Autorizações: OGMs e Animais Silvestres

Pesquisas com Animais Geneticamente Modificados:
 
Para projetos de pesquisa que envolvam Organismos Geneticamente Modificados (OGM), é necessário enviar a Carta de Aprovação da Comissão Interna de Biossegurança (CIBio).
Esta carta deverá ser anexada no final do Formulário 4/4 do Sistema CEUA/UNIFESP.
 
 
Pesquisas com Animais Silvestres
 
Para projetos de pesquisa que envolvam Animais Silvestres, é necessário a autorização da ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), através do Sistema Sisbio (Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade).
Esta autorização deverá ser anexada no final do Formulário 4/4 do Sistema CEUA/UNIFESP.
Página do Sisbio: www.icmbio.gov.br/sisbio
 
 

Manual do Pesquisador - Sistema CEUA/UNIFESP

Manual do Pesquisador - CLIQUE AQUI

Índice:

- Dúvidas frequentes - Acessando os submenus de apoio
- Menu externo da página - Conhecendo o painel de controle
- Preenchimento dos formulários - Alterando e-mail e código de acesso
- Formulário 1 de 4 - Acompanhamento de resultados
- Formulário 2 de 4 - Certificado de aprovação do estudo
- Formulário 3 de 4 - Respondendo pendências
- Formulário 4 de 4 - Enviando documento pós-aprovação
- Bloqueio de pesquisadores - Suspensão do estudo
- Saindo do sistema

 

Tutorial para Preenchimento dos Formulários para Projetos Novos - CLIQUE AQUI

Acesso ao Sistema para Submissão de Projetos
Preenchimento dos Formulários
- Formulário 1/4
- Formulário 2/4
- Formulário 3/4
- Formulário 4/4
Permissão de Acesso ao Projeto para Membros da Equipe

 

Tutorial para Submissão de Emendas - CLIQUE AQUI

 Alteração dos dados do Projeto já aprovado:

(a) Pedido de animais: (c) Alteração de cronograma.
- Exclusão; (d) Alteração de cadastro.
- Aumento; (e) Notificação.
- Alteração. (f) Relatório Parcial / Final. 
(b) Membros da equipe:
- Exclusão;
- Inclusão.
   

Informes e Recomendações CEUA

  1. Prezados Pesquisadores,

    A Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) informa que os Médicos Veterinários, Responsáveis Técnicos e Coordenadores de Biotério setoriais têm o direito de solicitar aos pesquisadores o formulário contendo as informações do projeto e a carta de aprovação da CEUA a fim garantir o suporte necessário para o bem-estar animal.

    Certos de contar com a compreensão de todos,

    CEUA 

  2.  A CEUA RECOMENDA : Quando há administração de Tramadol em roedores considerar a associação de outros agentes como Dipirona, Meloxicam e outros.
  3. A CEUA INFORMA : Projetos não registrados no sistema CEUA

     Informamos que, a partir de 01/08/2017, somente os projetos registrados no sistema CEUA serão apreciados pela relatoria.
    A secretaria CEUA orientará os pesquisadores, que possuem projetos offline, sobre os procedimentos para a inclusão online.
  4. Orientação sobre como inserir no sistema CEUA o número de animais quando Proles são utilizadas nos experimentos.
    a)      Inserir no formulário o número de machos e número de fêmeas que darão origem a Prole.
    b)      Descrever nos procedimentos que a Prole será utilizada.
    c)      Prole não deve ser contabilizada.
    Atenção: Se o pedido inicial de animais for de neonatos,  estes devem ser contabilizados.

Contato

 CONTATO POR E-MAIL: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

               SEMPRE que enviar um e-mail para a CEUA informe:

                     Número CEUA, nome completo do pesquisador principal e título do projeto

 CONTATO POR TELEFONE NOS HORÁRIOS:

               Segunda a Sexta, das 08h às 12h e das 14h às 17h

               Telefone: 5576-4848 VoIP 1239

 PARA CONTATO PRESENCIAL FAVOR AGENDAR POR E-MAIL

 

Como fazer diluição de anestésicos

COMO FAZER DILUIÇÃO DE ANESTÉSICOS

Recomenda-se diluição dos medicamentos para camundongos e pequenos roedores para termos melhor precisão nas doses oferecidas.
Observe que há substâncias fotossensíveis, a qual necessita ser preparada protegida da luz, em frasco âmbar ou envolto em papel alumínio.

Cetamina (100 mg/ml): diluir para 50 mg/ml. Misture 1 (um) ml da cetamina com 1 (um) ml de solução de água estéril ou salina 0,9%
estéril em tubo Eppendorf ® estéril.
Identifique com a concentração atualizada e data da diluição.

Xilazina (20 mg/ml): diluir para 2 mg/ml. Misture 1 (um) ml da xilazina com 9 (nove) ml de solução de água estéril ou salina 0,9%
estéril em tubo Eppendorf ® estéril.
Identifique com a concentração atualizada e data da diluição.

Acepromazina (2 mg/ml): diluir para 1 mg/ml. Misture 1 (um) ml da acepromazina com 1(um) ml de solução de água estéril ou salina
0,9% estéril em tubo Eppendorf ® estéril.
Identifique com a concentração atualizada e data da diluição.

Midazolam (5 mg/ml): diluir para 1 mg/ml. Misture 1 (um) ml da midazolam com 4 (quatro) ml de solução de água estéril ou salina
0,9% estéril em tubo Eppendorf ® estéril.
Identifique com a concentração atualizada e data da diluição.

 

ATENÇÃO: os anestésicos diluídos devem ser descartados após 30 dias da diluição.


Referência bibliográfica:
https://animalcare.ubc.ca/sites/default/files/documents/Guideline%20-20Rodent%20Anesthesia%20Analgesia%20Formulary%20%282016%29.pdf