Quarta, 24 Abril 2024 09:28

Quarto encontro do ciclo de seminários sobre a relação entre Unifesp e SPDM é realizado

Seminário abordou os desafios e perspectivas do funcionamento do HSP como instância acadêmico-assistencial

capa mesa 4 seminario SPDM
Quarto encontro do ciclo de seminários foi realizado no Anfiteatro da Reitoria da Unifesp com transmissão pelo YouTube

Na manhã de quinta-feira (18/4), foi realizado o quarto encontro do ciclo de seminários com o objetivo de analisar a relação entre a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). Organizado pelo Gabinete da Reitoria, a partir de deliberação do Conselho Universitário (Consu), o ciclo visa amadurecer e subsidiar a discussão quanto ao desenvolvimento do ensino, pesquisa, extensão, assistência, inovação e modelos de administração e gestão.

Com o tema Desafios e perspectivas do funcionamento do HSP como instância acadêmico-assistencial, o evento contou com as apresentações do diretor da Unidade Gestora HU Unifesp, Angelo Amato Vincenzo de Paola, da pró-reitora de Gestão com Pessoas da Unifesp, Elaine Damasceno, da diretora de Enfermagem do HSP/HU Unifesp, Ieda Aparecida Carneiro, da diretora clínica do HSP/HU Unifesp, Jaquelina Sonoe Ota Arakaki, e do diretor-superintendente do HSP/HU Unifesp, Nacime Salomão Mansur, tendo a mediação do docente da EPM/Unifesp, João Aléssio Juliano Perfeito. O assessor do Gabinete da Reitoria, Daniel Campos de Carvalho, também compôs a mesa do encontro.

O seminário, destinado a toda a comunidade da Unifesp e realizado de forma híbrida no Anfiteatro da Reitoria com transmissão pelo canal Unifesp Ao Vivo no YouTube, teve a abertura realizada pela vice-reitora da Unifesp, Lia Bittencourt, que destacou a importância da realização dos seminários a fim de aprimorar o futuro acordo de cooperação entre a Unifesp e a SPDM, relembrando os assuntos já discutidos nos três primeiros encontros: O histórico da relação Unifesp-SPDM e o funcionamento do Hospital São Paulo (HSP); Gestão do Hospital São Paulo: relação Unifesp-SPDM – histórico e perspectivas; e Modelos de gestão de hospitais universitários.

Lia 4 seminario SPDM
Lia Bittencourt, vice-reitora da Unifesp

Iniciando as atividades, a pró-reitora de Gestão com Pessoas da Unifesp, Elaine Damasceno, apresentou o quantitativo de servidores(as) no HSP/Unifesp. Ao todo, são 1.899 servidores(as) técnico-administrativos(as) no hospital. Elaine também pontuou que a Propessoas responde ao órgão central do SIPEC, precisando seguir um arcabouço legal complexo em âmbito institucional. Elaine expôs ainda questões relativas à folha de pagamento, que gira em torno de 12 mil pessoas atualmente, sendo composta por servidores(as) ativos(as), pensionistas, aposentados(as) e servidores(as) do HU. “Conseguimos unificar a folha de pagamento da universidade, a qual é exclusivamente gerenciada pela Gestão Central”, destacou.

Elaine Damasceno 4 seminario SPDM
Elaine Damasceno, pró-reitora de Gestão com Pessoas da Unifesp

Dando sequência, o diretor-superintendente do HSP/HU Unifesp, Nacime Salomão Mansur, pontuou o modelo híbrido de governança do hospital como um aspecto positivo. “O HSP é uma divisão da SPDM, que faz a gestão compartilhada do hospital com a Unifesp”, explicou. Nacime sinalizou que o HSP tem 84 anos, sendo um projeto antigo. “Para cumprir as novas normativas, é necessário um esforço adicional. Nossa estrutura é antiga, precisamos focar em crescimento, espaço e desenvolvimento”, falou. Hoje, o HSP é composto por 4.500 funcionários(as) e 400 leitos, passando por uma fase de tentativa de reabertura de toda a sua estrutura. Nacime abordou ainda a importância da sustentabilidade financeira a fim de não impactar os aspectos assistencial e acadêmico do hospital. “Conseguimos buscar a modernização gerencial, equilibramos o hospital, zeramos quase esse déficit. Precisamos buscar o incremento da produção, melhorar as condições da produção cirúrgica e clínica. A estratégia é ganhar produtividade e eficiência, alinhando processos e evitando desperdícios”, evidenciou. Sobre os desafios, Nacime mencionou a necessidade de reorganização administrativa e estrutural, a instituição de uma visão progressista, a ampliação de leitos, a capacitação, entre outros.

