Doutorado em Cotutela Internacional

O QUE É?

A fim de incentivar a mobilidade internacional das formações acadêmicas, de fortalecer ou mesmo estabelecer novas relações com universidades estrangeiras de referência global, os Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UNIFESP prevêm e apoiam a realização de doutorados sob o regime da cotutela internacional. O objetivo é permitir que alunas e alunos, brasileiros ou estrangeiros, obtenham uma dupla titulação doutoral, reconhecida por ambos países envolvidos e propiciada pela orientação de tese conjunta entre os docentes da UNIFESP e da universidade estrangeira. A modalidade será objeto de um acordo formal, que deverá estabelecer desde o local da defesa de tese, até o período de permanência da aluna ou aluno em cada instituição. Por ora, trabalhamos somente com a opção da cotutela doutoral, mas em breve estará aberta a possibilidade para os cursos de mestrado. 

COMO SOLICITAR?

Para a solicitação da cotutela doutoral, o docente filiado à UNIFESP e orientador do candidato deverá manifestar interesse à SRI, desde que já tenha acertado a possibilidade da cotutela com um professor equivalente, filiado a uma universidade estrangeira. A instituição de escolha poderá ser uma de nossas atuais conveniadas ou não, o importante é que se tenha ou faça um convênio para embasar a cotutela do candidato antes do início efetivo de suas atividades. Quando não há qualquer acordo firmado com a instituição pretendida, este poderá ser feito de duas formas, ou constituimos um acordo geral de cooperação acadêmica com cláusula de cotutela, que prevê a candidatura de diversos estudantes de doutorado à coorientação e à dupla titulação por ambas universidades; ou, de forma individualizada, podemos celebrar um acordo de cotutela que trate somente do doutorado daquele aluno ou aluna em específico. A escolha entre estes formatos depende da abertura e do interesse das instituições em cada caso.

NORMAS E DOCUMENTOS

Quanto à documentação necessária para abertura de processo de solicitação de Convênio e de Cotutela Doutoral, clique aqui para baixar o check list e explicações procedimentais.
 
  • Através dos dos "Acordos Gerais de Cooperação com a previsão de Cotutelas", a UNIFESP e a Instituição estrangeira firmam um acordo sem especificar o nome dos estudantes e porteriormente, para cada candidato à coorientação, deverá ser firmado um Termo de Compromisso de adesão. A fim de facilitar os acordos deste tipo, a SRI disponibiliza o modelo de minuta deste acordo, em três idiomas:

Modelo de Acordo Geral com coutela em Português - Francês
Modelo de Acordo Geral com coutela em Português - Inglês
Modelo de Acordo Geral com coutela em Português - Espanhol 

  • Através dos "Acordos Individuais de Cotutela", a UNIFESP e a Instituição estrangeira firmam um acordo a cerca da mobilidade do estutante participante. Para estes casos ainda não disponibilizamos um modelo de minuta padrão e sugerimos que os solicitem às instituições estrangeiras.

A normativa que rege as solicitações de cotutela e a titulação simultânea na UNIFESP descreve, dentre outros aspectos, os itens e informações que os Acordos Gerais e os Acordos Individuais devem conter sobre os alunos, sobre a tese e a defesa: clique aqui para baixar as normas de cooperação internacional para cotutoria.  

 

 

Para mais informações sobre as cotutelas, por favor, entre em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Pró-Reitorias

Campi

Unidades Acadêmicas

Links de Interesse