×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 429
Quinta, 30 Janeiro 2014 07:13

Unifesp apoia a Exposição global “Túnel da Ciência Max Planck” em São Paulo

32 estudantes da Universidade serão monitores da mostra

Na manhã desta quarta-feira, 29 de janeiro, Soraya Smaili participou da cerimônia de abertura da mostra global “Túnel da Ciência Max Planck”, inédita no Brasil, que será aberta ao público a partir do dia 30 de janeiro na capital paulistana.Realizada pela Sociedade Max Planck, a mostra abordará os grandes temas da pesquisa básica, mostrando as possibilidades e oportunidades científicas e tecnológicas para as inovações mais transformadoras do futuro.

A presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e docente da Unifesp, professora Helena Nader, falou sobre a importância de se investir em atividades educacionais como o “Túnel da Ciência Max Planck”. “Eu acredito que, com um evento como esse, nós vamos motivar os jovens a transformarem esse País. É só com educação e mais educação, motivada e construtiva, é que nós vamos produzir a ciência e inovação que o Brasil precisa. A SBPC vai buscar, ao lado do Ministério da Ciência e Tecnologia, o convencimento dos parceiros, pois investir nessa área é garantir um sucesso financeiro”, comenta Helena.

Já a reitora da Unifesp, professora Soraya Smaili, após manifestar sua satisfação e honra em receber o professor Erwin Neher em nossa cidade, afirma a relevância desse evento, tanto para a comunidade acadêmica, quanto para a sociedade. “É uma honra participar da organização e do apoio dessa atividade de enorme importância, não só por coroar a necessidade da internacionalização e da relação entre os cientistas, mas também por criar uma interação entre o ensino, pesquisa e extensão, levando o que é produzido na academia, produto de muitos anos de pesquisa, para a sociedade. Portanto, a Unifesp cumpre seu papel social, também levando esse conhecimento de forma acessível aos jovens e ao público em geral. Isso é o nosso dever e é uma satisfação ter essa oportunidade”, confirma Soraya.

“Eu quero agradecer a todos da nossa Universidade que apoiaram a realizaçao desse evento. No caso dos nossos estudantes, foi um processo, devo dizer, bastante competitivo para a escolha dos 32 monitores dentre os mais de 300 inscritos. Temos muito orgulho em poder proporcionar uma oportunidade como essa aos nossos estudantes", conclui a reitora.

Participaram da cerimônia autoridades brasileiras como o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp; o secretário municipal da Educação, César Callegari; o assessor especial de Assuntos Internacionais do Estado, Rodrigo Tavares; o cônsul geral da República Federal da Alemanha em São Paulo, Friedrich Däuble; a presidenta da SBPC, Helena Nader; o vice-presidente do Instituto Max Planck, Stevan Marcinowski e o pesquisador, ganhador do premio Nobel de Medicina e Fisiologia em 1991, Erwin Neher.

 

Lido 6855 vezes Última modificação em Quarta, 14 Outubro 2015 15:16

Mídia