Segunda, 02 Agosto 2021 17:31

Projetos do Campus Baixada Santista analisam competências genéricas auto valoradas

Pesquisas buscaram compreender as condições psicológicas e competências genéricas de estudantes, egressos, professores e portuários

Por Juliana Cristina

Competencias Auto Valoradas

Um conjunto de pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Psicologia Ambiental e Desenvolvimento Humano (LADH/Unifesp) avaliou competências genéricas - importantes atributos para a empregabilidade - das quais participaram estudantes, egressos, professores e portuários. No total, são cinco pesquisas: três trabalhos de doutorado, um de mestrado e uma apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

"Competências genéricas são transversais (perpassam diferentes áreas de saber) e transferíveis (mesmo que adquiridas num determinado contexto, podem ser aplicadas em outros)", explica Nancy Ramacciotti de Oliveira-Monteiro, docente do Instituto do Mar (IMar/Unifesp) - Campus Baixada Santista e coordenadora das pesquisas.

Esses estudos são realizados em parceria com o Observatório Ocupacional da Universidade da Corunha (UDC/Espanha), fruto de convênio Unifesp/UDC, coordenado pela mesma docente, no âmbito de nossa universidade. O instrumento ‘Escala de Competência Genérica’ (ECG) usado em trabalhos desse Observatório da UDC teve validação semântica realizada no LADH e vem sendo utilizado nos projetos aqui elencados.

Confira o resumo dos trabalhos:

1 - Estudantes universitários: competências genéricas e condições psicológicas (Concluído)

Pesquisa desenvolvida no doutorado de Priscila Larangeira Carvalho, sob orientação da docente Nancy Ramacciotti de Oliveira-Monteiro (Unifesp/Baixada Santista) e coorientação da Professora Doutora Maria Jesús Freire Seone (Universidade da Corunha, Espanha), procurou analisar os perfis de estudantes do terceiro ano de graduação, do período noturno, em relação às suas condições psicológicas, considerando questões de ordem “internalizante” (tristeza, insegurança, medo, etc.) e “externalizante” (inquietação, agressividade, quebra de regras, etc., relacionadas ao ambiente externo), além de suas autopercepções acerca de competências genéricas, ou seja, habilidades relacionadas à empregabilidade adquiridas em seus cursos.

A pesquisa avaliou aproximadamente 1000 graduandos, com idades entre 18 e 68 anos, de duas universidades privadas da Baixada Santista, todos estudantes terceiranistas do período noturno. Para obtenção de dados foi estabelecida uma amostra com base em critérios de Conveniência e Acessibilidade, utilizando como instrumentos de avaliação o “Inventário de Autoavaliação para Adultos” (ASR) e a “Escala de Competências Genéricas” (ECG), além de levar em conta o Critério de Classificação Econômica Brasil, que examina aspectos como condições de moradia, escolaridade e acesso a serviços, fundamentados pelos dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O estudo apresentou os finais, apontando como o principal deles a valoração das competências genéricas na amostra global - não havendo diferença entre dados de estudantes que trabalhavam ou dedicavam-se unicamente aos estudos. Além disso, as competências de “Responsabilidade no trabalho”, “Compromisso ético” e “Capacidade de aprender”, respectivamente, correspondem aos aspectos de maior grau de valoração global – os dados variam quando observados pela área de cada curso analisado.

Os pesquisadores acreditam que os dados obtidos até o momento podem contribuir para a produção de novas pesquisas, bem como elaboração de ações de planejamento pedagógico.

2 - Competências E Condições Psicológicas De Universitários (Concluído)

No projeto também coordenado pela docente Nancy Ramacciotti de Oliveira-Monteiro do (IMar/Unifesp), campus Baixada Santista, as competências genéricas e condições psicológicas de graduandos se
estabelecem igualmente como objeto de estudo.

A pesquisa, denominada “Competências e Condições Psicológicas de Universitários”, avaliou aproximadamente de 1001 graduandos do Bacharelado Interdisciplinar de Ciência e Tecnologia do Mar acerca dos aspectos antes mencionados. Para obter os dados necessários à avaliação, a pesquisadora utilizou, também nesse estudo, o “Inventário de Autoavaliação para Adultos” (ASR) e a “Escala de Competências Genéricas” (ECG) para analisar os estudantes a respeito da valoração de dezenove aspectos, entre eles comunicação, resolução de problemas, organização e planejamento, trabalho em equipe, compromisso ético, responsabilidade no trabalho, capacidade de aprender, motivação para o trabalho e geração de novas ideias.

Os dados parciais do estudo evidenciaram, em 2017, a valoração da capacidade de trabalhar em equipe, compromisso ético, responsabilidade no trabalho, capacidade de aprender, preocupação por qualidade e melhoria e a habilidade de adaptar-se a novas situações, além disso observou-se que 28% dos graduandos possuíam algum tipo de problema psicológico (43% de ordem “internalizante” e 24% “externalizante”), assim como divulgado na edição nº 9 da Revista Entreteses.

3 - “Necessidade de competências genéricas segundo avaliação de professores universitários brasileiros” - doutorado em andamento de Fernanda Ribeiro de Araújo, no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde

O objetivo desse estudo é avaliar a necessidade de competências genéricas, na perspectiva de professores universitários brasileiros, para o futuro do profissional em formação no curso de graduação em que lecionam. Com uso da ECG própria para avaliação de professores, a coleta de dados está sendo feita de forma online.

Até julho de 2021 foram obtidas 1133 respostas ao instrumento, de docentes de universidades públicas das regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste - a partir de agosto de 2021 serão encaminhados convites para participação de professores das demais regiões brasileiras. Em breve, docentes da Unifesp também receberão convites para participação na pesquisa.

4 - "Auto valoração de competências profissionais genéricas de egressos da Universidade Federal de São Paulo (2015-2019)" - doutorado em andamento de Carlos Eduardo da Silva Fontoura, no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde

O objetivo desse estudo é avaliar e analisar auto valorações de competências genéricas de egressos de cursos de graduação da Unifesp, formados no período entre 2015 e 2019.

Com uso online da ECG própria para egressos, estão sendo avaliados graus de valoração de dezenove competências genéricas que os egressos consideram ter desenvolvido durante seus cursos de graduação, e de importância para seus (possíveis) trabalhos.

Foram obtidas até julho de 2021, 1047 respostas à escala por egressos de cursos dos campi Baixada Santista e São José dos Campos.

5 - “Competências genéricas autopercebidas e requeridas de trabalhadores portuários na operação de carga e descarga do porto de Santos” - mestrado em andamento de Caio Teissieri Moretti da Silva no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia do Mar

Com uso da ECG, o estudo investiga competências genéricas: a) autopercebidas por trabalhadores portuários; b) requeridas por representantes de empresas ligadas ao trabalho portuário e de instituições de qualificação dos trabalhadores portuários da operação de carga e descarga desse porto; e 3) representantes de sindicatos ligados ao porto e retroporto de Santos.

Lido 819 vezes Última modificação em Sexta, 03 Setembro 2021 09:57

Mídia