Sobre o Programa

Categoria: Programa Escrito por Ivan Torres Pisa Acessos: 2902

O Programa de Pós-graduação em Gestão e Informática em Saúde, iniciado em maio de 2011, é fruto de um processo de amadurecimento e discussão dentro do Departamento de Informática em Saúde da Escola Paulista de Medicina, e da Escola Paulista de Enfermagem, ambos da UNIFESP, da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS), da International Medical Informatics Association (IMIA) e do Centro Paulista de Economia em Saúde (CPES), com apoio da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UNIFESP, sobre o papel social e intelectual que a pós-graduação deve assumir no século XXI dentro dos cenários institucional, regional e nacional com foco na inovação do uso das tecnologias da informação e comunicação na saúde. A Pró-Reitoria da UNIFESP tem assumido nos últimos anos como paradigma fundamental o entendimento que a pesquisa no mundo moderno apresenta cada vez mais um caráter multidisciplinar e multiprofissional capaz de fomentar o conhecimento e desenvolvimento de diferentes metodologias de ponta na abordagem de sistemas biológicos e domínio das bases de dados, e de conhecimento de múltiplos processos, nesse caso, na área da saúde.

Deve-se ressaltar, especificamente, que a iniciativa deste programa vem ao encontro a um grande movimento da Instituição que busca estimular formas de organização temática dos seus docentes e pesquisadores, contando com apoio irrestrito das instâncias decisórias, incluindo seu Reitor e Pró-Reitores. Tais decisões superiores favorecem sobremaneira a área de gestão e informática em saúde, quer pela natureza de caráter multidisciplinar que possui por excelência, quer pelo investimento que o próprio país tem feito nesta área, assumindo os recursos da tecnologia de informação e comunicação como elementos propulsores do desenvolvimento sócio-econômico e para contribuir com a melhoria nas condições de saúde, de ensino e de pesquisa.

A área de concentração é sustentada por avaliação, pesquisa e inovação para dar suporte e benefícios aos pacientes e usuários do sistema de saúde, assumindo o atendimento centrado no paciente/cliente. Suas principais investigações incluem:
a) testes e avaliações de tecnologias de informação e comunicação (isoladas ou combinadas) para aspectos de segurança, confidencialidade, privacidade e interoperabilidade da informação em saúde;
b) condução de pesquisas colaborativas e desenvolvimento de soluções que possam resultar em inovação tecnológica, serviços e produtos;
c) criação de ambientes para treinamento e solidificação de competências a profissionais de informática em saúde e de gestores em saúde;
d) utilização de recursos da tecnologia da informação e comunicação para o desenvolvimento de sistemas de registro eletrônico de saúde, sistemas de apoio à decisão para diagnósticos e tratamentos, sistemas educacionais e telemedicina;
e) análise crítica sobre modelos de avaliação de novas tecnologias para influenciar a elaboração de novos métodos de desenvolvimento, implantação e análise de sistemas computacionais;
f) impactos da gestão e informática em saúde na melhoria da assistência e gestão em saúde.

Vale relembrar que esse Programa nasceu em decorrência das experiências da Escola Paulista de Medicina e da Escola Paulista de Enfermagem, ambas da UNIFESP, em pesquisa em informática em saúde. Anteriormente havia um programa denominado “Informática em Saúde”, no período de 2004 a 2011, que agregava atividades de pesquisas nessa área. Esse programa constava na área Medicina I da CAPES para avaliação de sua produção, o que não favorecia seu caráter interdisciplinar. Portanto, o processo de amadurecimento e discussão citado culminou na proposta desse novo programa, aqui apresentado, que agregou pesquisas afins em gestão e economia em saúde.