Quinta, 13 Abril 2023 13:52

Consu/Unifesp aprova concessão do título de doutora honoris causa a Amelinha Teles

Escritora e ativista destaca-se na luta pela causa feminista e dos direitos humanos

Por Daniel Patini

Rodrigo RomeoAlesp Amelinha Teles portal

Em sessão realizada no dia 12 de abril de 2023, o Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Consu/Unifesp) aprovou, por aclamação, a concessão do título honorífico de doutora honoris causa a Amelinha Teles.

O título é concedido a personalidades eminentes, nacionais ou internacionais, que tenham se destacado nas ciências, nas artes, cultura, educação e na defesa dos direitos humanos. A data para a cerimônia de entrega do título honorífico a Teles será marcada após consulta à agraciada.

Nascida em 1944 na cidade de Contagem (MG), Maria Amélia de Almeida Teles, mais conhecida como Amelinha Teles, é escritora e importante liderança da causa feminista e ativista dos direitos humanos que foi submetida à tortura durante a ditadura militar brasileira.

Segundo Fernanda Emy Matsuda, docente do Departamento de Direito do Campus Osasco da Unifesp e proponente da concessão, o pedido de outorga do título honorífico se baseia na contribuição ímpar de Amelinha Teles na luta pela democracia e pelos direitos humanos e para a construção dos direitos das mulheres e para a consolidação dos feminismos no país.

“Ela é uma referência fundamental para as lutas sociais, tendo um papel fundamental na luta por verdade, memória, justiça e reparação e seguindo bastante atuante na Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos. Como intelectual pública, é responsável por sensibilizar os mais variados grupos acerca da violência no período da ditadura militar, com ênfase na violência de gênero”, declara a docente.

 

Lido 2324 vezes Última modificação em Terça, 06 Fevereiro 2024 12:31

Mídia