Segunda, 02 Janeiro 2017 14:56

Gestão ambiental da Unifesp divulga ações do segundo semestre de 2016

Texto inclui ainda projeções para 2017

Por Julio César Bessa Monqueiro 

DGA Unifesp

Dando continuidade aos projetos e ações desenvolvidos ao longo do primeiro semestre de 2016, o Departamento de Gestão e Segurança Ambiental da Unifesp (DGA/Unifesp), órgão técnico da Pró-Reitoria de Administração responsável por assessorar a universidade a nível institucional nas áreas de resíduos, sustentabilidade e biossegurança, divulga seus principais avanços durante o segundo semestre do ano anterior.

Além dos esforços perenes do departamento, como inúmeras consultorias e assessorias técnicas aos campi e à Reitoria da universidade, em conjunto com várias reuniões da Câmara Técnica de Gestão e Segurança Ambiental (envolvendo atores da gestão ambiental de todos os campi) e Mesas Técnicas envolvendo outras áreas, como a Pró-Reitoria de Planejamento (ProPlan), o DGA também finalizou tarefas em andamento e iniciou novas atividades, já alimentando as diretrizes para 2017.

Após mais de 40 dias de consulta pública e a discussão com inúmeros docentes e técnicos da área, o texto da nova Política de Segurança Biológica (PBio) foi finalizado e encaminhado para posterior aprovação nas instâncias da universidade no início de 2017 – o departamento já conta com novas atribuições em sua Divisão de Biossegurança, publicadas há pouco tempo. Cabe lembrar que a PBio padronizará procedimentos e implementará normas técnicas de segurança e mecanismos de fiscalização em ações que envolvam qualquer material que ofereça risco biológico.

Foi desenvolvido ainda um grande trabalho de renovação na comunicação institucional do departamento, em parceria com o Departamento de Comunicação Institucional (DCI) e o Departamento de Tecnologia da Informação (DTI): criação de logomarca, reforma do website institucional (transformando-o em um portal de informações da área de gestão ambiental na universidade), criação de perfis e participação em redes sociais (Facebook e Twitter), informativos por e-mail e intranet para toda a comunidade, dentre outros. Os esforços entre os três departamentos também resultaram em campanhas de incentivo e instalação massiva da “Ecofonte” nos computadores da instituição e ao uso de videoconferências.

Ainda em parceria com o DTI, foi finalizada a fase inicial do SisGA – Sistema Informatizado de Gestão Ambiental. Trata-se de um sistema informatizado para coleta e gerenciamento informatizado de informações de gestão ambiental, incluindo o PLS (Plano de Gestão em Logística Sustentável) em seu primeiro módulo. Este sistema, além de facilitar a alimentação dos dados, permitirá a compilação das informações de maneira automática, demandando então uma menor carga de trabalho sobre esta tarefa. O PLS, por sua vez, teve sua primeira coleta de dados concluída: o relatório referente ao primeiro semestre de 2016 está em fase de finalização, enquanto que o relatório anual será publicado durante o primeiro semestre de 2017.

Também houve, pela primeira vez e em conjunto com a Pró-Reitoria de Gestão com Pessoas, atuação do DGA no processo de integração de novos servidores, bem como o incentivo à inserção de questões envolvendo gestão ambiental em concursos públicos da Unifesp (em trâmite). Destaca-se ainda que o DGA organizou e ministrou em 2016 uma série de capacitações, que juntas totalizaram aproximadamente 95 horas-aula, contando com cerca de 600 participantes aprovados, além de ser participante de diversos eventos em instituições externas.

Diretrizes para 2017

Dentre as principais ações propostas para 2017, estão a instalação do curso de Boas Práticas Ambientais em Laboratórios (BPAL), que será ministrado em vários formatos e obrigatório aos discentes de pós-graduação que desenvolverão, parcial ou integralmente, suas pesquisas em laboratório de química, biologia ou similar, bem como a Participação junto à ProPGPq para criação de sistema de mapeamento online de autorizações e licenças em cadastros de projetos de pesquisa.

O DGA pretende fazer um inventário de reagentes e resíduos em todos os campi, além do mapeamento das atividades das Divisões de Gestão Ambiental, permitindo assim gerenciar e apoiar da melhor forma estas importantes e frequentes questões em cada local. O projeto Coleta Seletiva Solidária, amparada em legislação federal e já em implementação em alguns locais, será ampliado a todos os campi, que contarão ainda com Manuais Técnicos, a começar pelo Manual de Segurança Biológica, ainda em desenvolvimento.

Outras ações também estão planejadas, como o início do uso prático do SisGA e sua expansão para outros módulos, auxiliando inclusive na posterior adesão total da Universidade na A3P - Agenda Ambiental na Administração Pública.

As capacitações também continuarão na grade do DGA, bem como seminários temáticos. Estão abertas as inscrições para a palestra Meio ambiente, sustentabilidade, consumo e resíduos, que ocorrerá em 31 de janeiro. Você também pode se inscrever para o seminário Mudanças Climáticas: o que tenho a ver com isso?, que será realizado no dia 22 de março.

Mais informações sobre as políticas, eventos, cursos e demais materiais sobre a gestão ambiental da Unifesp podem ser obtidas no site do DGA.

Lido 2883 vezes Última modificação em Segunda, 20 Fevereiro 2017 15:08

Mídia

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse