Turma de 1965 da EPM comemora Jubileu de Ouro

Categoria: NOTÍCIAS

 

JubileuDeOuro.JPG

Alunos da turma de 1965 da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/ Unifesp) comemoraram no último dia 23 de outubro os 50 anos de formatura do grupo. A solenidade ocorre no anfiteatro Leitão da Cunha, no campus São Paulo.

Waldemar Kogos, orador da turma, relembrou os tempos vividos durante os anos de faculdade e agradeceu os cerca de 22 antigos alunos que estiveram presentes no local. “Nosso amor à EPM só aumenta com o passar dos anos”, disse Kogos. Para ele, o grupo foi privilegiado por ter tido a oportunidade de estudar na EPM.

Emília Sato, diretora da EPM se disse honrada em participar de uma cerimônia na qual reencontrou alguns de seus professores na graduação e enalteceu a comemoração. “Não é sempre que se celebra um jubileu de ouro”, disse a diretora. Emília falou do crescimento da EPM em número de alunos, programas de residência e cursos de pós-graduação ao longo dos anos e da transformação da escola em unidade universitária. “Tomara que continuemos a ser uma grande universidade e que ela permita também o crescimento da EPM”, completou.

A vice-reitora da Unifesp, Valéria Petri, lembrou que, mesmo com a criação e expansão da Unifesp, a EPM sempre será a raiz da instituição. Também médica formada pela escola, Valéria se disse orgulhosa por fazer parte da instituição. “Tudo o que passamos aqui nos faz acreditar que vale a pena e a EPM deve continuar com a sua filosofia de formação de excelentes profissionais”, concluiu Valéria.