Portal do Governo Brasileiro Atualize sua Barra de Governo

Editora Unifesp alcança marca de 100 livros publicados e lança mais sete obras

Cerimônia ocorrerá do dia 30 de março, no edifício da Reitoria

Em cerimônia que acontecerá no dia 30 de março, a Editora Unifesp celebrará a marca de 100 livros publicados, alcançada em 2016, e lançará sete obras inéditas. O encontro será realizado às 18h, no espaço de convivência do Edifício da Reitoria.

Segue abaixo a relação das obras que serão lançadas e seus respectivos autores:

- Petróleo e Nacionalismo – Gabriel Cohn

- Diálogo das Civilizações – Olgária Matos, Denise Milan e Javier Amadeo

- Persona Poética e Autor Empírico da Poesia Amorosa Romana – Paulo Sergio de Vasconcellos

- Estado, Cidade e Desenvolvimento – Nilce Aravecchia-Botas

- O Grande Fulcro – Ligia Bellini

- Filosofemas II – Jamil Ibrahim Iskandar e Rita Paiva

- A Maior Zoeira na Escola – Alexandre Barbosa Pereira

Sobre a Editora Unifesp

A Editora da Universidade Federal de São Paulo foi fundada em fevereiro de 2008. Sua criação é marco para a difusão da produção intelectual da Unifesp e impulsionou a divulgação do conhecimento produzido na instituição. Seu catálogo de livros tem sido coordenado e é construído de forma aberta, com base em critérios objetivos para sua ampliação. A Editora busca estabelecer uma cultura editorial-acadêmica de referência no país.

O catálogo de obras e estabelecimento de sua linha editorial são debatidos em encontros regulares entre professores da Universidade, integrantes do Conselho Editorial. Essa participação é feita de forma voluntária e sem remuneração. As reuniões do Conselho ocorrem bimestralmente e nelas se avaliam os originais submetidos para publicação, acompanhados dos respectivos pareceres ad hoc e da discussão das atividades editoriais.

 

Veja mais em: http://www.unifesp.br/eventos-anteriores/item/2676-editora-unifesp-alcanca-marca-de-100-livros-publicados-e-lanca-mais-sete-obras

 

CPA/Unifesp disponibiliza questionário de autoavaliação institucional

Novo_Box_questionario_autoavaliacao_.jpg

 

A participação é voluntária; questionário estará disponível de 10 de janeiro a 28 de fevereiro

A Comissão Própria de Avaliação da Universidade Federal de São Paulo (CPA/Unifesp) acaba de disponibilizar seu primeiro questionário de autoavaliação institucional, que poderá ser respondido pela comunidade acadêmica entre 10 de janeiro e 28 de fevereiro. A participação é voluntária e não é necessária a identificação.

É por meio da resposta de cada membro universitário que será possível planejar ações e tomar decisões necessárias para melhoria e desenvolvimento da Unifesp. Construído coletivamente, o questionário destaca que a opinião de cada um tem muita importância para a instituição.

A gestão 2014-2018 da CPA/Unifesp, composta por uma comissão central e comissões locais em cada campus, é constituída por representantes docentes, técnicos-adminstrativos em educação e discentes dos campi, pro-reitorias e reitoria, além de membros da sociedade civil.

O questionário está disponível no link. Mais informações podem ser obtidas na página da CPA/Unifesp.

Participe. Contribua para que a Unifesp se consolide cada vez mais como uma instituição pública, gratuita e de qualidade.

 

 

 

 

O SUS em Questão – O Financiamento da Saúde Pública, Demandas Setoriais e Locais

Campus Diadema realiza seminário sobre financiamento da saúde pública

Evento foi marcado por debate sobre temas como financiamento do SUS e inovação tecnológica

Valquíria Carnaúba

 

O Campus Diadema da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) realizou, neste sábado (19/11), o seminário “O SUS em Questão – O Financiamento da Saúde Pública, Demandas Setoriais e Locais”. A abertura, precedida por uma apresentação de pôsteres, contou com a presença do diretor acadêmico do Campus Diadema, professor João Miguel de Barros Alexandrino, e da professora Ligia Azzalis, coordenadora da Câmara de Extensão de Diadema.

O evento, organizado pela professora do Departamento de Ciências Biológicas (ICAQF/Unifesp), Cláudia Fegadolli, trata-se de uma ação do projeto de extensão denominado ¨Comprimidos", desenvolvido em componentes curriculares da Unidade Curricular (UC) Farmácia Social - coordenada pela professora Solange Nappo. Colaboram também com a UC e o projeto as professoras Daniela Oliveira de Melo e Márcia Terezinha Lonardoni Crozatti.

O público estimado do seminário foi de cerca de 100 pessoas. “Houve intensa participação e interesse de estudantes, e teve como característica diferenciada a participação de movimentos sociais organizados de Diadema, como o Conselho Popular de Saúde e do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB)”, conta a professora Cláudia.

Foram abordados temas que envolvem a saúde pública, como as implicações da PEC 241/2016 (PEC 55), acesso a medicamentos, doenças raras, inovação tecnológica e produção de medicamentos no sistema público de saúde. Para a abordagem desses assuntos, foram convidados a professora do Departamento de Prática em Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), Marilia Louvison, o Conselho Popular de Saúde de Diadema, bem como estudantes do curso de Farmácia da Unifesp.

Subcategorias

Subcategorias