Nacime Salomão 4 seminario SPDM
Nacime Salomão Mansur, diretor-superintendente do HSP/HU Unifesp

A terceira fala foi realizada pela diretora de Enfermagem do HSP/HU Unifesp, Ieda Aparecida Carneiro, que apresentou um histórico do serviço de enfermagem do HSP, pontuando que, em 2003, teve início as eleições para a escolha da Diretoria de Enfermagem no hospital. Ao todo, são 1.375 profissionais de enfermagem no hospital, sendo 149 enfermeiros(as) graduados(as) para 130 leitos de UTI, um número que, para Ieda, é muito baixo, o que revela a necessidade do aumento do número de profissionais da área. “Temos uma equipe unida, que gostaria de melhorar as condições de trabalho e se capacitar”, salienta. Ieda também pontuou as parcerias e as premiações recebidas pela equipe de enfermagem, evidenciando o conhecimento técnico dos(as) profissionais. Quanto aos desafios, ela mencionou a necessidade de aumentar o quantitativo de profissionais da enfermagem, o que impacta diretamente na assistência e no ensino, sendo fundamental a recomposição do quadro.

Ieda Carneiro 4 seminario SPDM
Ieda Aparecida Carneiro, diretora de Enfermagem do HSP/HU Unifesp

Em seguida, o diretor da Unidade Gestora HU Unifesp, Angelo Amato Vincenzo de Paola, relembrou a realização do Fórum Internacional SPDM em 2011. Angelo explicou também as atribuições da Diretoria da Unidade Gestora e os valores que precisam ser respeitados. Ressaltou que o custeio irregular e a instabilidade financeira são desafios a serem superados. “Precisamos de um modelo e de uma estrutura sustentável. Não estamos nem entre os 10 centros de maior número de transplantes. Precisamos fazer um benchmarking com outras instituições, ver o que e como estão fazendo”, acredita. Para Angelo, o HSP precisa de uma administração diferenciada. “Nós ainda estamos na departamentalização. É preciso um olhar sistêmico e um zelo institucional”, falou. Também abordou a redução crítica da enfermagem e a necessidade de otimização e de parâmetros de qualidade. No final, ele evidenciou a importância da interação entre a Unidade Gestora e o HSP e enfatizou a cooperação que marca o acordo entre Unifesp e SPDM, um vínculo que deve estar voltado ao interesse público.

Angelo de Paola 4 seminario SPDM
Angelo Amato Vincenzo de Paola, diretor da Unidade Gestora HU Unifesp

A última apresentação foi realizada pela diretora clínica do HSP/Unifesp, Jaquelina Sonoe Ota Arakaki, que mostrou um histórico do HSP nesses 84 anos e contextualizou com fatos que ocorreram no mundo ao longo do tempo. “O HSP surge em 1940, sendo o 1º hospital universitário do país. Por ser um hospital universitário, temos um compromisso com a sociedade, no âmbito do ensino, da pesquisa, do treinamento e da inovação”, falou. Jaquelina mencionou o papel do HSP no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), possibilitando a realização de procedimentos de qualidade. Além disso, para ela, “precisamos estar ligados a uma rede de saúde, em nível municipal, estadual e nacional. Recebemos pacientes do Brasil inteiro. O hospital cobre uma área de 5 milhões de habitantes”. Ela pontuou que o HSP possui 178 laboratórios de subespecialidades e que houve um aumento de 30% no número de cirurgias de janeiro a março. Para ela, um desafio é a retenção de profissionais, sendo necessário proporcionar boas condições de trabalho, as quais são capazes de atrair alunos(as) e residentes. Ela ainda destacou que “produtividade é salvar vidas e formar pessoas, com eficiência e sustentabilidade”.

Jaquelina Arakaki 4 seminario SPDM
Jaquelina Sonoe Ota Arakaki, diretora clínica do HSP/HU Unifesp

Após as apresentações, foi aberto um espaço para perguntas da plateia e manifestação das entidades e instâncias presentes: Campus São Paulo e suas respectivas Unidades Universitárias – Escola Paulista de Medicina (EPM) e Escola Paulista de Enfermagem (EPE), Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de São Paulo (Sintunifesp), Comitê de Ensino, Pesquisa e Extensão do Hospital São Paulo (CoEPE/HSP) e SPDM.

plateia 4 seminario SPDM
Após as apresentações, foi aberto um espaço para perguntas da plateia e manifestação das entidades presentes

A vice-reitora Lia Bittencourt encerrou o encontro agradecendo a participação de todos(as) e esclarecendo algumas dúvidas relacionadas ao tema do seminário.

Próximo seminário

Promovido bimestralmente sempre na penúltima quinta-feira do mês pertinente, o ciclo de seminário tem o seu próximo encontro marcado para o dia 20 de junho de 2024. Confira mais informações e o cronograma completo aqui.

Após todo o processo, será disponibilizado um relatório final, apontando os principais pontos discutidos durante os seminários. Além disso, é possível acompanhar o material produzido ao longo do ciclo de seminários, assim como a consulta aos documentos da relação SPDM-Unifesp, por meio deste link.

Fotos: Alex Reipert

 

Lido 180 vezes Última modificação em Quinta, 16 Mai 2024 09:55

Mídia