NOTÍCIAS

Inscrições abertas para Orientador/a de Serviço no Projeto PET-Saúde Equidade

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com a Universidade Católica de Santos e com as Secretarias Municipais de Saúde de Santos, São Vicente e Guarujá, teve o projeto “Equidade e educação pelo trabalho para a saúde como construção coletiva: o cuidado interprofissional com trabalhadoras da saúde na Baixada Santista” aprovado no Edital SGTES/Ministério da Saúde n.11/2023, cujo resultado final foi divulgado em Diário Oficial da União no dia 01/04/2024.

Leia mais...

Pesquisador da Unifesp participa de estudo que desvenda o mistério dos sumidouros de carbono globais

Estudo demonstra qual reação química pode transformar radicalmente a composição da matéria orgânica

Leia mais...

Guia Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) nos municípios

Confira aqui o Guia Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) nos municípios: programas, projetos, planos e ações vinculados ao (MDHC), que traz as políticas de direitos humanos e de cidadania do governo federal em articulação com as prefeituras, com o objetivo de que elas alcancem as pessoas de todo o território nacional.

Leia mais...

Unifesp dá boas-vindas à 1.ª turma do curso de Licenciatura Intercultural Indígena

No dia 14 de março, foi realizada, no Campus Baixada Santista, a cerimônia de boas-vindas à 1.ª turma do curso de Licenciatura Intercultural Indígena (Lindi) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), iniciativa pioneira no Estado de São Paulo. A Lindi conta com um Conselho Político e é coordenada pela professora Valéria Macedo e vice-coordenada pelo professor Vinicius Demarchi Silva Terra, responsável pelo cerimonial do evento, que foi aberto com a apresentação do Coral Nhanderu Rembiguai, da Aldeia Paranapuã, do município de São Vicente/SP.

Leia mais...

Curso de especialização interdisciplinar em Saúde Estética e Cosmética prorroga inscrições

unifespsaudeesteticaecosmetica-inscprorrogadas.jpg

Leia mais...

INFORMES

Alteração da data de realização do Congresso Acadêmico da Universidade Federal de São Paulo

organização do Congresso Acadêmico da Universidade Federal de São Paulo informa o adiamento do evento, que estava originalmente previsto para ocorrer entre 20 e 24 de maio de 2024. As inscrições para o Congresso também estão suspensas, temporariamente.Essa decisão é decorrente da avaliação que a Comissão Organizadora** do Congresso Acadêmico fez em relação aos impactos da greve deflagrada pelos(as) técnicos(as) administrativos(as) em educação, docentes e discentes, e que, até o momento, não tem data prevista para término. A realização do evento em tais circunstâncias implica uma maior complexidade, exigindo mais tempo para os diálogos necessários e a devida pactuação com as três categorias de nossa instituição - o que inviabiliza seu acontecimento nas datas inicialmente propostas. Essa avaliação foi consensuada durante a reunião da Comissão Organizadora, realizada extraordinariamente no dia 02 de maio, com mais de 40 participantes.

Informamos que os trabalhos para a organização do evento estão avançados, e a Comissão Organizadora estará pronta para retomar o planejamento de imediato, assim que houver uma nova proposta de datas. Entendemos que o Congresso Acadêmico é um importante espaço de convívio e interlocução de nossa comunidade para a troca de conhecimentos, ideias, apresentação de projetos, pesquisas, atividades extensionistas e culturais. Nesta edição de 2024, celebrando os 10 anos do maior evento de nossa instituição, queremos garantir as condições para que toda a comunidade possa participar plenamente de uma programação intensa, vibrante e diversa.

Assim que houver a confirmação das novas datas de realização do Congresso, a divulgação será feita por meio dos canais oficiais da Universidade.

Atenciosamente,

Comissão Organizadora do 10.º Congresso Acadêmico

**A Comissão Organizadora do Congresso Acadêmico é composta pela Coordenação Colegiada, pela coordenação de cada comissão organizadora local (de cada unidade universitária), das coordenações dos diferentes programas e projetos institucionais, de representantes das pró-reitorias finalísticas, da Superintendência de Tecnologia da Informação e do Departamento de Comunicação Institucional.

 

Resultado final do PET-Saúde Equidade 2024

Confira aqui o resultado final da seleção dos estudantes para o PET-Saúde Equidade.

Leia mais...

Formulário de Mapeamento para Pessoas com Hipersensibilidade Auditiva

forms-neurodiverso_ha.jpg

Leia mais...

Resultado preliminar do PET-Saúde Equidade

Confira aqui o resultado preliminar da seleção dos estudantes para o PET-Saúde Equidade.

Leia mais...

Relação de estudantes inscritos para seleção do PET-Saúde Equidade

Clique aqui para conferir as relações de estudantes inscritos por curso para seleção do PET-Saúde Equidade. O horário e o link das entrevistas serão informados através do e-mail institucional registrado no formulário de inscrição. A duração máxima das entrevistas será de 15 minutos.

