Simpósio reúne especialistas e profissionais para tratar da Medicina do futuro

 

O evento trouxe assuntos importantes e convidados respeitados por seus conhecimentos

foto capa simposio

EPM - 85 anos de Excelência na Educação Médica, foi o tema do Simpósio que aconteceu de 16 a 18 de agosto no Teatro Marcos Lindenberg, campus São Paulo, com grande participação da comunidade acadêmica. 
A mesa de abertura reuniu a reitora da Unifesp, Soraya Smaili, o vice-reitor, Nelson Sass, a diretora da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp), Emilia Inoue Sato e o docente do departamento de Oftalmologia, Rubens Belfort Jr, também um dos membros da comissão executiva.


A reitora parabenizou a comissão organizadora, enalteceu e desejou mais 85 anos de sucesso para a EPM/Unifesp e relembrou o início da instituição. Emilia Sato apresentou um breve histórico da fundação da EPM e da SPDM (Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina), salientando que o Hospital São Paulo, HU/Unifesp foi o primeiro hospital construído com a finalidade de ser campo de ensino para os cursos de Medicina e Enfermagem. Mostrou em números a contribuição da EPM na formação de recursos humanos para a Medicina Brasileira (graduandos, residentes e pós-graduandos).


Rubens Belfort Jr citou os nomes de todos os diretores da instituição e homenageou os Professores Nestor Schor e Manuel Lopes dos Santos, falecidos recentemente e lembrou a enorme contribuição deixada por eles. Variados temas ligados à Saúde foram apresentados em Mesas Redondas e comentados por profissionais qualificados, que deram início falando sobre: Educando o médico para o futuro; Desafios para o futuro da profissão e seu impacto na formação médica; Empatia, compaixão, respeito à diversidade: atitudes que complementam a Competência Tecnológica. Crítica na formação médica contemporânea; Quebras de paradigmas e avanços da indústria farmacêutica, os desafios do passado, presente e tendências de futuro, entre outros.


No sábado, participaram os seguintes convidados: Luís Marcelo Aranha Camargo, David Uip e Claudio Lottenberg, que participaram da Mesa Redonda: Performance profissional do médico: o que os gestores públicos e privados precisam? 
Rubens Belfort agradeceu a contribuição da diretora da EPM e aos membros da comissão executiva, Helena Nader, Arnaldo Colombo, Jair Mari, Manoel Girão, Ruth Guinsburg e tantos outros. “Os docentes que estiveram lá por ter tempo e vontade, creio que concordam com o altíssimo nível das apresentações e discussões. Fácil começar excelente. EPM excelente há 85 anos”, comemora Belfort.


Foram parceiros do Simpósio: Academia Brasileira de Ciências, Academia Nacional de Medicina, Braincoms Medical Congress, Colsan, Novartis, Roche e Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

Fotos do evento clique aqui