Vestibular Misto 2017- Manual do candidato

MANUAL DO CANDIDATO - Cursos que Optaram pelo Sistema Misto de Ingresso

Mensagem ao Candidato

A Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP tem orgulho de seu papel na formação acadêmica da população brasileira.

Inicialmente reconhecida pela qualidade em seus cursos da área da saúde, a UNIFESP desponta agora na formação de acadêmicos em exatas, humanas e biológicas.

Convidamos todos a construir seu futuro profissional conosco, ajudando no crescimento de nossa instituição e no desenvolvimento do futuro de nosso país.

Profa. Dra. Maria Angélica Pedra Minhoto

Pró-Reitora de Graduação

Sumário

  • A UNIFESP
  • Data de criação, sua história, seu crescimento acadêmico e científico, pesquisas, propostas de seus cursos.
  • Cursos Oferecidos
  • Cursos que optaram pelo Sistema Misto e quantitativo de vagas
  • Sistema Universal e Sistema de Reserva de Vagas (Cotas)
  • Segunda Opção de Curso
  • Candidatos por Experiência – “Treineiros”
  • Inscrições
  • Período, taxa de inscrição, inscrição de candidatos com necessidades especiais e efetivação da inscrição.
  • Informações sobre as provas
  • Convocação para as provas, calendário, estrutura das provas e informações sobre sua realização.
  • Critérios para Cálculo das Notas e da Classificação
  • Nota final, ordem de classificação e critérios de desempate.
  • Divulgação dos Resultados e Matrículas
  • Divulgação das datas da chamada, locais de matrícula e matrículas dos convocados.
  • Calendário
  • Datas das chamadas, declarações de interesse por vaga e confirmação obrigatória de matrícula
  • Documentos Exigidos para Matrícula
  • Informação de Desempenho
  • A informação de desempenho dos candidatos presentes às provas estará disponível na internet.
  • Programa das Disciplinas do Vestibular (Anexo I)
  • O que estudar. Conteúdo programático das disciplinas que será avaliado no Vestibular UNIFESP 2016.
  • Questionário Socioeconômico e Cultural (Anexo II)
  • Informações relativas a aspectos socioeconômicos e culturais realizadas pela UNIFESP.
  • Edital (Anexo III)
  • Normas para o Vestibular UNIFESP 2017.

A Universidade Federal de São Paulo

A Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP - é uma universidade pública federal dedicada ao ensino, à pesquisa e a atividades de extensão na comunidade. A UNIFESP, inicialmente uma universidade com cursos na área biológica e da saúde e hoje uma universidade plena, desenvolve atividades de todas as áreas do conhecimento em seis campi: São Paulo, Baixada Santista, Diadema, Guarulhos, São José dos Campos e Osasco.

Campus São Paulo

A Escola Paulista de Medicina foi criada em 1933 no bairro de Vila Clementino, na capital de São Paulo, onde também logo se instalou um curso de Enfermagem e construíu-se seu Hospital Universitário, o Hospital São Paulo. Na década de 60, somaram-se a estes os cursos de Biomedicina (atualmente denominado Ciências Biológicas, Modalidade Médica), de Fonoaudiologia e de Ortóptica, este último depois transformado em Tecnologia Oftálmica. Mais recentemente, agregou-se a este último os cursos de Tecnologia Radiológica e Tecnológico de Informática em Saúde. Em 1994, a Escola Paulista de Medicina transforma-se em Universidade Federal de São Paulo. A partir deste núcleo localizado na Vila Clementino, a EPM/UNIFESP veio a constituir-se em uma instituição de excelência no ensino de graduação, de pós-graduação e na produção de conhecimento. A quase totalidade de seu corpo docente é constituída de doutores, com significativa produção científica no cenário nacional e internacional, mantendo inúmeras ações de extensão dentre as quais se destaca a prestação gratuita de serviços de saúde à população da cidade de São Paulo.

Campus Baixada Santista

O Campus Baixada Santista ampliou, desde 2006, o compromisso histórico da Universidade com a área da saúde. Seus cursos de graduação em Educação Física, Fisioterapia, Nutrição, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional, oferecem uma formação profissional e científica sólida e propõem o desenvolvimento da competência para o trabalho em equipe, com projetos pedagógicos baseados na educação interprofissional, priorizando o aprender junto para entender o cotidiano do trabalho. A partir de 2011, vindo de encontro à vocação daquela região de nosso Estado, instalou-se na Baixada Santista o Instituto do Mar, passando a oferecer em 2012 o Bacharelado Interdisciplinar em Ciências do Mar.

Campus Diadema

O Campus Diadema é criado em 2007 com o propósito maior de fazer com que as Ciências Ambientais ocupem papel central na formação em Ciências Biológicas, Engenharia Química, Farmácia e Bioquímica, e Química. Em 2010, criam-se os cursos de Ciências Ambientais, Química Industrial e a Licenciatura Plena em Ciências, este visando formar professores de biologia, física, matemática e química para o ensino médio.

Campus Guarulhos

Também em 2007, cria-se um campus especificamente voltado para a área de humanidades no município de Guarulhos, instalando-se inicialmente licenciaturas e bacharelados em Ciências Sociais, Filosofia, História e Pedagogia. A estes, somam-se em 2009 os cursos de História da Arte e Letras, preparando profissionais aptos a atuar e refletir criticamente sobre o Brasil e o mundo, com uma formação sólida em cada área, mas habilitados para o diálogo interdisciplinar. Intensa atividade de pesquisa, estudo de línguas, leitura e interpretação de textos marcam a formação do aluno.

Campus São José dos Campos

O Instituto de Ciência e Tecnologia da Unifesp (ICT-UNIFESP), em São José dos Campos, foi implantado em 2007 levando em conta a inegável vocação científica e tecnológica instalada no Vale do Paraíba.

A partir de 2013 o ingresso no ICT passou a ser de maneira única para todos alunos de graduação, por meio do Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BCT). Este é um curso interdisciplinar com duração de três anos, no qual os alunos podem optar, após a sua conclusão, pela continuidade de seus estudos, matriculando-se em um dos cursos de especialização: Bacharelados em Biotecnologia, em Ciência da Computação e Matemática Computacional, além das Engenharias Biomédica, da Computação e de Materiais. 

O ICT mantém a tradição de excelência dos 80 anos da Unifesp com cursos de mestrado e doutorado reconhecidos pela Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes. Estão em curso o mestrado e doutorado em ciência e engenharia dos materiais e em biotecnologia, mestrado em ciência da computação e aguardam avaliação da Capes o mestrado em matemática em associação com a Unicamp.

Campus Osasco

O Campus Osasco teve suas atividades de graduação iniciadas em 2011 ofertando cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas e Relações Internacionais, baseados em uma concepção pedagógica alinhada com as mais modernas tendências mundiais, em face da qual equilibra-se a preocupação de fornecer ao aluno de graduação substrato para que saia apto para o mercado de trabalho e para novas imersões acadêmicas, sempre com consciência de seu papel social e de sua responsabilidade pública. A estes, soma-se em 2012 o curso de Ciências Atuariais com atuação que abrange o contexto técnico de avaliação e administração de riscos com aplicação de modelos e conceitos matemáticos, estatísticos, demográficos, financeiros e jurídicos no que tange ao cotidiano técnico das estruturas de seguros, previdência e finanças.

Cursos Oferecidos

Sistemas de Ingresso (Vestibulares) na UNIFESP

A Universidade Federal de São Paulo realizava seu próprio processo de seleção de novos alunos até 2009. Com a criação do ENEM/SiSU pelo MEC no fim daquele ano, o Conselho de Graduação da UNIFESP deu liberdade para que cada Comissão de Curso optasse entre duas formas de ingresso de seus estudantes: o Sistema de Seleção Unificado – SiSU – e o Sistema Misto. Ambos se utilizam do desempenho dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), porém o último o complementa com provas específicas.

Este Manual do Candidato refere-se apenas aos cursos que optaram pelo Sistema Misto de ingresso na UNIFESP.

O Sistema Misto conjuga duas notas para classificar os candidatos: a nota obtida no ENEM e a nota obtida nas Provas do Vestibular 2017 da UNIFESP.

Desta forma, o ENEM 2016 é indispensável para se inscrever no Vestibular 2017 da UNIFESP.