Leia mais...

destaques4.png

destaque-congressoacademico2024.jpg

TELEFONEUNIFESP.jpg

destaqueinstaunifesp.jpg 

acesso_rapido4.png

sua-unifesp.jpg

logo_sei_3.jpg

INGRESSOUNIFESP4.png

SECRETARIA_GRADUACAO.png

NAI_COLORIDO.png

NAE4.png

voluntarios2.png

CONTRATOS4.png

EDITAIS4.png

 

 

Métodos e Técnicas de Pesquisa em Biotecnologia

Nível: Mestrado
Docente responsável: Ana Claudia Muniz Renno
Departamento do docente responsável: Biociências
Frequência mínima obrigatória: 75%
Carga horária total: 60 horas – 4 créditos
Áreas Disciplinares abrangidas: Metodologia da pesquisa científica, redação técnica, estatística, epidemiologia, bioética.
Objetivos Gerais: Compreender os princípios que norteiam o desenvolvimento de um trabalho científico; desenvolver a capacidade de elaborar e executar projetos de pesquisa científica que atendam às prerrogativas da construção do conhecimento científico e intelectual da área de Biotecnologia; aprender a utilizar as ferramentas e técnicas de busca bibliográfica; ler, analisar e interpretar textos; discutir a estruturação dos pré-projetos formulados pelos alunos.
Ementa: Compreensão das origens e das características do pensamento científico. Entendimento da ciência cartesiana, suas potencialidades e seus limites, da crise epistemológica e da transição paradigmática, abarcando as novas formas de produção de conhecimento: inter, multi e trans-disciplinaridade. Introdução ao conhecimento básico da fundamentação metodológica, ética e operacional da investigação científica na área de Biotecnologia, com apresentação das abordagens quanti e qualitativas e dos diferentes tipos de desenhos de estudos. Instrumentalização dos alunos para a elaboração de projetos, bem como para a produção de relatórios de pesquisa e artigos científicos. Introdução às técnicas de análise estatística.
Conteúdo programático:
- Introdução à metodologia científica
- O modelo cartesiano e a crise na ciência
- Pesquisa epidemiológica
- Pesquisa qualitativa em nutrição
- Pesquisa experimental em nutrição
- Pesquisa clínica
- Ética/Bioética na pesquisa
- Diretrizes para a elaboração de projetos de pesquisa
- Formulação das hipóteses
- Elaboração dos procedimentos metodológicos e técnicos
- Estabelecimento do cronograma de pesquisa
- Logicidade do trabalho científico
- Métodos de pesquisa bibliográfica
- Vieses em desenhos de estudos (erro sistemático), erro randômico, fatores de confusão e interação
- Critérios de Causalidade
- Referências bibliográficas – Normatização
Avaliação: Apresentação de Projeto de Pesquisa
Bibliografia Básica:
Santos, AR. Metodologia científica: a construção do conhecimento. 6.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2004. 166.
Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12ª. ed. São Paulo: Hucitec; 2004.
Moraes, IN; Amato, ACM. Metodologia da pesquisa científica. São Paulo: Roca, 2007
Bibliografia Complementar:
Campana, AO. Metodologia da Investigação Científica aplicada à área biomédica. 1. O método científico. J Pneumol 1999; 25(1): 25-46.
Campana AO. Metodologia da investigação científica aplicada à área biomédica. 2. Investigações na área médica. J Pneumol 1999; 25(2): 84-93.
Haddad, N. Metodologia de estudos em ciências da saúde: como planejar, analisar e apresentar um trabalho científico. São Paulo: Roca, 2004.
Hulley, S et al. Delineando a pesquisa clínica: uma abordagem epidemiológica. [Designing clinical research]. 3.ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.
Marconi, MA; Lakatos, EM. Fundamentos de metodologia científica. 7.ed. São Paulo: Atlas, 2010
Vasconcelos, EM. Complexidade e pesquisa interdisciplinar: epistemologia e metodologia operativa. Petrópolis: Vozes, 2002
Medronho, RA et al. Epidemiologia. 2 ed. São Paulo: Atheneu, 2009.
Sagan C. O mundo assombrado pelos demônios: a ciência vista como uma vela no escuro. São Paulo: Companhia das Letras; 2006.
Morin E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 18ª. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.
Miller J, Deutsch J. Food studies: an introduction to research methods. New York: Berg; 2009.
Medronho RA. Epidemiologia. 2a. ed. São Paulo: Atheneu; 2009.
Minayo MCS, Sanches O. Quantitativo-Qualitativo: Oposição ou Complementaridade? Cad. Saúde Públ 1993; 9: 239-62.
Haddad N. Metodologia de estudos em ciências da saúde: como planejar, analisar e apresentar um trabalho científico. São Paulo: Roca; 2004.

 

Voltar