Guias de fontes de informação

Fontes de informação são recursos, em diversos suportes, que atendam às necessidades de informação dos usuários. (SBU, on-line). Elas são geralmente classificadas como fontes primárias, secundárias e terciárias, dependendo da sua originalidade e sua proximidade com a fonte de origem. (OLIVEIRA, 2013)

Exemplos de fontes primárias:

• Anais de Congressos, conferências e simpósios
• Legislação
• Nomes e marcas comerciais
• Normas técnicas
• Patentes
• Periódicos
• Projetos de Pesquisa em andamento
• Relatórios técnicos
• Teses e dissertações (também podem ser secundários)
• Traduções
• Artigos periódicos científicos reportando resultados de pesquisa experimental
• Conjuntos de dados, como estatísticas do censo
• Trabalhos de literatura (poemas e ficções)
• Diários
• Autobiografias
• Cartas e correspondências
• Discursos
• Artigos de jornal (também podem ser secundários)
• Documentos governamentais
• Fotografias e trabalhos de arte
• Documentos originais (como certificado de nascimento)
• Comunicações via Internet (e-mail, listas de discussões)

Exemplos de fontes secundárias:
• Bases de dados e bancos de dados
• Bibliografias e índices (também podem ser terciárias)
• Biografias
• Catálogos de bibliotecas
• Centros de pesquisa e laboratórios • Dicionários e enciclopédias (também podem ser terciárias)
• Dissertações ou teses (geralmente primárias)
• Dicionários bilíngües e multilingües
• Feiras e exposições
• Filmes e vídeos
• Fontes históricas
• Livros
• Manuais
• Museus, arquivos e coleções científicas
• Siglas e abreviaturas
• Tabelas, Unidades de medidas e estatísticas
• Comentários
• Publicações secundárias as bibliografias
• Publicações ou periódicos de indexação e resumos
• Artigos de revisão

Exemplos de fontes terciárias:
• Bibliografias (também podem ser secundárias)
• Serviços de indexação e resumos
• Catálogos coletivos
• Guias de Literatura
• Bibliografias de bibliografias
• Bibliotecas e Centros de Informação


Publicações sobre Fontes de Informação:

guia pratico fontes

Guia Prático de Fontes de Informações para Pesquisa


REFERÊNCIAS:

SBU. Fontes de Informação. Disponível em: http://www.sbu.unicamp.br/sbu/fontes-de-informacao/. Acesso em: 01 set. 2022.

OLIVEIRA, André de Jesus. Fontes de Informação. 2013. Disponível em: http://magisterandre.blogspot.com/2013/02/fontes-primarias-secundarias-e.html. Acesso em: 01 set. 2022.

REGRAS DE CONSULTA - ACERVO CPP

COMO CONSULTAR?

- A consulta ao Acervo CPP será realizada presencialmente, mediante agendamento prévio por e-mail (indicar no assunto do e-mail: CONSULTA AO ACERVO CPP). 

- Além do envio do e-mail, a pesquisadora/o pesquisador deverá preencher o formulário de solicitação de consulta ao Acervo CPP, juntamente com o termo de autorização de reprodução da documentação (presente no formulário de solicitação de consulta ao Acervo CPP). No preenchimento do formulário, a/o pesquisadora/pesquisador deverá indicar os materiais necessários para consulta, para separação prévia.

QUAL O HORÁRIO DE CONSULTA?

- Horário de atendimento aos pesquisadores: 2ª e 6ª feira, das 14h às 19h.

COMO BUSCO OS MATERIAIS DO ACERVO CPP?

- Os materiais reunidos nesta coleção estão disponíveis no catálogo on-line da rede de Bibliotecas da UNIFESP pelo endereço: www.biblioteca.unifesp.br. No catálogo, é possível utilizar filtros de pesquisa para refinar os resultados aos materiais do Acervo CPP. Para tanto, veja como configurar os filtros de pesquisa, de acordo com as imagens abaixo:

cpp1

 

cpp2 

- A pesquisadora/o pesquisador deverá guardar seus pertences nos guarda-volumes disponíveis na Biblioteca. 

 - Não deverá portar no momento da consulta ao acervo CPP:

  • pastas;

  • cases e capas de equipamentos eletrônicos;

  • envelopes;

  • bebidas e/ou alimentos;

  • malas;

  • sacolas;

  • embrulhos;

  • guarda-chuva;

  • casacos;

 - Para a realização da pesquisa, a usuária/o usuário poderá trazer lápis ou lapiseira, borracha, cadernos ou folhas de papel, notebook, carregadores e celular.

 - A equipe da Biblioteca fará uma avaliação prévia dos materiais solicitados para pesquisa, restringindo ou não a sua consulta, conforme o estado geral de conservação dos materiais e as disposições previstas na  legislação de direitos autorais vigente.

 - Durante a pesquisa, serão entregues à pesquisadora/ao pesquisador até 10 materiais por vez, de acordo com a quantidade de materiais solicitados para a consulta (salvo situações específicas justificadas).

 - É obrigatória a utilização de máscara durante a permanência na Biblioteca. Luvas serão fornecidas pela equipe da Biblioteca para a realização da consulta.

 - Cuidado ao manusear as obras: não apoie os braços sobre os materiais, não coloque outros livros e materiais sobre os documentos pesquisados, não rasure, não faça marcações, não insira folhas ou indicadores adesivos (post-its).

 - Documentos de grande formato, com estado de conservação fragilizado ou com páginas que não foram separadas deverão ser manipulados por uma servidora/um servidor da Biblioteca.

QUAIS SÃO AS NORMAS PARA REPRODUÇÃO E USO DE IMAGENS DOS MATERIAIS CONSULTADOS? 

  • É proibido o empréstimo da documentação para fins de reprodução. 

  • Para fins de reprodução, a pesquisadora/o pesquisador poderá trazer sua câmera fotográfica no registro das pesquisas. A reprodução será avaliada pela equipe de bibliotecários, pautada pelo estado geral de conservação dos materiais e a observância às restrições impostas pela legislação de direitos autorais.

  • É permitida a utilização das imagens unicamente para fins da pesquisa, de modo que a pesquisadora/o pesquisador deverá mencionar nos trabalhos publicados os créditos à UNIFESP da seguinte forma: Acervo do Centro do Professorado Paulista  – Biblioteca Otávio Rangel de Souza (EFLCH/UNIFESP), na qualidade de entidade custodiadora da documentação. Para outros fins – comerciais ou outros que destoam do caráter de investigação acadêmica – deverão ser submetidos à equipe de bibliotecários responsáveis que com base nos dispositivos legais vigentes farão a avaliação. 

ATENÇÃO: A reprodução de obras em domínio público serão autorizadas. Por sua vez, a reprodução de obras que ainda estejam protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98) deverão ser autorizadas pelos detentores dos direitos (autores/titulares), ficando a pesquisadora/o pesquisador incubida/o de obter as autorizações necessárias, não cabendo assim qualquer responsabilidade à Biblioteca.