Cursos que optaram pelo Sistema Misto e Vagas

Campus / Curso / Turno / Duração

Sistema Universal

Reserva de Vagas (Cotas)

Total

*L1

*L2

*L3

*L4

CAMPUS DIADEMA - Ciências Biológicas (Bacharelado) - período integral - 8 semestres

25

8

5

7

5

50

CAMPUS DIADEMA - Engenharia Química (Bacharelado) - período integral - 10 semestres

25

8

5

7

5

50

CAMPUS DIADEMA - Engenharia Química (Bacharelado) - período noturno - 12 semestres

25

8

3

7

5

50

CAMPUS SÃO PAULO - Ciências Biológicas - Modalidade Médica (Bacharelado) - período integral - 4 anos

16

5

4

5

3

33

CAMPUS SÃO PAULO - Fonoaudiologia (Bacharelado) - período integral - 4 anos

18

5

4

5

4

36

CAMPUS SÃO PAULO - Medicina (Bacharelado) - período integral - 6 anos

60

20

11

19

11

121

TOTAL

169

54

32

50

33

340

O cálculo de vagas de reserva de vagas (cotas) segue a regra constante no capítulo IV da Portaria Normativa nº 18, de outubro de 2012

Legenda tipo da vaga:

*L1 – Candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)

* L2 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)

*L3 - Candidatos que, independentemente da renda (inciso II art. 14 da Portaria MEC nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)

*L4 – Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (inciso II art. 14 da Portaria MEC nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº12.711/2012)

Cursos do Campus Diadema

Ciências Biológicas

Bacharelado

Ano de Criação: 2007

Área do Conhecimento: Biológicas

Duração: 8 semestres

Período integral

Número de vagas: 25 vagas (Sistema Universal) + 25 vagas (Sistema de Reservas de Vagas (Cotas) - Lei Nº 12711/12)

O curso pretende formar um profissional capacitado em ciências moleculares, celulares e fisiológicas, genética e evolução, botânica, zoologia e ecologia, capaz de entender as complexas relações entre os organismos biológicos e o meio ambiente e consciente da necessidade de atuar com qualidade e responsabilidade em prol da conservação e manejo da biodiversidade e, com isso, contribuir para o desenvolvimento sustentável.

Este profissional recebe uma formação integral através de um ciclo básico, a fim de capacitá-lo nas áreas das Ciências Físicas, Químicas e da Terra fornecendo habilidades e competências para planejar integradamente ações de preservação e recuperação ambiental com profissionais de diferentes especialidades.

O Curso está estruturado de forma a possibilitar a integração dos conteúdos do ciclo básico àqueles do ciclo complementar.

Para isso serão utilizadas metodologias de ensino que adotam a discussão de problemas, inserção de novas tecnologias específicas da área, assim como de informação e comunicação, estimulando o aluno a ter uma postura ativa frente à construção do conhecimento.

Será fundamental o estímulo a Iniciação Científica.

Engenharia Química

Bacharelado

Ano de Criação: 2007

Área do Conhecimento: Exatas

Período integral

Duração: 10 semestres

Número de vagas: 25 vagas (Sistema Universal) + 25 vagas (Sistema de Reservas de Vagas (Cotas) - Lei Nº 12711/12)

Período noturno

Duração: 12 semestres

Número de vagas: 25 vagas (Sistema Universal) + 25 vagas (Sistema de Reservas de Vagas (Cotas) - Lei Nº 12711/12)

Formação de profissional com capacidade analítica e sólidos conhecimentos de química em toda sua dimensão, que possa entender concomitantemente planejamento relacionado ao ambiente e ao homem que o integra.

Assim, o engenheiro químico poderá se dedicar à produção de produtos químicos e biológicos, ao controle de qualidade do produto acabado, uso desses produtos em processos terciários, introduzir processos de produção não poluentes dentro do conceito de “Química Verde” e, ainda coordenar o planejamento de ações que permitam diminuir o risco de contaminação humana e ambiental durante os processos mencionados neste item e no anterior. Estará qualificado também para ações de recuperação de qualidade de vida da população em ações que diminuam ou evitem a contaminação provinda de indústrias químicas em geral.

O Curso de verá ser estruturado em módulos integrados, com metodologia de ensino que adota a discussão de problemas, inserção de novas tecnologias específicas da área, assim como de informação e comunicação, estimulando o aluno a ter uma postura ativa frente à construção do conhecimento. Será fundamental o estímulo a Iniciação Científica.

Observação:

Devemos salientar que os alunos das quatro modalidades deverão ter interfaces químicas, biológicas, éticas e de planejamento dentro do curso, onde deverão entender problemas propostos por colegas de profissões diferentes, no entanto voltadas a um interesse comum: o desenvolvimento sustentável.

Os dois primeiros anos serão dedicados ao ensino integrado de processos biológicos e químicos, com ênfase diferencial para cada um dos profissionais em formação, lembrando os aspectos comuns entre todos eles. Nos anos subsequentes será completada a formação dos alunos com as disciplinas específicas de cada área e introduzidos os estágios de Iniciação Científica e / ou treinamento profissional em empresas, sempre baseados em projetos de trabalho pré-definidos e acompanhados por tutor docente.

Cursos do Campus São Paulo

Ciências Biológicas - Modalidade Médica

Bacharelado

Ano de Criação: 1966

Área do Conhecimento: Biológicas

Duração: 4 anos

Período integral

Número de vagas: 16 vagas (Sistema Universal) + 17 vagas (Sistema de Reservas de Vagas (Cotas) - Lei Nº 12711/12)

O curso de Ciências Biológicas - Modalidade Médica da UNIFESP abre perspectivas ao amplo conhecimento dos aspectos básicos da biologia humana, dos processos patológicos e das abordagens diagnósticas e terapêuticas aplicadas na medicina.

O curso, implantado em 1966 pela Escola Paulista de Medicina, atual UNIFESP, foi pioneiro no país nessa área fundamental às Ciências da Saúde. Seu objetivo era formar profissionais para o exercício da docência e pesquisa nas diferentes disciplinas básicas da medicina.

Com duração de quatro anos em período integral, o curso da UNIFESP proporciona bem mais do que aulas teóricas e práticas multidisciplinares. Os alunos têm a oportunidade de estabelecer contato direto e permanente com os nossos professores e pesquisadores, o que permite o aprofundando de seus conhecimentos.

Durante os cinco primeiros semestres são ministradas aulas teórico-práticas das diferentes disciplinas da área biomédica como Biologia Celular, Biologia Molecular, Anatomia, Histologia, Embriologia, Biofísica, Bioquímica, Matemática, Física, Físico-Química, Fisiologia, Psicobiologia, Genética, Microbiologia, Imunologia, Parasitologia, Patologia, Farmacologia, Análises Clínicas, Informática em Saúde, Bioestatística, Filosofia da Ciência e Ética.

No sexto semestre os alunos optam por disciplinas eletivas, de caráter multidisciplinar, para aprofundamento e atualização do conhecimento teórico-prático nas áreas de interesse. Além dos cursos eletivos o estudante realiza estágio prático em laboratório de Análises Clínicas ou áreas afins.

Nos dois últimos semestres, o estudante realiza estágio curricular obrigatório, em tempo integral, para desenvolvimento de projeto de pesquisa de sua escolha, orientado por professores ou pesquisadores credenciados em um dos diferentes laboratórios da UNIFESP ou de outras Universidades ou Institutos de Pesquisa, previamente aprovados pela Comissão Curricular do Curso.

Este é o primeiro passo para alunos interessados em continuar sua formação acadêmica em cursos de pós-graduação dentro ou fora da Instituição.

Desde os primeiros anos do curso os alunos têm a oportunidade de participar de atividades de iniciação científica dentro de laboratórios da UNIFESP, onde podem acompanhar ou desenvolver projetos de pesquisa.

Esses projetos são frequentemente apresentados pelo próprio estudante em congressos científicos. Muitas vezes esses projetos resultam em trabalhos publicados em revistas científicas de divulgação nacional e internacional.

Os alunos graduados poderão também exercer atividades profissionais em institutos de pesquisa e em empresas da iniciativa privada ligadas à área biomédica como a indústria farmacêutica e laboratórios de Análises Clínicas. Sobretudo, poderão exercer atividades de pesquisa e docência em instituições de ensino de nível superior, nas diferentes áreas da biomedicina.

