Sisu 2020

 

Sistema de Seleção Unificado, que utiliza a nota do Exame Nacional de Ensino Médio – ENEM é o único meio de ingresso para alguns cursos ministrados na UNIFESP. Todo o procedimento é administrado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira – INEP.

Notícias SiSU

Vestibular 2020 – Cursos do Sistema Unificado - SISU

A Coordenadoria do Sistema de Seleção para Ingresso de Alunos na Universidade divulga os cursos presenciais que aderirão ao Sistema Unificado – SISU como forma de ingresso para o vestibular 2020 da UNIFESP*. 

Leia mais...

SISU

A Coordenadoria do Sistema de Ingresso de Alunos na Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, informa que as notas da prova ENEM 2019 serão utilizadas integralmente e/ou parcialmente para os cursos da universidade. Desta forma a realização da prova é obrigatória para ingresso em 2020.

Instruímos a acessar o site do ENEM/INEP e obter informações sobre a prova: https://enem.inep.gov.br/

Misto 2020

 

Além do ENEM, alguns cursos da UNIFESP aplicam uma prova complementar e enquadram-se assim no Sistema Misto de Ingresso. A nota final do candidato é obtida conjugando-se as notas do ENEM e da UNIFESP.

 

Notícias Misto

Vestibular 2020 – SISTEMA MISTO - Cursos e Cronograma

A Coordenadoria do Sistema de Seleção para Ingresso de Alunos na Universidade vem divulgar o cronograma previsto para o vestibular, ingresso em 2020, dos cursos presenciais que aderirão ao Sistema Misto de Seleção: Ciências Biológicas (integral), Engenharia Química (integral/noturno), e Medicina (integral)*.

Leia mais...

Misto

A Coordenadoria do Sistema de Ingresso de Alunos na Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, informa que as notas da prova ENEM 2019 serão utilizadas integralmente e/ou parcialmente para os cursos da universidade. Desta forma a realização da prova é obrigatória para ingresso em 2020.
Instruímos a acessar o site do ENEM/INEP e obter informações sobre a prova: https://enem.inep.gov.br/

EaD 2020

 

 Curso modalidade a distância (EAD), cujo meio de ingresso dá-se exclusivamente com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM.

 

Notícias EaD

EaD

Em breve informações sobre vestibular 2019.

Nota do exame vale para outros programas oferecidos pelo MEC

A nota do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos dias 8 e 9 de novembro próximo, além de ser usada para ingresso em instituições de educação superior públicas, como universidades e institutos federais de educação, ciência e tecnologia, também abre portas para programas do governo federal. Uma boa média final pode garantir o acesso a programas como o Universidade para Todos (ProUni), o Ciência sem Fronteiras e o de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

 

Na correção da prova, o Enem adota a teoria de resposta ao item — o valor de cada questão varia de acordo com o percentual de acertos e erros. A pergunta que tiver um alto número de acertos será considerada fácil. Assim, valerá menos. Mas se o participante do exame confirmar uma questão com poucas respostas certas ganhará mais pontos. Assim, dois participantes que tiverem o mesmo número de acertos dificilmente obterão a mesma média final.

A prova de redação tem método de correção diferente. Para a avaliação do texto, dois profissionais atribuem nota que vai até 200 em cada uma das cinco competências atribuídas. Serão avaliados o domínio da norma padrão da língua portuguesa, a compreensão da proposta da redação e também a seleção e a organização das informações. Além disso, a argumentação e uma proposta de solução para os problemas abordados fazem parte dos critérios de correção.

No primeiro dia do Enem (sábado, 8 de novembro), os candidatos terão quatro horas e meia para fazer as provas de história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia. No segundo (domingo, 9), cinco horas e meia para as de matemática, língua portuguesa, literatura, artes, educação física, tecnologias da informação e comunicação e língua estrangeira, além da redação. Nos dois dias, as provas terão início às 13h, no horário de Brasília.

Para ter acesso ao local de provas, o candidato deve apresentar documento de identidade com foto. Durante o exame, terá de preencher o caderno de respostas com caneta esferográfica preta. Ele terá permissão para deixar o local da prova somente duas horas após o início. Além disso, só será autorizado a levar o caderno de questões se sair nos 30 minutos finais da prova.

Fonte MEC