Quinta, 25 Novembro 2021 08:55

Recursos do Pnaes beneficiaram quase 9 mil estudantes da Unifesp em 2020

Dados da Prae e ProPlan sobre assistência estudantil foram apresentados ao Ministério da Educação

PnaesUnifesp portal
Obs.: Foto tirada antes da pandemia (créditos: Alex Reipert)

Os recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) recebidos pelas Unifesp durante o ano de 2020 beneficiaram 8.918 estudantes, sendo 2.201 de forma direta e 6.717 de maneira indireta. É o que indica relatório elaborado pelas Pró-Reitorias de Assuntos Estudantis (Prae) e de Planejamento (ProPlan). A íntegra do documento que foi apresentado ao Ministério da Educação (MEC) está disponível aqui. Os valores do orçamento do Pnaes para a universidade, naquele ano, totalizaram R$ 9.855.661,99.

O Pnaes apoia a permanência de estudantes de baixa renda matriculados(as) em cursos de graduação das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). A pró-reitora de Planejamento, Juliana Garcia Cespedes, explica que ele "tem como finalidade a minimização dos efeitos de desigualdades sociais, redução da evasão e retenção e contribuir para a inclusão social de estudantes em situação de vulnerabilidade no ensino superior". 

Em função da pandemia de covid-19, foram considerados como auxílios diretos: auxílios moradia, alimentação e transporte – utilizados com base nos perfis de vulnerabilidade socioeconômica do Programa de Auxílio Para Estudantes (Pape) –, auxílio emergência covid-19, aluguel de computadores e auxílio internet. "As ações de permanência compreendem também auxílio creche, ações de inclusão social, atenção à saúde, apoio pedagógico e de inclusão de pessoas com deficiência", exemplifica a pró-reitora. De maneira indireta, podendo beneficiar todos(as) estudantes da graduação, são custeadas as refeições nos restaurantes universitários (RUs) da Unifesp. 

"Dentre os(as) atendidos(as) diretamente pelo Pnaes em 2020 na Unifesp, 65% são estudantes mulheres; pretos(as) ou pardos(as) correspondem a 49%; 70% ingressaram na universidade pelo sistema de cotas; e 85% fizeram ensino médio público. A renda média per capita dos(as) alunos(as) beneficiados(as) de forma direta pelo Pnaes é de R$ 794,80, ou seja, menos de um salário mínimo. Já a renda per capita média dos(as) alunos(as) atendidos(as) direta e indiretamente na Unifesp, utilizando os programas de permanência estudantil, é de R$ 1.286,90 (1,2 salário mínimo). Os auxílios indiretos (subsídio de RU) correspondem à maior parte dos(as) estudantes(as) atendidos(as) [6.717], porém, em valores, representam pouco do total do orçamento, cerca de 240 mil reais", ela detalha. Vale ressaltar que, por conta da pandemia, a maioria dos campi teve atendimento de RU em poucos meses do ano.

Para o pró-reitor de Assuntos Estudantis, Anderson Rosa, em 2020, mesmo com a redução e insuficiência dos recursos do Pnaes, a Unifesp buscou promover a permanência de estudantes em situação de vulnerabilidade, cumprindo com o objetivo de viabilizar a igualdade de oportunidades entre todos(as) os(as) estudantes e contribuir para a melhoria do desempenho acadêmico e redução da repetência e evasão. "A pandemia de covid-19, a maior crise sanitária e social da nossa geração, impôs desafios à continuidade das atividades acadêmicas. Levantamos informações sobre as necessidades dos(as) estudantes e buscamos viabilizar condições para as Atividades Domiciliares Emergências e reduzir os prejuízos acadêmicos desse período", finaliza.

Lido 103 vezes Última modificação em Sexta, 26 Novembro 2021 20:28

Mídia