Fonoaudiologia

Bacharelado

Ano de Criação: 1968

Área do Conhecimento: Biológicas

Duração: 4 anos

Período integral

Número de vagas: 18 vagas (Sistema Universal) + 18 vagas (Sistema de Reservas de Vagas (Cotas) - Lei Nº 12711/12)

O fonoaudiólogo é o profissional capacitado para atuar no processo de comunicação do ser humano nas suas etapas de aquisição, desenvolvimento e abrangência, quer nas suas manifestações de normalidade quer nos seus distúrbios. Para tal necessita compreender o indivíduo em relação à sua história de vida, sua situação em relação ao distúrbio que o acomete e seu contexto sócio-cultural. O fonoaudiólogo trabalha em área limite com a educação (didática e pedagógica), com a medicina (saúde pública, otorrinolaringologia, foniatria, neurologia, psiquiatria, pediatria), com a odontologia (ortodontia), com a psicologia (clínica e pesquisa) e deve, por isto, na sua formação profissional adquirir conhecimentos de ciências biológicas, morfológicas e fisiológicas, ciências médicas, odontológicas, ciências humanas, sociais e políticas, ciências físicas, conhecimentos de educação, didática, de linguística, filosofia, teoria do conhecimento, além de conhecimentos específicos de voz, fala, audição e linguagem do ser humano.

O objetivo do curso é formar profissional qualificado para promover a saúde no processo de comunicação humana, em atuação interdisciplinar, e para exercer o ensino e a pesquisa nesta área. Com duração de quatro anos o curso é estruturado em ciclos: Básico (Unificado e Específico no primeiro ano), Integrado Profissionalizante (segundo ano e primeiro semestre do terceiro ano) e de Treinamento Profissionalizante (segundo semestre do terceiro ano e quarto ano).

- Ciclo Básico Unificado

Tem como objetivo fornecer conhecimentos fundamentais do ser humano sadio quanto à formação, desenvolvimento, constituição e funcionamento (anatomia, fisiologia, neurofisiologia, histologia, embriologia, biofísica, bioquímica e genética), das áreas de atuação da fonoaudiologia (voz, fala, audição e linguagem), assim como da metodologia científica envolvida.

- Ciclo Básico Unificado Específico

Tem como objetivo fornecer conhecimentos do processo de aquisição, desenvolvimento e abrangência da linguagem humana. Este ciclo inclui as disciplinas de Língua Nacional (para aprimorar a expressão oral e escrita dos alunos), de Pedagogia Especial e Psicologia Geral (com o objetivo de atender crianças, visando oferecer condições para seu desenvolvimento físico, emocional e cognitivo) e de Introdução à Audiometria (cujo objetivo é estabelecer elo entre a Acústica Física e a Audiologia).

Além disso, inclui-se neste ciclo o treinamento auditivovocal e a observação do comportamento.

- Ciclo Integrado Profissionalizante

Objetiva formação multidisciplinar e está dividido em cinco unidades curriculares:

• conceito de linguagem humana, processos e etapas de aquisição e desenvolvimento global da criança sadia;

• introdução a critérios e métodos de avaliação;

• caracterização e procedimentos de avaliação dos distúrbios da comunicação humana;

• terapia dos distúrbios da comunicação humana;

• prevenção dos distúrbios da comunicação humana.

Procura-se neste ciclo transmitir ao aluno o Método Fonoaudiológico: relação terapeuta-paciente (contato e empatia); a terapia como atividade pedagógica, educacional; a participação do fonoaudiólogo em equipe multi-profissional de terapia; o registro, documentação e acompanhamento da evolução de terapias; terapia como recurso de diagnóstico e prognóstico e fundamentação teórica e treinamento prático nos principais métodos e técnicas de terapia dos distúrbios da fonoarticulação (voz e fala) e da linguagem oral e gráfica. Para atuar na prevenção dos distúrbios da comunicação humana, o aluno deve conhecer as condições sócio-culturais da criança brasileira e criar condições favoráveis para que a comunicação se desenvolva de forma adequada.

As áreas de conhecimento incluem: Prevenção em Fonoaudiologia e Audiologia, Fonoaudiologia Escolar e Educacional, Audiologia Educacional, Saúde Pública, Teorias da Educação, Linguística, Psicologia e Ética Profissional.

- Ciclo de Treinamento Profissionalizante

Treinamento prático em procedimentos clínicos cotidianos específicos da área visando instruir, capacitar, habilitar e qualificar o aluno ao exercício da Fonoaudiologia.

Medicina

Bacharelado

Ano de Criação: 1933

Área do Conhecimento: Biológicas

Duração: 6 anos

Período integral

Número de vagas: 60 vagas (Sistema Universal) + 61 vagas (Sistema de Reservas de Vagas (Cotas) - Lei Nº 12711/12)

O graduado em Medicina é um profissional com domínio das ciências biológicas - dos eventos moleculares à anatomia - com especial apreço pela vida humana, pelas pessoas - suas necessidades e sofrimentos - compreendendo-as como sujeitos que fazem parte de um contexto social, cultural e histórico.

O objetivo do curso é formar um médico com conhecimento científico sólido e responsabilidade social. Para atingir este objetivo, durante a graduação o universitário tem acesso a um vasto conhecimento que vai desde as Bases Morfológicas até a complexa interação de conhecimentos necessários para a atenção aos pacientes.

Isso lhe permite pesquisar, prevenir, diagnosticar, tratar e orientar satisfatoriamente portadores de doenças e, também, compreender a dimensão psicológica e social do processo saúde-doença. Essa formação profissional é, desde o início do curso, norteada pela prática ética.

O currículo nuclear é estruturado em módulos temáticos, nos quais diferentes disciplinas são passadas ao aluno de forma integrada. A duração do curso é de seis anos, divididos em três ciclos: Básico (1º e 2º séries), Profissionalizante (3º e 4º séries) e Internato (5º e 6º séries).

O Curso está estruturado de forma a proporcionar conhecimento científico sólido, sem esquecer, entretanto, que o bom médico deve combinar técnicas científicas com compaixão e responsabilidade social. Desde o princípio do curso, busca-se ensinar ao aluno as responsabilidades e qualidades humanísticas que envolvem ajuda ao paciente:

• no sofrimento;

• na doença;

• no envelhecimento;

• nas interações com a família;

• na interação com outros profissionais da área de saúde;

• nas interações com a comunidade.

A análise criteriosa da situação do ensino, em todas as áreas do conhecimento abordadas durante o curso médico da UNIFESP, mostrou uma necessidade imediata da adequação do currículo, visando uma melhoria nas missões e funções da educação médica. Alguns aspectos fundamentais necessitam reformulações, visando à formação de um médico com pensamento crítico e criatividade, educado para a cidadania e para a participação plena na sociedade.

Em 1997, foi implantado o novo currículo médico, denominado Currículo Nuclear como ponto de partida para as transformações que acreditamos necessárias para o preparo do médico cidadão deste milênio.

Assim, salientamos alguns aspectos que foram priorizados no novo currículo:

• integração e compatibilização das disciplinas;

• elenco de disciplinas eletivas;

• tempo pró-aluno (um período por semana);

• introdução dos recursos de Informática no ensino e nas habilidades;

• sistemática de avaliação do Currículo Nuclear.

O Currículo Nuclear é dividido em três ciclos:

• Ciclo Básico (1ª e 2ª séries) constituído pelas seguintes Unidades Curriculares: 1ª série - Bases Morfológicas da Medicina, Organização Funcional do Corpo Humano, Observação das Práticas Médicas (observação de diferentes ambientes de prática profissional e discussões), Psicologia Médica, Saúde Coletiva: Política de Saúde no Brasil e o Sistema Único de Saúde, Suporte Básico de Vida e Primeiros Socorros: Cardiologia, Unidade de Cuidados Intensivos, Introdução às Técnicas Básicas. 2ª série - Bases da Medicina Celular e Molecular, Epidemiologia, Bioestatística, Sociologia Médica, Psicologia Médica, Educação e Comunicação em Saúde, Farmacologia e Psicobiologia, Anatomia Patológica, Semiologia Integrada, Atendimento Pré-Hospitalar, disciplinas eletivas.

• Ciclo Profissionalizante (3ª e 4ª séries) constituído pelas seguintes Unidades Curriculares: 3ª série – Semiologia do Adulto e da Criança, Epidemiologia, Genética Médica, Fundamentos em Oncologia, Infectologia, Bases da Medicina por Sistemas e Aparelhos, Anatomia Topográfica, disciplinas eletivas. 4ª série

- Bases da Medicina por Sistemas e Aparelhos, Infectologia, Geriatria, Oftalmologia, Medicina Legal, disciplinas eletivas.

