou no dia 02/06, em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro, o Centro de Treinamento e Reabilitação e o Ambulatório Paralímpico de Levantamento de Peso em São Paulo, vinculados à disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física e instalados no Clube Escola Unifesp.

Na cerimônia de inauguração, Moises Cohen, chefe do Departamento de Ortopedia e Traumatologia, agradeceu a todos que colaboraram para mais esta conquista, com destaque para Murilo Spina, chefe de classificação funcional de para-halterofilismo do comitê. “Além de ficarem disponíveis para o treinamento dos paratletas, os equipamentos do centro também poderão ser utilizados pela comunidade”, explicou Cohen.

Ele ressaltou ainda o reconhecimento alcançado pela disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física, citando parcerias importantes, como a que foi firmada com o Centro Médico de Excelência da FIFA. “Dessa forma, colaboramos com o esporte nacional, do ponto de vista científico e acadêmico”. Desde 1997, a disciplina vem atendendo via SUS atletas amadores e profissionais, bem como praticantes recreativos, no âmbito ortopédico, clinico e fisioterapêutico.

A reitora Soraya Smaili falou sobre o conhecimento que a Unifesp possui na área da medicina do esporte, sendo uma referência nacional e internacional no tema, lembrando que a universidade sediará a próxima edição do Congresso Internacional de Ciência, Educação e Medicina Esportiva em 2016. Soraya mencionou também a renovação do acordo de cooperação entre a Unifesp e a Prefeitura para o uso do Clube Escola.

Já a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, destacou a importância do esporte e o impacto dele na questão da saúde. “Cada vez que nós investimos no esporte, nós estamos reduzindo os custos na saúde e garantindo qualidade de vida no envelhecimento. Esperamos que esse centro possa ser um polo de produção de conhecimento”.

Dentre as demais autoridades presentes na cerimônia, estavam a diretora da EPM/Unifesp, Emilia Sato, a diretora do Campus São Paulo, Rosana Puccini, o diretor superintendente do Hospital São Paulo, hospital universitário (HSP/HU/Unifesp), José Roberto Ferraro, e o chefe do Centro de Traumato-Ortopedia do Esporte (CETE), Alberto Pochini.

 

Lido 8044 vezes Última modificação em Quarta, 14 Outubro 2015 14:09

Mídia