Quarta, 05 Agosto 2020 11:22

Unifesp promove primeira edição da Semana das Engenharias

Evento online voltado para os cursos de Engenharia da Unifesp aconteceu graças à iniciativa de uma estudante

Por Juliana Cristina

Foi realizada, entre os dias 20 e 24 de julho, a I Semana das Engenharias da Unifesp: da formação ao exercício profissional. Voltado para os cursos de Engenharia da instituição, o evento ocorreu de forma on-line e com transmissões ao vivo via rede social.

Participaram da abertura o vice-reitor, Nelson Sass, a pró-reitora de Extensão e Cultura, Raiane Assumpção, o diretor da Agência de Inovação Tecnológica e Social (Agits/ Unifesp), Paulo Schor, o diretor do Campus Baixada Santista, Odair Aguiar Júnior, o vice-diretor do Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF/Unifesp) - Campus Diadema, Wagner Batista, o diretor do Institito de Ciência e Tecnologia (ICT/Unifesp) - Campus São José dos Campus, Horácio Yanasse, o diretor do Instituto do Mar (IMar/Unifesp) - Campus Baixada Santista, Igor Medeiros, além da aluna do curso de Engenharia Química do ICAQF/Unifesp, Letícia Araújo, idealizadora e presidente do evento.

Durante a Semana foram apresentadas dez palestras, três mesas redondas, além de um evento de divulgação científica chamado Três Minutos de Engenharia, os quais obtiveram 886 inscrições no total. As apresentações das pesquisas dos participantes deveriam ser feitas em até três minutos, de maneira simples e que pudessem ser compreendidas pelo público leigo. A semana concedeu, ainda, mil vagas distribuídas igualmente para os minicursos de Python, Introdução ao Excel VBA, Power Bi e Metodologias Ágeis Para o Gerenciamento de Projetos.

Araújo, que também é integrante do Centro Acadêmico Unifesp de Engenharia Química (CAUEQ/Unifesp) comenta que, no ano de 2017, quando ainda era aluna do Campus Baixada Santista, teve a oportunidade de conhecer um evento organizado por alunos de Engenharia de Petróleo, representados pelo Capítulo Estudantil da SPE (Society of Petroleum Engineers / Sociedade de Engenheiros de Petróleo), e Engenharia Ambiental, o qual funcionava de forma semelhante à Semana das Engenharias. “Naquela época apenas esses dois cursos eram representados no evento. Foi quando comecei a refletir sobre a importância de trazermos algo nesse sentido e que abrangesse todos os cursos de Engenharia, de maneira que pudéssemos fortalecer nossos laços como alunos e como institutos, apesar da distância entre as cidades nas quais os cursos estão localizados”. Letícia passou a cursar Engenharia Química no ano de 2019 e, desde o princípio, ingressou com grande vontade de fazer acontecer um evento como esse. A estudante apresentou sua ideia este ano para o CAUEQ/ Unifesp. “Os alunos aceitaram com bastante energia e proatividade. Então fomos em busca de estudantes em todos os campi que pudessem contribuir para a construção e organização da Primeira Semana das Engenharias da Unifesp”, conta a estudante.

O evento contou com apoio do Capítulo Estudantil do SPE da Unifesp, sediado no Campus Baixada Santista, e da empresa júnior SciTec Jr., localizada no ICT/Unifesp. A organização também integrou alunos dos seis cursos de Engenharia da universidade: Ambiental, Biomédica, da Computação, de Materiais, de Petróleo e Química e dos campi Baixada Santista, Diadema e São José dos Campos, com auxílio de professores dos respectivos cursos.

Igor Tadeu Lazzarotto Bresolin, docente do curso de Engenharia Química da Unifesp e coordenador geral da Semana, comenta que, embora a maior parte do público da Unifesp tenha se concentrado, respectivamente, em alunos dos campi que possuem cursos de engenharia (Diadema, São José dos Campos e Baixada Santista), também houve uma parcela do público dos campi São Paulo e Osasco. “Pelo fato de ser um evento totalmente online, a Primeira Semana das Engenharias alcançou alunos de universidades de várias partes do país, totalizando 17 estados e o Distrito Federal. Além disso, vejo que ainda há uma carência de divulgação dessa natureza. Mas, dessa forma, podemos fazer com que, além dos alunos, as pessoas de fora dos ‘muros da Universidade’ compreendam melhor o que é feito dentro desses”. Na mesma linha, Araújo completa que o evento foi uma oportunidade para que os alunos percebessem a importância da articulação entre os cursos de Engenharias, não somente para os discentes da Unifesp, mas para diversos estudantes de universidades do Brasil inteiro.

Organização do evento criou um mapa que indica a participação das pessoas no evento por Estado
Organização do evento criou um mapa que indica a participação das pessoas no evento por Estado

Lido 929 vezes Última modificação em Quarta, 02 Setembro 2020 13:31

Mídia