• Internato (5ª e 6ª séries) - estágios em Serviços Hospitalares de diferentes níveis de complexidade (Enfermarias, Emergências, Ambulatórios) e em Unidades de Atenção Básica nas seguintes áreas: Medicina do Adulto, da Criança e do Adolescente, Ginecologia, Obstetrícia, Saúde Mental, Medicina Preventiva e Especialidades Clínicas e Cirúrgicas, Suporte Avançado de Vida em Cardiologia.

É esperado que o médico formado pela UNIFESP apresente, ao concluir seu curso, o seguinte perfil:

• conhecimento das bases da medicina molecular e celular;

• conhecimento da estrutura e função de órgãos, sistemas e aparelhos que permita acompanhar processos fisiológicos e de doença;

• entendimento crítico de princípios diagnósticos e terapêuticos que possibilitem o exercício profissional baseado na melhor evidência médico-científica;

• competência para diagnosticar, tratar e orientar portadores das doenças mais prevalentes, reconhecendo os limites de sua ação;

• habilidades básicas específicas da profissão;

• compreensão das dimensões biológica, psicológica,

social, assim como individual e populacional do processo saúde-doença;

• conhecimentos básicos de promoção da saúde e prevenção da doença;

• capacidade de trabalhar em equipes multidisciplinares;

• competência para desempenho profissional ético;

• estágios realizados em serviços hospitalares e unidades básicas de saúde, sob supervisão docente;

• conhecimento do método científico;

• treinamento em pesquisa através de programas de iniciação científica.

ATENÇÃO!!!!

Os demais Cursos da UNIFESP terão seu ingresso pelo SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADO – SiSU, BASEADO EXCLUSIVAMENTE NO ENEM 2016.

O processo seletivo de 2017 para os cursos da UNIFESP que aderiram a este sistema de seleção, dar-se-á em fase única, exclusivamente com base no ENEM 2016.

1. Este processo de seleção oferecerá um total de 2649 (duas mil seiscentas e quarenta e nove) vagas distribuídas entre os cursos de graduação especificados no site do Vestibular UNIFESP: (http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/).

2. Regras a respeito dos pesos das provas e notas mínimas para cada curso serão definidas em editais complementares que serão oportunamente postados no site do Vestibular UNIFESP.

Sistema Universal e Sistema de Reserva de Vagas (Cotas)

O Vestibular 2017 da UNIFESP será realizado por dois sistemas de preenchimento de vagas: o Sistema Universal e o Sistema Reserva de Vagas (Cotas);

Todos os candidatos que se inscreverem para o Vestibular 2017 da UNIFESP estarão concorrendo pelo Sistema Universal, independentemente de fazerem a opção pelo Sistema de Reserva de Vagas (Cotas).

Nos termos da Lei nº 12.711/12 poderão se candidatar às vagas de cotas, os estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (municipais, estaduais ou federais), sendo que 50% (cinquenta por cento) delas serão destinadas aos candidatos oriundos de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita, e parte destas distribuídas aos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas;

Obedecendo à Lei nº 12.711/12 e a decisão do Conselho de Graduação da UNIFESP em sua Reunião de 19/08/2015, a Universidade Federal de São Paulo ofertará para o Vestibular 2017, 50% (Cinquenta por cento) de suas vagas para o Sistema de Reserva de Vagas (Cotas).

Segunda opção de curso

O candidato poderá assinalar na ficha de inscrição até duas opções de cursos, dentre os relacionados na tabela de cursos de graduação para o Vestibular 2017 da UNIFESP.

Os candidatos que assinalaram na ficha de inscrição uma segunda opção de curso somente serão convocados em sua segunda opção de curso se:

- não tiverem sido convocados em sua primeira opção de curso, independentemente de matrícula;

- todos os candidatos que optaram por aquele curso como primeira opção tenham sido convocados para - matrícula e ainda restarem vagas remanescentes;

Candidatos matriculados na segunda opção de curso, se convocados posteriormente para o curso de sua primeira opção, poderão realizar a transferência definitiva da matrícula para o curso de sua primeira opção.

Candidatos por Experiência ou “Treineiro”

É considerado “treineiro” o candidato que se inscreve para o vestibular e que não concluirá o Ensino Médio (ou equivalente) até o final do ano letivo de 2016. Consequentemente, estes candidatos não terão direito à matrícula em qualquer curso de graduação da UNIFESP e suas notas ou classificação não terão qualquer eficácia.

Os Candidatos por Experiência (“treineiros”) serão classificados em lista específica, separada e independente da lista classificatória dos candidatos ao ingresso na UNIFESP.

Ao candidato por experiência será dado o mesmo tratamento previsto para os demais candidatos quanto:

- ao local de aplicação das provas;

- aos horários de entrada e saída do local de exame;

- à correção de todas as provas;

- ao cálculo das notas;

- à informação de desempenho nas provas, pela internet.

Inscrições

Para efetuar a inscrição no Vestibular 2017 da UNIFESP, o candidato obrigatoriamente deverá estar inscrito no Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2016.

No momento da inscrição o candidato poderá optar por dois cursos (primeira e segunda opção) e, caso preencha os requisitos, poderá optar pelo Sistema de Cotas.

A inscrição acontecerá exclusivamente pela internet, no endereço: http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/.

O pagamento da taxa de inscrição poderá ser feito em qualquer agência bancária, banco eletrônico e/ou agência lotérica mediante ficha de compensação bancária que será gerada ao término da inscrição.

Período e Taxa

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, das 09 horas de 19 de setembro às 15 horas de 21 de outubro de 2016 (horários de Brasília), no endereço http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/, com o pagamento, impreterivelmenteaté a data de 21 de outubro de 2016, por meio de ficha de compensação, da taxa de R$ 129,00 (Cento e Vinte e Nove) reais, em qualquer agência bancária, banco eletrônico e/ou agência lotérica.

Efetivação da Inscrição

A inscrição para o Vestibular da UNIFESP somente será efetivada após o candidato:

a) preencher a ficha de inscrição e o questionário, disponíveis no site anteriormente citado.

b) efetuar o pagamento da taxa de inscrição, por meio de ficha de compensação.

Preenchimento da Ficha de Inscrição

O preenchimento da Ficha de Inscrição é de responsabilidade exclusiva do candidato, que deverá:

indicar a opção de curso;

indicar, se desejar, a 2ª opção de curso, conforme tabela de cursos oferecidos;

indicar a cidade onde deseja realizar as provas;

responder o questionário socioeconômico e cultural;

fornecer os dados pessoais;

fornecer o endereço de sua residência.

Nome do candidato

Digitar o nome completo. Se o espaço não for suficiente, abreviar um nome do meio, sem usar ponto.

Data de nascimento

Preencher com o dia, o mês e o ano de nascimento.

Documento de identidade

Digitar o número e indicar o Estado de origem.

Se o documento foi expedido pelas Forças Armadas, substituir a sigla do Estado pelos códigos EX, AE e MM para, respectivamente, Exército, Aeronáutica e Marinha.

Se for estrangeiro não naturalizado, indicar o número do passaporte e preencher TT no campo correspondente à sigla do Estado.

CPF (Cadastro de Pessoas Físicas)

O candidato deverá indicar o seu próprio número.

Aquele que ainda não o possui deverá consultar o site www.receita.fazenda.gov.brpara informações de como obtê-lo.

Sexo

Informar o sexo.

Endereço

Fornecer o endereço da residência. É importante que seja servido por correio (chácaras, sítios e fazendas, por exemplo, se não forem servidos pelo correio, deverão ter Caixa Postal).

O endereço deve ser completo, incluindo-se o número da casa/apartamento e o código de endereçamento postal (CEP).

Não informar o endereço de um domicílio onde o candidato estará morando temporariamente durante as inscrições.

Todo e qualquer comunicado oficial da UNIFESP será enviado ao endereço fornecido na Ficha de Inscrição.

Telefone

Preencher o número do telefone da residência, ou um número para recados.

Não se esquecer de preencher o DDD da cidade. Não informar número de telefone de domicílio temporário.

Opção de curso

Escolher o curso em 1ª opção e, se desejar, a 2ª opção. Ver tópico: “Tabela de Cursos Oferecidos e Vagas”.

