cursos c4 secretaria c 03 documentos c2

Notícias

Plantão Psicológico: Racismo e Sofrimento

plantaopsico


Revitalização Biblioteca do Campus São Paulo

Você sabia que pode contribuir com a construção do Novo Centro Cultural em Saúde da UNIFESP por meio do seu Imposto de Renda devido?

Doação Centro Cultural v1


 

Secretaria de Graduação

epm

Cadastro Bilhete de Transporte

 

ATENÇÃO ESTUDANTES! Este formulário serve para a PRIMEIRA solicitação de cadastramento do Bilhete de Transporte de Estudante junto à universidade (estudantes ingressantes/calouros).

Para os estudantes VETERANOS o cadastramento ocorrerá AUTOMATICAMENTE logo após o término do périodo de rematrícula, com base nas informações do ano anterior. Caso ocorra alguma alteração de endereço, ou outra informação, este formulário deverá ser preenchido.


ATENÇÃO DOCENTES! Este formulário será utilizado tanto para solicitação de cadastramento quanto para renovação do Bilhete de Transporte do Docente.

 

As solicitações para cadastramento dos estudantes e professores, junto as empresas de transporte público (SPTRANS - EMTU - AESA), serão feitos exclusivamente através deste formulário. favor ler atentamente as orientações contidas no formulário para um correto preenchimento.

 

Formulário de Solicitação de Cadastro Bilhete de Transporte


Solicitação de Documentos Acadêmicos

 

As solicitações de documentos acadêmicos dos estudantes e egressos, como Histórico Escolar, Atestados de Matrícula e Militar, Conteúdo Programático, entre outros, agora deverão ser feitas EXCLUSIVAMENTE ATRAVÉS DO NOSSO FORMULÁRIO ON-LINE. 

Para os Atestados de Matrícula que NÃO PRECISAM DE ASSINATURA E CARIMBO, favor emitir através da INTRANET-UNIFESP. Faça o login na intranet, clique no menu UNIFESP → Pró-reitoria de Graduação → Atestado de Matrícula Online.

No caso de Histórico Escolar para simples conferência e para inscrição PIBIC, favor emitir através da INTRANET-UNIFESP. Faça o login na intranet, clique no menu UNIFESP → Pró-reitoria de Graduação → Histórico Escolar Online.

 

Formulário de Solicitação de Documentos Acadêmicos

Leia mais...

Rematrícula Cursos de Graduação

 

O procedimento de rematrícula deve ser efetuado durante o período estabelecido em Calendário Acadêmico, para confirmação da permanência no curso (para os cursos anuais) e/ou escolha das Unidades Curriculares que irá cursar no próximo período letivo (para os cursos semestrais). A não efetivação do procedimento de rematrícula poderá acarretar perda da vaga no curso, e desligamento do aluno.

 

Sistema de Rematrícula (CURSOS ANUAIS)

 

Sistema de Rematrícula (CURSOS SEMESTRAIS)


 

Eletivas e Optativas

Unidades Curriculares Eletivas

 

Estas Unidades Curriculares Eletivas são oferecidas aos alunos dos cursos de graduação do Campus São Paulo da UNIFESP. As Unidades Curriculares (UCs) acontecem sempre às terças-feiras, das 08h00 às 12h00. São oportunidades de complementar a formação do profissional. Devem ser propostas quando há possiblidade de sua manutenção a médio prazo (alguns anos), e eventualmente entrada na grade das UCs fixas. As UCs eletivas conferem créditos que, obrigatoriamente, devem ser cumpridos durante a graduação. 

Confira as Normas das Eletivas: Normas das Eletivas (PDF)

 

Unidades Curriculares Optativas

 

Estas Unidades Curriculares Optativas são oferecidas aos alunos dos cursos de graduação do Campus São Paulo da UNIFESP. As Unidades Curriculares (UCs) tem como objetivo oferecer aos alunos a oportunidade de abordar conteúdos não incluídos no currículo nuclear, em horários alternativos. As aulas deverão ser programadas para os períodos de almoço (12h00 às 14h00) ou noturno (a partir das 18h00), férias e/ou finais de semana. Podem ser oferecidas durante todo o ano.

