Unifesp e Fundação Tide Setubal selecionam propostas para elaboração do mapa da desigualdade da pandemia de Covid-19 na RMSP

Podem participar da seleção grupos de pesquisa e/ou observatórios temáticos com sede na universidade A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Tide Setubal lançaram edital para seleção de propostas de grupos de pesquisa e/ou observatórios temáticos com sede na universidade para apoio financeiro à pesquisa que vise elaborar estudos e propostas técnico-científicas para avaliação dos impactos da pandemia de Covid-19 na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), com foco nas áreas de maior vulnerabilidade.

A pesquisa será realizada concomitantemente ao alastramento da pandemia, com adoção de metodologias para monitorar, mapear e avaliar a desigualdade entre diferentes classes sociais na forma de propagação, adoecimento e nas consequências do espraiamento do vírus ao longo de 2020. Deverão ser pesquisados e comparados territórios com diferentes perfis demográficos, econômicos e sociais na Região Metropolitana de São Paulo, por meio de recortes temáticos, caracterizando as situações de maior risco, iniquidade e vulnerabilidade, com análise crítica. O prazo para apresentação das propostas vai até as 23h59 do dia 2 de abril de 2020, exclusivamente pelo e-mail editalcovid19@unifesp.br. O período para execução é de oito meses, com entregas parciais a cada dois meses. As propostas selecionadas serão financiadas com recursos no valor global de 160 mil reais, oriundos de acordo de cooperação entre a Fundação Tide Setubal e a Unifesp. Mais informações sobre os recortes e temas-problemas de investigação sugeridos, a submissão da proposta e os critérios de julgamento podem ser obtidas no edital, disponível neste link (https://www.unifesp.br/images/DCI/Edital_Unifesp_Tide_Covid19).