Cidade de realização das provas

As provas serão realizadas nas cidades de Bauru, Campinas, Diadema, Guarulhos, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Osasco, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

Selecionar a cidade onde desejar realizar as provas.

Não será permitida a realização das provas em cidade diferente da que foi selecionada na Ficha de Inscrição.

Número de Inscrição no ENEM 2016

No ato da inscrição, o candidato deverá indicar seu número de inscrição no ENEM 2016, pois a parte objetiva desta prova (180 questões), sem a variação da Teoria da Resposta ao Item - TRI, será obrigatoriamente aproveitada para fins de apuração de critério de classificação.

Informações sobre o ENEM podem ser obtidas pelo telefone 0800 616161 (Central de Atendimento do Ministério da Educação) e pela internet (http://enem.inep.gov.br/).

Declaração

Ler a declaração.

Ao se inscrever, o candidato declara que:

- leu o Manual do Candidato e concorda com as normas estabelecidas para o Vestibular;

- está ciente de que é indispensável a apresentação do Certificado de Conclusão do Ensino Médio, caso seja convocado para efetuar matrícula;

- está ciente que em conformidade com o artigo 2º da Lei nº 12.089, de 11 de novembro de 2009, é expressamente proibido uma mesma pessoa ocupar, na condição de estudante, simultaneamente, no curso de graduação, duas vagas, no mesmo curso ou em cursos diferentes em uma ou mais de uma instituição pública de ensino superior em todo o território nacional.

- está ciente de que não haverá revisão, nem vista das suas provas.

Sistema de Reserva de Vagas (Cotas)

O candidato deverá informar se deseja concorrer ou não pelo Sistema de Reserva de Vagas (Cotas).

Para isto, informará que cursou todas as séries do ensino médio integralmente em escola pública e que preenche os critérios descritos na Lei 12.711/12 optando, por uma das 4 opções de Reserva de Vagas – Cotas.

As vagas reservadas serão preenchidas segundo a ordem de classificação, de acordo com as notas obtidas pelos estudantes, dentro de cada um dos seguintes grupos de inscritos, obedecendo ao Artigo 14 da Portaria Normativa Nº 18/2012 do Ministério da Educação:

I - estudantes egressos de escola pública, com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 (um vírgula cinco) salário-mínimo per capita:

a) que se autodeclararam pretos, pardos e indígenas;

b) que não se autodeclararam pretos, pardos e indígenas.

II - estudantes egressos de escolas públicas, com renda familiar bruta superior a 1,5 (um vírgula cinco) salário mínimo per capita:

a) que se autodeclararam pretos, pardos e indígenas;

b) que não se autodeclararam pretos, pardos e indígenas.

III - demais estudantes;

A UNIFESP assegurará a reserva das vagas eventualmente remanescentes de acordo com a Lei Nº 12.711/2012, adotando sistemática de convocação que considere primeiramente a classificação geral dos candidatos e, posteriormente, a classificação dos que se candidataram às vagas reservadas na forma da Lei Nº 12.711/2012;

No caso de não preenchimento das vagas reservadas aos autodeclarados pretos, pardos e indígenas, aquelas remanescentes serão preenchidas pelos estudantes que tenham cursado integralmente o ensino fundamental ou médio, conforme o caso, em escolas públicas, da forma determinada pelo Artigo 15 da Portaria Normativa Nº 18/2012 do Ministério da Educação:

I - as vagas reservadas para o grupo de estudantes indicado na alínea "a" do inciso I do item 5.8 do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP serão ofertadas, pela ordem:

a) aos estudantes do grupo indicado na alínea "b", do inciso I do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2016 - UNIFESP; e

b) restando vagas, aos estudantes do grupo indicado no inciso II do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP, prioritariamente aos estudantes de que trata a alínea "a" do mesmo inciso;

II - as vagas reservadas para o grupo de estudantes indicado na alínea "b", do inciso I do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP serão ofertadas, pela ordem:

a) aos estudantes do grupo indicado na alínea "a", do inciso I do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP; e

b) restando vagas, aos estudantes do grupo indicado no inciso II do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP, prioritariamente aos estudantes de que trata a alínea "a" do mesmo inciso;

III - as vagas reservadas para o grupo de estudantes indicado na alínea “a”, do inciso II do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP serão ofertadas, pela ordem:

a) aos estudantes do grupo indicado na alínea "b", do inciso II do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP; e

b) restando vagas, aos estudantes do grupo indicado no inciso I do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP, prioritariamente aos estudantes de que trata a alínea "a" do mesmo inciso;

IV - as vagas reservadas para o grupo de estudantes indicado na alínea "b", do inciso II do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP presente Edital serão ofertadas, pela ordem:

a) aos estudantes do grupo indicado na alínea "a", do inciso II do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP; e

b) restando vagas, aos estudantes do grupo indicado no inciso I do item 5.8. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 - UNIFESP, prioritariamente aos estudantes de que trata a alínea a do mesmo inciso;

Na inexistência de candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas classificados, as vagas por eles não ocupadas serão preenchidas por candidatos que tenham cursado o ensino médio exclusivamente em escolas públicas (municipais, estaduais ou federais), independentemente da etnia;

Na inexistência de candidatos oriundos de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita classificados, as vagas por eles não ocupadas serão preenchidas por candidatos que tenham cursado o ensino médio exclusivamente em escolas públicas (municipais, estaduais ou federais), independentemente da renda;

Vagas não preenchidas pelo Sistema de Reserva de Vagas (Cotas) por inexistência de classificados, serão destinadas aos demais candidatos, ainda não convocados, do Sistema Universal;

Cancelamento de Inscrições

Serão canceladas as inscrições quando ocorrerem os seguintes casos:

1º - Candidatos que efetivarem mais de uma inscrição ao Vestibular UNIFESP 2017.

2º - Não pagamento da taxa de inscrição.

Inscrição de candidatos com deficiência ou mobilidade reduzida

Candidato que necessite de condições especiais para realização das provas deverá, além de se inscrever pela internet e declarar a sua necessidade na ficha de inscrição, enviar pelo correio, em um único envelope postado até 21 de outubro de 2016, os seguintes documentos:

I. Cópia da ficha de compensação bancária acompanhada do respectivo comprovante de pagamento da taxa.

II. Laudo detalhado, em separado, contendo datas, desenvolvimento e evolução da deficiência ou à condição específica que deverá ser emitido por um especialista na área ou por uma equipe multidisciplinar nos casos discriminados nos itens abaixo:

1 – No caso de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDAH, por uma equipe formada por um psicólogo ou pedagogo com especialização em psicopedagogia e um médico psiquiatra ou neurologista.

2 – No caso de dislexia, por uma equipe formada por neurologista, psicólogo, fonoaudiólogo;

a) O Laudo deverá estar em papel timbrado e ter data de emissão inferior a 01 (um) ano da data da inscrição para as provas do Sistema Misto de Seleção do Vestibular UNIFESP 2017;

b) O Laudo deverá conter a descrição da deficiência e o Código Internacional de Doenças (CID) ou Classificação Internacional de Funcionalidades (CIF), referente à deficiência ou à condição específica;

c) O Laudo deverá conter a indicação das condições especiais necessárias para a realização da prova devidamente fundamentada pelos profissionais;

III. Declaração da escola onde o candidato cursou o ensino médio atestando que usufruiu de recursos específicos ou uma justificativa, no caso de o candidato não ter usufruído de recursos específicos no ensino médio.

IV. O candidato que não anexar os documentos discriminados nos incisos I, II e III do item 3.11 do Edital 12/2016 ou que tiver sua solicitação de condições especiais indeferida, deverá realizar as provas nas mesmas condições dos demais candidatos.

Endereço da VUNESP para envio: Rua Dona Germaine Burchard, 515, Água Branca, São Paulo, SP, CEP 05002-062. Anotar no envelope: Vestibular UNIFESP 2017 (Provas Especiais);

Isenção da taxa de inscrição

A UNIFESP oferecerá o benefício da isenção de taxa de inscrição às pessoas que preencham os requisitos especificados no ato convocatório específico (Edital de Convocação para Pedido de Isenção da Taxa de Inscrição para o Vestibular 2017);

Informações sobre as Provas

Convocação para as Provas

A partir do dia 21de novembro de 2016, o cartão de convocação estará disponível para consulta e impressão no site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/, sendo a impressão do mesmo de inteira responsabilidade do candidato.

