Divulgação de oferta de bolsas de estudos no Sultanato de Omã

Categoria: Oportunidades / Eventos Escrito por Maria Luisa Acessos: 1590

O Ministério das Relações Exteriores do Sultanato de Omã (MOFA) encaminhou comunicação do Ministério da Educação Superior, na qual renova oferecimento de bolsas de estudo para diferentes universidades deste país para o ano acadêmico de 2016-2017.


Segundo a circular, serão oferecidos os cursos a seguir, que, para admissão necessitariam de aproveitamento escolar mínimo, conforme indicado entre parêntesis:
-Estudos Religiosos (65%);
-Alta Tecnologia (75%);
-Ciências Aplicadas (75%);
-Bancos e Estudos Financeiros (70%);
-Instituições Privadas de Ensino Superior (80%).

As datas limites para recebimento de candidaturas para o primeiro e segundo semestres são, respectivamente, 09 de setembro e 15 de novembro.

Para concorrer às bolsas de estudo, o candidato deverá preencher o formulário de inscrição (em inglês e/ou árabe) e deverá contar com 25 anos incompletos em 01/10/2016. O candidato deverá apresentar ainda tradução dos certificados acadêmicos em inglês e árabe, com indicação clara do percentual de aproveitamento alcançado nos estudos. Os certificados emitidos no Brasil ou em outros países deverão ser revalidados pelo Ministério da Educação correspondente.

Os candidatos selecionados serão contemplados com uma bolsa mensal no valor de RO 200 (equivalente a US$ 518),para pagamento de aluguel, transporte, alimentação e pequenas despesas. Receberão, adicionalmente, uma passagem aérea anual de ida e volta ao país de origem e terão acesso gratuito aos hospitais deste país, exceto para quem sofrer acidente em carro não assegurado ou cujo condutor não tenha carteira de motorista válida.

O renovado interesse omani em contar com estudantes brasileiros fica evidenciado pelo envio de oferecimento de bolsas a um número reduzido de países. A simpatia dos omanis em relação ao Brasil certamente deverá facilitar a adaptação de qualquer estudante brasileiro que venha a estudar no Sultanato. Vale recordar que os cursos universitários neste país são geralmente ministrados em inglês.

Para mais informações sobre o processo de inscrição e as universidades participantes, clique aqui.