Bandar Live Casino
Segunda, 29 Agosto 2022 13:16

Unifesp participa do VIII Fórum Nacional de Reitores e Dirigentes de Universidades

Evento promovido pelo Canal Futura e pela Fundação Roberto Marinho recebeu cerca de 60 reitores(as)

capa 720x480
Foto: Divulgação Editora Globo

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) participou do VIII Fórum Nacional de Reitores e Dirigentes de Universidades, realizado no dia 26 de agosto, na sede da Editora Globo, no Rio de Janeiro. Tendo como tema central Os Desafios das Universidades nos Novos Contextos da Comunicação e da Educação no Brasil, o evento foi promovido pelo Canal Futura e pela Fundação Roberto Marinho e recebeu cerca de 60 reitores(as). Na ocasião, a Unifesp foi representada pela vice-reitora, em exercício da Reitoria, Raiane Assumpção.

Na parte da manhã, aconteceram os painéis O Papel da Universidade na Dinâmica do Combate às Desigualdades, com Luanda Moraes, superintendente de Unidades Estratégicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Pesquisa, Conhecimento e o Devir do Planeta, com Tasso Azevedo, coordenador-geral do MapBiomas; Quem é o Jovem que Chega à Universidade Brasileira?, com Marcus Barão, presidente do Conselho Nacional de Juventudes (Conjuve) e Coordenador do Atlas das Juventudes. Finalizando a parte da manhã, foi aberta a palavra aos(às) reitores(as) presentes para o debate do tema O Que Deve ser Pauta para Universidades em 2023?

a 1
Foto: Leo Pinheiro/Valor

A reitora em exercício da Unifesp agradeceu à organização do evento e aos participantes pela oportunidade e externou ao público presente a importância de reforçar o diálogo com a sociedade, buscando mostrar as atividades desenvolvidas pelas instituições. “Temos que criar uma estratégia de fazer com que a sociedade diga que tem a universidade como sua referência na forma de pensar, na forma de raciocinar e na forma de compreender o processo civilizatório.” Raiane Assumpção reforçou também a importância do entendimento de que o orçamento para as universidades não é gasto; é um investimento, que não se concretiza de forma imediata. “Conhecimento e educação não se fazem no sistema delivery. É um processo e, por isso, é preciso ser entendido como investimento”, completou Assumpção.

Na parte da tarde, os(as) dirigentes dos setores de comunicação das universidades participaram dos painéis Luz, Câmera e Educação: novos tempos e movimentos em rede a partir dos 25 anos do Canal Futura, conduzido por José Brito, gerente do Canal Futura, Maíra Bittencourt, professora e diretora de Comunicação da Universidade Federal de Sergipe (UFS), e Fabiano Moraes, professor e diretor da UERN TV, na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN); A Cobertura Jornalística em Educação: informação e serviço, apresentado por Raphael Kapa, setorista de Educação de projetos com o jornal O Globo e Agência Lupa; Louise Freire, jornalista do Canal Futura; Mariane Cavalcante, diretora institucional da Fundação Rede Amazônica/AmazonSat.

a 6
Raiane Assumpção, reitora em exercício da Unifesp. Foto: Walter Teixeira Lima Junior

Ao final dos trabalhos, o gerente-adjunto do Canal Futura, Acácio Jacinto, coordenou o debate com os(as) dirigentes de comunicação sobre o tema Como Encaminhar os Desafios das Universidades em 2023.

Para o diretor de Comunicação Institucional da Unifesp, Walter Teixeira Lima Junior, também presente no evento, um dos grandes desafios da comunicação das universidades públicas federais é traduzir todas as ações realizadas no ensino, pesquisa, extensão e serviços em conteúdo de divulgação dinâmicos, atraentes e com linguagens que alcancem todos os setores da sociedade, principalmente, os mais jovens. “Acredito que devemos ter como objetivo estender o nosso alcance, realizando ações coordenadas de divulgação, entre as universidades públicas federais, de ações e temas em comum, para que possamos, em sinergia, amplificarmos o grande trabalho realizado pelas nossas instituições”, afirmou Lima Junior.

Lido 1229 vezes Última modificação em Quinta, 15 Setembro 2022 10:49

Mídia