No Cartão constarão os seguintes dados do candidato: número de inscrição; nome; número do documento de identidade; curso(s) escolhido(s); número de inscrição no ENEM 2016; endereço da escola onde deverá realizar as provas; datas e horários das provas e informações gerais.

O candidato também poderá obter informação sobre o local de prova pela central de atendimento – Disque Vunesp (11) 3874-6300, em dias úteis, das 8 às 20 horas.

Não haverá envio da convocação pelos correios ou quaisquer outros meios.

O candidato é responsável pela conferência de todos os dados. Se houver dado incorreto, o candidato deverá corrigi-lo até 20/12/2016 no site www.vunesp.com.br.

A correção refere-se a erros nos dados pessoais do candidato e não à alteração de opção de curso(s) e de local de prova.

Calendário das Provas

1º DIA

15.12.2016, 5ª feira

Prova de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Redação

Horários:

- ingresso no prédio: 13h

- fechamento dos portões e início da prova: 14h

2º DIA

16.12.2016, 6ª feira

Prova de Conhecimentos Específicos

Horários:

- ingresso no prédio: 13h

- fechamento dos portões e início da prova: 14h

Os portões da escola serão fechados às 14 horas. Não serão admitidos retardatários.

Estrutura das Provas

Prova de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Redação.

Esta prova constará de 30 questões de Língua Portuguesa e de 15 questões de Língua Inglesa, sob a forma de testes de múltipla escolha, com 5 alternativas.

Constará, também, de uma redação em Língua Portuguesa, de gênero dissertativo.

Prova de Conhecimentos Específicos

Esta prova constará de 20 questões, sob a forma discursiva, distribuídas pelas disciplinas de Biologia (5 questões); Química (5 questões); Física (5 questões) e Matemática (5 questões).

Informações sobre a realização das Provas

Local e horário

As provas serão realizadas na cidade que o candidato indicou na Ficha de Inscrição, no endereço indicado no Cartão de Convocação disponibilizado no endereço: http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/ . Recomenda-se ao candidato comparecer ao local de exame, às 13 horas, quando terá início o ingresso no prédio.

Os portões do prédio serão fechados às 14h. Não serão admitidos retardatários.

Tempo de prova

O tempo de duração de cada prova será de 4 horas. A saída do prédio será permitida somente depois de decorridas 3 (três) horas e 30 (trinta) minutos do início de cada prova.

Identificação

O candidato deverá exibir, em todas as provas, original de um dos seguintes documentos de identificação:

- Cédula de Identidade (RG);

- Carteira Nacional de Habilitação, expedida nos termos da Lei Federal nº 9.503/97;

- Certificado Militar;

- Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);

- Passaporte;

- Carteiras de Identidade expedidas pelas Forças Armadas, Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares;

- Carteira de Órgão ou Conselho de Classe.

Observações:

1. Somente será admitido na sala ou local de prova o candidato que apresentar um dos documentos citados desde que permita, com clareza, a sua identificação. Não serão aceitos documentos expedidos na infância que não permita identificar a assinatura e a foto do candidato.

2. Será considerado ausente e eliminado o candidato que apresentar protocolo, cópia dos documentos, ainda que autenticada ou quaisquer outros documentos não citados, inclusive carteira funcional de ordem pública ou privada.

3. A Vunesp efetuará filmagem nas salas de provas, como recurso adicional para evitar fraudes. As imagens serão preservadas na forma da lei.

4. A Vunesp reserva-se o direito de efetuar procedimentos adicionais de identificação, a fim de garantir a plena integridade do processo.

Restrição a relógios, outros aparelhos e vestuário

Durante as provas não será permitida a utilização de nenhum aparelho eletrônico, tais como calculadora, telefone celular, relógio, reprodutor de áudio de qualquer natureza ou de qualquer material que não seja o fornecido pela Fundação VUNESP, nem uso de protetor auricular, boné, gorro, chapéu e óculos de sol.

Por medida de segurança, os candidatos deverão manter as suas orelhas visíveis à observação do fiscal de sala. Portanto, não serão permitidos cabelos longos soltos, bandanas ou similares.

Caso o candidato esteja portando qualquer material não permitido na sala de aplicação, estes deverão ser mantidos em local visível na respectiva sala de prova, devidamente, embalados e lacrados pelo fiscal de sala.

O candidato deverá manter seus equipamentos eletrônicos desligados até a saída do prédio onde estiver realizando as provas, evitando, portanto, o risco de sua eliminação do Vestibular.

Será excluído do Vestibular o candidato flagrado portando qualquer equipamento eletrônico nas dependências dos locais destinados à aplicação das provas.

O não atendimento às orientações constantes deste manual acarretará a exclusão do candidato no Vestibular.

Detectores de metais

Como forma de garantir a lisura do Processo Seletivo, será utilizado aparelho de detecção de metais durante toda a realização das provas, em especial na entrada do prédio e no deslocamento dos candidatos ao banheiro.

Atendimento de emergência

Se o candidato se encontrar internado em hospital localizado na cidade onde realizará as provas, a Vunesp designará fiscal para aplicação, desde que autorizada pelo médico e pela administração hospitalar. Para isso, será necessário contatar a Vunesp com, no mínimo, quatro horas de antecedência do início de cada prova.

Não serão aplicadas provas a candidatos em residência, nem em pronto-socorro, nem em ambulatório, nem em hospital localizado fora da cidade indicada na ficha de inscrição.

Recomendações

Visitar o local das provas, com pelo menos 24 horas de antecedência.

O candidato que optou por fazer as provas fora da cidade em que reside deve, por precaução, viajar no dia anterior ao início das mesmas.

Nos dias de prova:

- ter tido, no mínimo, 8 horas de sono durante a noite;

- evitar mudanças no padrão alimentar;

- evitar qualquer atividade física intensa ou esportes sujeitos a contusões ou fraturas;

- ingerir somente alimentos de procedência confiável;

- evitar a ingestão de substâncias estimulantes, como quantidades excessivas de café ou pó de guaraná;

- evitar automedicação com substâncias para diminuir a ansiedade;

- abolir totalmente o consumo de bebidas alcoólicas.

Na sala de prova:

- levar consigo garrafa descartável com água e algum alimento não perecível de fácil transporte;

- para os portadores de algum problema de saúde, levar consigo o medicamento habitualmente utilizado;

- para as candidatas, levar absorvente higiênico, independente do dia do ciclo menstrual;

Critérios de Classificação, Divulgação de Resultados e Matrícula

Critério para Cálculo das Notas e da Classificação

Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) 2016

A nota bruta (sem a variação da Teoria da Resposta ao Item - TRI) da parte objetiva desta prova (180 questões) será convertida na escala de 0 a 100.

Prova de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Redação

A nota da prova será obtida pela adição dos pontos atribuídos às 30 questões de Língua Portuguesa e às 15 questões de Língua Inglesa (1 ponto para cada questão de múltipla escolha correta, pontuação máxima igual a 45) e à Redação, cuja pontuação máxima será 50. A redação será avaliada por dois examinadores independentes.

A nota global desta prova será obtida por: (nº de questões corretas somado ao valor atribuído à Redação) x 100 ÷ 95. Nota máxima da prova: 100,000.

Prova de Conhecimentos Específicos

As respostas a cada questão receberão uma das seguintes pontuações: 0, 1, 2, 3 e 4.

Os critérios para determinar a pontuação dos acertos serão definidos pela banca corretora.

A nota global da prova será a soma dos pontos obtidos nas 20 questões x 100 ÷ 80.

Nota Final no Vestibular

A nota final será a média aritmética simples das notas de todas as provas, sendo a nota final da parte objetiva do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2016 considerada como uma prova, dada por: [(nota bruta (sem a variação da Teoria da Resposta ao Item - TRI) das provas objetivas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2016) + (nota da Prova de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Redação) + (nota da Prova de Conhecimentos Específicos)] / 3.

Classificação

Para fins de classificação, somente serão consideradas a nota final dos candidatos que tenham:

- realizado todas as provas, inclusive o ENEM 2016;

- obtido nota ou pontuação maior que zero em cada dia de prova, inclusive na redação e na nota final da parte objetiva do ENEM 2016;

- obtido nota final no Vestibular maior ou igual a 30,000.

