Alunos do 5º e 6º ano recebem as boas vindas e orientações sobre os desafios no internato

O internato é o início da última etapa do curso médico junto aos pacientes

internato EPM1

Por: Renato Conte

A abertura do internato da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp), aconteceu no dia 8 de janeiro, no Teatro Marcos Lindenberg, e contou com a presença dos alunos do 5º e 6º ano, que agora se preparam para o estágio no Hospital São Paulo, e em outros hospitais conveniados, onde irão acompanhar as disciplinas básicas na medicina.

Além das boas vindas, os estudantes ouviram de cada componente da mesa, o que seria vivenciado nesta nova etapa do curso de medicina que agora se inicia, onde terão a oportunidade de por em prática e consolidar os conhecimentos teóricos adquiridos durante os quatro primeiros anos do curso e, sob supervisão de docentes ou médicos experientes (preceptores), serão responsáveis pela assistência direta e/ou indireta de pacientes.

Foi destacado também, o compromisso e responsabilidade com a assiduidade, o zelo pelo bem público, as questões administrativas, citadas pela diretora do Campus São Paulo, Rosana Puccini, a dedicação dos alunos e professores durante as atividades, são interesses fundamentais para que a experiência do internato seja enriquecedora e promova não somente a aquisição de habilidades para a experiência de procedimentos, mas também atitudes e comportamentos que promovam a excelência no atendimento médico.

A diretora da EPM, Emilia Sato, chamou a atenção dos alunos dizendo que o internato é o início da última etapa do curso médico junto aos pacientes. “Esta é a oportunidade de formar médicos capazes de exercer a sua profissão com competência técnica, solidárias às necessidades humanas e éticas, honrando a tradição da Escola Paulista de Medicina na formação médica nos seus 85 anos de existência”, concluiu.

A mesa de recepção aos alunos foi composta pelas diretoras, Emilia Sato - EPM; Rosana Puccini - Campus São Paulo; Sandra de Oliveira Campos – diretora Técnica do Hospital São Paulo, Aécio Góis – coordenador do Curso de Medicina; Vânia D’Almeida – presidente da Câmara de Graduação; Maria Angela Tardelli – responsável pelo Internato e Fernando Sfair Kinker - Pró-reitor adjunto de Graduação e que representou a Reitoria da Unifesp.

internatoepm3

internatoepm4

 internato epm 2