Docente da Otorrino se destaca em produção científica, nos EUA

Dra Norma tornou-se uma das sete médicas protagonistas do mundo

Dra NormaNorma de Oliveira Penido, médica e docente do Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp), ganhou visibilidade internacional em função de sua produção científica, tornando-se uma das sete médicas protagonistas do mundo que mais contribuíram para os estudos das patologias do osso temporal humano com a apresentação do pôster "Women in Otopathology: A Review of Women Who Have Contributed to the Study of the Human Temporal Bone", no encontro da Triological Society (The American Laryngological, Rhinological and Otological Society), realizado de 24 a 26 de janeiro em Coronado, San Diego, Califórnia (EUA).

O objetivo dos autores do estudo Daniel P. Ballard, Sandra H. Ho e Alisa T. Timashpolsky, da Universidade do Estado de Nova York, era acabar com o problema da invisibilidade feminina na medicina e apresentar as mulheres que mais contribuíram para o estudo da patologia do osso temporal, além de revisar seus principais trabalhos publicados.