Mestrando da EPM/Unifesp desenvolve protótipo de solução para Telegestão de Equipamentos Oftalmológicos

A solução permite que os equipamentos médicos sejam monitorados à distância

Por Loane Carvalho

Foto dashboard Telegestao equip oftalmicos

O discente do Mestrado Profissional em Tecnologia, Gestão e Saúde Ocular, Rubens Aparecido Pereira de Macedo, desenvolveu uma solução tecnológica que permite o monitoramento de equipamentos médicos à distância, sob orientação de Vagner Rogério dos Santos, docente do Programa de Pós-Graduação vinculado ao Departamento de Oftalmologia e Ciências Visuais da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp).

A tecnologia desenvolvida está inserida no conceito de smart cities (cidades inteligentes) e, segundo o pesquisador, “existem atualmente soluções similares apenas no exterior, principalmente nos países da Comunidade Europeia e Estados Unidos, Coreia do Sul, China e Japão”.

A solução foi elaborada utilizando Tecnologia IoT (Internet das Coisas), possibilitando assim que sejam realizados os primeiros estudos sobre telegestão de alguns equipamentos dos Ambulatórios do Departamento de Oftalmologia do Hospital São Paulo – hospital universitário da Unifesp (HSP/HU-Unifesp).

Rubens explica que essa “solução é composta por um dispositivo eletrônico denominado de ‘Módulo IoT – SCE’ cuja função é medir a corrente elétrica consumida pelos equipamentos, sem interferir em seu funcionamento, integrado a uma ferramenta de software conceitualmente definida como plataforma de IoT (do inglês, Internet of Things), de acesso aberto, que recebe os dados de consumo de energia elétrica e por fim disponibilizando as informações coletadas por meio de gráficos e relatórios apresentados em monitores de TV, tablets e smartphones”.

Esse é um dos estudos que estão sendo elaborados para Tecnologias Aplicadas a Cidades Inteligentes, no Laboratório de Inovação em Tecnologias em Saúde do Grupo de Ergonomia Visual, Tecnologia e Design Assistivo e Sistemas de Precisão da EPM/Unifesp.

 

Imagem: Arquivo Pessoal