 

Acesse os links para INSCRIÇÃO (Alunos) ou CADASTRAMENTO (Docentes) de UCs Eletivas e Optativas:

 

Acesso para Alunos

 

Acesso para Docentes


 

Informações sobre o Curso de Tecnologia Oftálmica

Sobre o curso: O Curso de Tecnologia Oftálmica teve como embrião o Curso de Ortóptica, oferecido pela universidade desde 1962, que visava à formação da (o) ortoptista, profissional habilitado à detecção, identificação, diagnóstico, tratamento e reabilitação de distúrbios funcionais da visão mono e binocular. Em 1988, devido à expansão do campo de atuação deste profissional e para atender às novas demandas do mercado, que exigia formação complementar em instrumentação cirúrgica oftalmológica, treinamento para o uso e manuseio de lentes de contato, treinamento para a utilização de recursos ópticos de visão subnormal e realização de exames subsidiários em Oftalmologia, o Curso de Ortóptica teve o seu currículo modificado, com ampliação da carga horária e 14 abrangência da área de Tecnologia Oftálmica. A partir de 1994, o curso passou a ser oficialmente denominado Ortóptica e Tecnologia Oftálmica e em 1997, devido à extinção das atividades do Setor de Ortóptica do Departamento de Oftalmologia da Unifesp, o curso a ser denominado Curso de Tecnologia Oftálmica. O currículo manteve as disciplinas ministradas na área de motilidade ocular extrínseca e ampliou a carga horária das disciplinas relacionadas aos exames complementares oftalmológicos. No ano de 2007 com o Programa do Governo Federal para Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) houve expansão do currículo da Tecnologia Oftálmica com a implantação de novas áreas: administração em serviços de saúde; pesquisa clínica e experimental; laboratório de doenças externas oculares; eletrofisiologia; ultrassonografia; exames subsidiários em baixa visão, catarata, cirurgia refrativa, estrabismo, glaucoma, neuroftalmologia e retina; instrumentação cirúrgica oftalmológica; assessoria em centro cirúrgico; banco de olhos; desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologias oftalmológicas com registro de patentes. Desde a sua instalação, o Curso de Tecnologia Oftálmica tem sido submetido a várias reformulações, sempre visando sua adequação às constantes e rápidas mudanças no crescente desenvolvimento tecnológico da área oftalmológica. Em 2016, diante da necessidade de readequação de carga horária e conteúdo curricular ao perfil do egresso, novamente houve uma nova atualização do currículo com a proposta de readequar o conteúdo ministrado no ciclo básico às necessidades do ciclo profissionalizante, com readequação das cargas horárias de certas unidades curriculares (UCs), oferecimento de UCs eletivas e atividades complementares, e flexibilização da matriz curricular estimulando a continuidade da formação acadêmica e este novo currículo foi estruturado em 3 anos com atividades em período integral.

Principais Unidades Curriculares: Administração e Fundamentos de Gestão em Saúde, Bases da Tecnologia Oftálmica, Exames Subsidiários em Óptica Cirúrgica, Doenças Externas Oculares, Glaucoma e Retina, Fisiologia Especializada, Instrumentação Cirúrgica Oftalmológica, Motilidade Extrínseca Ocular, Reabilitação Visual e Ultrassonografia.

Mercado de trabalho: O mercado de trabalho tem sido muito receptivo ao tecnólogo oftálmico. Os tecnólogos podem se inserir em equipes multidisciplinares de assistência à saúde ocular, em cooperação com o oftalmologista, em hospitais, multiclínicas e consultórios oftalmológicos. Além
disso, crescentemente atuam em indústrias, na área de inovação tecnológica em empresas de aparelhos oftalmológicos e gestão em saúde. Uma vez formado, o tecnólogo poderá continuar seu desenvolvimento acadêmico ingressando em programas de pós-graduação (senso lato ou estrito).
O mercado de trabalho para o profissional está em alta, a junção do aquecimento na área específica, novos equipamentos e a falta de mão de obra qualificada trouxeram boas oportunidades no segmento e consequente aumento salarial.

Diferencial do curso: A metodologia de ensino adotada no curso foi concebida para proporcionar uma formação sólida e atualizada, com eixos de formação inseridos no mercado de trabalho. O estudante é levado a desenvolver uma postura crítica e profissional sob os aspectos de planejamentos técnicos e éticos que envolvem as situações analisadas, bem como a integração da parte teórica com a prática de modo transversal e contínuo. 

Em uma área de conhecimento dinâmico, preparar o graduando para que seja capaz de absorver com competência novas tecnologias, visando promover a capacidade de desenvolvimento intelectual e profissional permanente. Busca-se propiciar que o egresso se motive ao aprimoramento contínuo, com especializações e pós-graduação, compreendendo seu papel na sociedade.

tec oftalmica (4)

Duração: 6 semestres
Turno: Integral
Vagas: 17