Quinta, 16 Junho 2016 17:06

Acessibilidade e Inclusão são discutidas em seminário na Unifesp

Evento teve como objetivo a construção coletiva de uma cultura inclusiva

Por Carine Mota

IMG 2012

Mesa de abertura seminário. Da esquerda para direita: Maria Lucia Formigoni, Rosemarie Andreazza, Soraya Smaili, Andrea Rabinovici e Jacqueline Luz

O Seminário Local de Acessibilidade e Inclusão para a Unifesp ocorreu nos dias 16 e 17 de junho, no anfiteatro do térreo do prédio da Reitoria, com o objetivo de reunir profissionais, pesquisadores, estudantes e pessoas com deficiência na universidade para formação e construção coletiva de uma cultura inclusiva e a criação da Política de Inclusão e Acessibilidade Institucional.

Compuseram a mesa de abertura do evento a reitora Soraya Smaili, a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Andrea Rabinovici, a pró-reitora de Gestão com Pessoas, Rosemarie Andreazza, a pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, Maria Lucia Formigoni, e a pró-reitora adjunta de Graduação, Jacqueline Luz.

Andrea Rabinovici, em sua fala, compartilhou o desafio de tornar a Unifesp mais acessível, inclusiva e democrática, com o objetivo de tentar construir um conceito de universidade para todos e fazer com que os estudantes deficientes, servidores e visitantes tenham plenitude em suas vidas. “A instituição precisa rever os seus conceitos; e a acessibilidade é uma oportunidade para que ela seja, de todos, de forma autêntica e plena, não de fachada”, expôs a pró-reitora.

Para a reitora, a universidade não é mais somente ensino, pesquisa e extensão. “Temos que fazer inclusão, sustentabilidade, internacionalização, ensino a distância, então não é mais um tripé. Os desafios são enormes e uma atividade como essa tem toda a importância e apoio da gestão”, pontuou Soraya.

O seminário contou com palestras, apresentações culturais e oficinas comandadas por convidados e professores doutores da Unifesp, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Federal do ABC (UFABC), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Universidade Federal de Goiás (UFG).

O resultado do seminário será um relatório com os elementos norteadores que regulamentem e incentivem a universidade, visando um compromisso institucional com e para todos os segmentos da gestão para a construção da Política de Inclusão e Acessibilidade da Unifesp.

montagem portal

Apresentações culturais durante os dias 16 e 17 de junho e oficina: Construindo a nossa política

 

Lido 7261 vezes Última modificação em Quinta, 23 Novembro 2017 15:10

Mídia