Critério de Desempate

Se ocorrer empate na classificação final prevalecerão, sucessivamente, para efeito de classificação, as notas ou pontuação atribuídas:

- à prova de Conhecimentos Específicos;

- à Redação, na Prova de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Redação;

- à nota da parte objetiva da prova do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2016;

- à disciplina de Biologia, na Prova de Conhecimentos Específicos;

- ao candidato que tiver cursado integralmente o Ensino Médio em Escola Pública;

- persistindo o empate, será classificado o candidato com mais idade.

Preenchimento de Vagas

Os candidatos classificados segundo o disposto no item 5 do Edital 12/2016, pelo Sistema Universal e pelo Sistema de Reserva de Vagas (Cotas), serão convocados para matrícula obedecendo-se à ordem decrescente da nota final, considerando-se inicialmente apenas a primeira opção de curso.

Divulgação dos Resultados e Matrículas

As divulgações oficiais dos resultados consistem:

- na publicação das relações nominais e a ordem de classificação no endereço http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/;

- na afixação das listagens dos resultados em Quadros de Avisos dos Campi da UNIFESP.

Locais de Matrícula

Os atos referentes à matrícula e à confirmação obrigatória de matrícula serão realizados nos Campi da UNIFESP, na cidade onde os cursos serão ofertados, nos seguintes endereços:

Cursos do Campus Diadema

Local de Matrícula e Horário de Matrícula: serão disponibilizados exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/ na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula.

Cursos do Campus São Paulo

Local de Matrícula e Horário de Matrícula: serão disponibilizados exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/ na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula.

CALENDÁRIO

1º CHAMADA

Divulgação da Lista de Convocados para Matrícula e da Lista de Espera de todos os candidatos habilitados

  • 30/01/2017 (segunda-feira)

Matrícula:

  • 13/02/2017 (segunda-feira) e 14/02/2017 (terça-feira)

2º CHAMADA

Divulgação da Lista de Convocados

  • 16/02/2017 (quinta-feira)

Matrícula:

  • 20/02/2017 (segunda-feira) e 21/02/2017 (terça-feira)

DECLARAÇÃO DE INTERESSE POR VAGA

16/02/2017 (quinta-Feira), a partir das 09h00 até as 23h59min de 21/02/2017 (terça-Feira): Declaração de Interesse por Vaga para todos os candidatos habilitados, somente pelo site www.unifesp.br/reitoria/vestibular

3º CHAMADA

Divulgação da Lista de Convocados

  • 23/02/2017 (quinta-feira)

Matrícula:

  • 02/03/2017 (quinta-feira) e 03/03/2017 (sexta-feira)

4º CHAMADA

Divulgação da Lista de Convocados

  • 07/03/2017 (terça-feira)

Matrícula:

  • 09/03/2017 (quinta-feira) e 10/03/2017 (sexta-feira)

5º CHAMADA

Divulgação da Lista de Convocados

  • 14/03/2017 (terça-feira)

Matrícula

  • 16/03/2017 (quinta-feira) e 17/03/2017 (sexta-feira)

6º CHAMADA

Divulgação da Lista de Convocados

  • 21/03/2017 (Terça-Feira)

Para Matrícula da 6ª chamada os candidatos serão convocados na proporção de 5 candidatos por vaga. Somente serão matriculados candidatos em número equivalente ao número de vagas disponíveis segundo lista de classificação

  • 23/03/2017 (Quinta-Feira) Manifestação de interesse presencial

  • 24/03/2017 (Sexta-Feira) Matrícula dos candidatos melhores classificados, respeitado o número de vagas remanescentes

Sobre as Chamadas, Lista de Espera e Declaração de Interesse por Vagas para eventuais vagas remanescentes

As comunicações oficiais pertinentes ao Vestibular, inclusive a divulgação das relações nominais e a ordem de classificação dos candidatos, serão divulgadas oficialmente pela Pró-Reitoria de Graduação da Unifesp, no site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/. Outros meios de comunicação utilizados por terceiros não serão considerados oficiais e, portanto, não gerarão, em relação aos candidatos, quaisquer deveres ou direitos.

Não serão realizadas convocações por telefone, e-mail, fax ou telegrama. O candidato deverá, sob sua exclusiva responsabilidade, acompanhar pelo site o calendário de matrículas, declaração de interesse por vagas remanescentes e as chamadas divulgadas no edital.

Documentos Exigidos para Matrícula

2 (duas) fotocópias legíveis da cédula de identidade, carteira de motorista, RNE, ou qualquer outro documento com fotografia que tenha validade como identidade civil;

2 (duas) fotocópias legíveis de CPF próprio ou comprovante de situação cadastral no CPF;

2 (duas) fotocópias legíveis de um dos seguintes documentos que comprove conclusão do ensino médio: declaração da escola, histórico escolar completo com declaração de conclusão, diploma de ensino superior em Instituição credenciada pelo MEC, diploma do curso de ensino médio profissionalizante, Certificação pelo ENEM ou boletim de desempenho ENEM de 2016 (desde que solicitada a certificação do ensino médio por esta prova);

protocolo do formulário sócio-econômico (disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/, a partir da data de divulgação da 1ª lista de convocados para matrícula e da lista de espera);

1 (uma) fotografia 3x4, recente e sem data, com o nome completo no verso;

2 (duas) fotocópias legíveis da certidão de nascimento ou casamento;

2 (duas) fotocópias legíveis do título de eleitor devidamente acompanhadas do comprovante de votação da última eleição ou certidão de quitação eleitoral, para brasileiros maiores de 18 anos;

2 (duas) fotocópias legíveis do certificado de reservista ou atestado de alistamento militar ou atestado de matrícula no CPOR ou NPOR, para brasileiros maiores de 18 anos, do sexo masculino;

1 (uma) fotocópia de Comprovante de Residência.

Além dos documentos listados acima, os candidatos de Reserva de Vagas (Cotas) deverão, obrigatoriamente, estar munidos também dos seguintes documentos, sob pena de indeferimento da matrícula:

fotocópia de documento (podendo ser o histórico escolar) que comprove ter cursado o ensino médio exclusivamente em escolas públicas (municipais, estaduais ou federais);

autodeclaração de condição de cor (raça) preta, parda ou indígena, em caso de reserva de vaga por etnias (L2 e L4);

Planilha demonstrativa de renda familiar (disponibilizada exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/, a partir da data de divulgação da 1ª lista de convocados para matrícula e da lista de espera);

Apresentação dos documentos abaixo listados (original e cópia) para comprovação de renda familiar per capita discriminados nos itens A, B, C, D, E e F (Legendas do Tipo de Vaga L1 eL2) conforme item 7.2.1 do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 – UNIFESP.

Parágrafo Único: O candidato deverá apresentar no ato de matrícula original, acompanhada de cópia simples, do RG e CPF de todos os membros da família que com ele residirem. No caso de menores de idade será aceita a certidão de nascimento. Na hipótese de pais falecidos deverá ser apresentada a certidão de óbito. A apresentação dos documentos referente a comprovação de renda é obrigatória tanto ao candidato quanto a todos os membros da família.

A. Para Trabalhadores Assalariados:

1.a. Fotocópia dos três últimos contracheques de todos os membros da família;

1.b. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF (ano calendário 2015/ exercício 2016) de todos os membros da família acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

1.c. CTPS registrada e atualizada de todos os membros da família (páginas que constem registros de empregos anteriores e atual, ou em branco, se não houver)

1.d. Carnê/declaração do INSS de todos os membros da família com recolhimento em dia, no caso de empregada doméstica;

1.e. Extrato atualizado da conta vinculada do trabalhador no FGTS de todos os membros da família. Link https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS;

1.f. Extratos bancários de todas as contas (corrente e/ou poupança) dos últimos três meses, pelo menos, de todos os membros da família;

1.g. Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (DIPJ) (ano calendário 2015, exercício 2016) ou Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica de Renda Simplificada entregue pelas empresas tributadas pelo SIMPLES NACIONAL (DEFIS) ou Declaração Anual do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI) que o candidato ou qualquer membro da família tenha participação, como quotista ou acionista;

1.h. Na falta de alguns dos documentos citados anteriormente, apresentar declaração pertinente (link será disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula).

