Núcleo Trans

NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA MULTIPROFISSIONAL À PESSOA TRANS

Núcleo Trans Unifesp compreende o Núcleo de Estudos, Pesquisa, Extensão e Assistência à Pessoa Trans Professor Roberto Farina da Universidade Federal de São Paulo, e nasceu de uma iniciativa multicampi, supradepartamental, e ligada à PROEC, constituída por um conjunto de atividades multiprofissionais de estudo e produção do conhecimento, acolhimento, promoção de saúde e cidadania da população Trans e Intersexo, e que homenageia o Prof. Roberto Farina da nossa instituição, cirurgião plástico pioneiro no cuidado cirúrgico a transexuais no Brasil (1976). O Ambulatório do Núcleo de Assistência Multiprofissional à Pessoa Trans da Unifesp é uma parte do Núcleo TransUnifep que trabalha na assistência e qualidade de atenção em saúde prestada à comunidade Trans usuário(a) SUS.



Além do ambulatório, integram o Núcleo TransUnifesp o Programa de Extensão MULTTISABERES, que visa à troca de conhecimentos científicos e saberes populares com ênfase na educação, pesquisa-ação e profissionalização da comunidade externa e interna da Unifesp. Dentre os projetos vinculados a esse programa, foram criados três outros entre 2017-2018. O Projeto Trans Unifesp Extramuros que visa incentivar as ações de extensão protagonizados pelos alunos e profissionais de saúde - de dentro e de fora da universidade - a integrarem por meio de reuniões mensais, fóruns, seminários, congressos e semana da diversidade, abertos para toda a comunidade em geral, notadamente a população de travestis, mulheres transexuais, homens trans e pessoas intersexo, a dialogarem de forma efetiva e com pautas propositivas com a comunidade acadêmica, gestores e prestadores de serviço público, para enfrentamento da transfobia. Já o Projeto TransAmigo desenvolve iniciativas parceiras entre a universidade e a comunidade Trans (individualmente ou com movimentos sociais organizados) para promoção de saúde desta população, mais especificamente quanto a qualificação do acolhimento mais humanístico no ambulatório. Numa vertente mais cultural e de clínica ampliada, o Projeto Babadeires desafia a vivência do conceito de integralidade em saúde para comunidade trans explorando intersecções de espaços culturais da cidade na produção de subjetividades e legitimidade social, ou seja, entendendo a saúde em suas diversas intersecções para além da clínica ambulatorial. Pretende-se com essas ações de extensão explorar atividades artístico-culturais, como festas de rua, viradas, exposições, shows e saraus pela cidade, ocasião em promovemos discussões e oficinas artísticas junto com as pessoas trans. 

 

Contato:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Site: http://nucleotrans.unifesp.br/

 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse

Powered by jms multisite for joomla