B. Para Trabalhadores em Atividade Rural:

2.a. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF (ano calendário 2015/ exercício 2016) de todos os membros da família acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

2.b. Declaração do Imóvel Rural – DITR- Ano Calendário 2015/ Exercício 2016, acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil, que o candidato ou qualquer membro da família seja proprietário. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

2.c. Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (DIPJ) (ano calendário 2015, exercício 2016) ou Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica de Renda Simplificada entregue pelas empresas tributadas pelo SIMPLES NACIONAL (DEFIS) ou Declaração Anual do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI) que o candidato ou qualquer membro da família tenha participação, como quotista ou acionista;

2.d. Extratos bancários de todas as contas (corrente e/ou poupança) dos últimos três meses, pelo menos, de todos os membros da família;

2.e. Notas fiscais de venda dos últimos 6 (seis) meses;

2.f. Na falta de alguns dos documentos citados anteriormente, apresentar declaração pertinente (link será disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula).

C. Para Aposentados e Pensionistas:

3.a. Último extrato do pagamento do benefício;

3.b. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF (ano calendário 2015/ exercício 2016) de todos os membros da família acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

3.c. Extratos bancários de todas as contas (corrente e/ou poupança) dos últimos três meses, pelo menos, de todos os membros da família;

3.d. Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (DIPJ) (ano calendário 2015, exercício 2016) ou Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica de Renda Simplificada entregue pelas empresas tributadas pelo SIMPLES NACIONAL (DEFIS) ou Declaração Anual do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI) que o candidato ou qualquer membro da família tenha participação, como quotista ou acionista;

3.e. Na falta de alguns dos documentos citados anteriormente, apresentar declaração pertinente (link será disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula).

D. Para Autônomos, Profissionais Liberais:

4.a. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF (ano calendário 2015/ exercício 2016) de todos os membros da família acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

4.b. Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (DIPJ) (ano calendário 2015, exercício 2016) ou Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica de Renda Simplificada entregue pelas empresas tributadas pelo SIMPLES NACIONAL (DEFIS) ou Declaração Anual do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI) que o candidato ou qualquer membro da família tenha participação, como quotista ou acionista;

4.c. Guias de recolhimento ao INSS com comprovante de pagamento do último mês, compatíveis com a renda declarada;

4.d. Extratos bancários de todas as contas (corrente e/ou poupança) dos últimos três meses, pelo menos, de todos os membros da família;

4.e. Na falta de alguns dos documentos citados anteriormente, apresentar declaração pertinente (link será disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula).

E. Para aqueles com Rendimento de Aluguel ou Arrendamento de Bens Móveis e Imóveis:

5.a. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF (ano calendário 2015/ exercício 2016) de todos os membros da família acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

5.b. Extratos bancários de todas as contas (corrente e/ou poupança) dos últimos três meses, pelo menos, de todos os membros da família;

5.c. Contrato de locação ou arrendamento devidamente registrado em cartório e comprovantes de recebimentos dos três últimos meses;

5.d. Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (DIPJ) (ano calendário 2015, exercício 2016) ou Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica de Renda Simplificada entregue pelas empresas tributadas pelo SIMPLES NACIONAL (DEFIS) ou Declaração Anual do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI) que o candidato ou qualquer membro da família tenha participação, como quotista ou acionista;

5.e. Na falta de alguns dos documentos citados anteriormente, apresentar declaração pertinente (link será disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula).

F. Para Trabalhadores Informais:

6.a. Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE), referente a renda dos últimos três meses. Somente será aceita a DECORE conforme Resolução do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) nº 1.364 de 25 de novembro de 2011. O documento deve constar rendimentos referentes a retirada de pró-labore e distribuição de lucros (rendimentos tributáveis e não tributáveis) dos últimos três meses;

6.b. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF (ano calendário 2015/ exercício 2016) de todos os membros da família acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Quando houver retificação da declaração, apresentar a declaração anterior e a declaração retificadora, acompanhadas dos respectivos recibos de entrega;

6.c. Na falta de alguns dos documentos citados anteriormente, apresentar declaração pertinente (link será disponibilizado exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula)

7.3.Para os ingressantes menores de 18 anos é obrigatória a presença de um dos pais ou responsáveis legais juntamente com o candidato, que deverão estar munidos de seus documentos originais de RG e CPF e fotocópia simples dos mesmos para conferência e validação. O responsável legal também deverá apresentar documento judicial de guarda temporária ou permanente do menor.

7.4. UNIFESP poderá solicitar, posteriormente, outros documentos suplementares.

Outras informações sobre as matrículas

1. O candidato que tenha realizado estudos equivalentes ao ensino médio, no todo ou em parte, no Exterior, deverá apresentar sua validação pela Secretaria Estadual de Educação em fotocópia simples do documento acompanhado do original para validação.

2. Os documentos em língua estrangeira deverão estar visados pela autoridade consular brasileira no país de origem e acompanhados da respectiva tradução oficial.

3. A matrícula de ingressantes maiores de 18 anos poderá ser feita, excepcionalmente, por terceiros desde que devidamente munidos de procuração específica para fins de matrícula, além de estar munido de todos os documentos exigidos para matrícula descritos nos itens 7.1 e 7.21. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 – UNIFESP (no caso de candidato de Reserva e Vagas – Cotas).

No caso da matrícula do menor ser realizada por terceiros deverá ser apresentada procuração específica para fins de matrícula assinada por um dos pais acompanhada de fotocópia do RG do menor ou procuração específica para fins de matrícula assinada pelo responsável legal, acompanhada de fotocópia do RG do menor e do documento judicial de guarda temporária ou permanente do mesmo, além de estar munido de todos os documentos exigidos para matrícula descritos nos itens 7.1 e 7.21. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 – UNIFESP (no caso de candidato de Reserva e Vagas – Cotas). Caso o menor seja emancipado não será necessária a presença dos pais, mas deverá ser apresentada fotocópia do documento original de emancipação acompanhada do original para validação, além de estar munido de todos os documentos exigidos para matrícula descritos nos itens 7.1 e 7.21. do Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 – UNIFESP (no caso de candidato de Reserva e Vagas – Cotas).

Os Modelos de Procuração estarão disponíveis exclusivamente através do site http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/ na data de publicação da 1ª Lista de Convocados para Matrícula.

4. A não participação ou o não comparecimento nas datas e horários fixados para matrícula, para declaração de interesse por vaga, e para a confirmação obrigatória de matrícula, constantes deste Manual do Candidato, redundará na perda da vaga, ficando o candidato excluído de qualquer convocação posterior.

5. Para preenchimento das vagas, serão realizadas 6 chamadas, podendo haver, a critério UNIFESP, novas convocações para matrícula, desde que não ultrapassado um mês após o início das atividades escolares.

6. Em nenhuma hipótese será aceita a matrícula de candidatos que não tenham o comprovante de conclusão do ensino médio.

7. Candidatos matriculados pelo Sistema de Reserva de Vagas (Cotas), se convocados posteriormente pelo Sistema Universal poderão alterar definitivamente a matrícula para este Sistema, seguindo os mesmos procedimentos de matrícula.

8. Candidatos que já tenham sido convocados pelo Sistema Universal, matriculados ou não, serão automaticamente desclassificados no Sistema de Reserva de Vagas (Cotas), não podendo trocar de Sistema.

9. Candidatos matriculados na segunda opção de curso, se convocados posteriormente para o curso em primeira opção, poderão realizar a transferência definitiva da matrícula para o curso de primeira opção.

10. Os resultados do presente Vestibular serão válidos apenas para o preenchimento das vagas estipuladas no Edital 12/2016 Sistema Misto 2017 – UNIFESP, não havendo, em hipótese alguma, reserva de vagas para concursos futuros.

11. Da decisão de não ser o candidato elegível às vagas reservadas pelo critério de renda per capita, caberá recurso no prazo de 5 dias a partir da data do indeferimento da matricula, direcionado ao Pró-Reitor de Graduação da UNIFESP, que decidirá em igual prazo. O recurso deverá ser protocolado na Divisão de Protocolo da Reitoria da UNIFESP, situada na Rua Sena Madureira, 1500, Térreo, na Capital de São Paulo, não sendo permitido o encaminhamento do recurso por qualquer outro meio.

Será cancelada a matrícula do aluno ingressante:

- que não comparecer, pessoalmente, para assinar a lista de confirmação obrigatória de matrícula;

Informação de Desempenho

Seguindo o calendário, a UNIFESP disponibilizará, pela internet, pelo endereço http://www.unifesp.br/reitoria/vestibular/ a informação de desempenho dos candidatos presentes às provas, da qual constarão as notas das provas, a nota final e a classificação do candidato no curso de sua opção.