Proposta Curricular

Categoria: Programa Escrito por Ivan Torres Pisa Acessos: 2725

Estrutura Curricular

O Programa de Pós-graduação em Gestão e Informática em Saúde baseia sua estrutura curricular segundo modelo adotado na UNIFESP para os programas de pós-graduação, segundo regimento da sua Pró-reitoria, contabilizando créditos obtidos em disciplinas e cursos de formação.

A duração ideal do curso de mestrado acadêmico é de 2 anos e do doutorado é de 4 anos, ambos no período integral. São oferecidas vagas segundo disponibilidade dos orientadores, respeitando limite de 8 alunos por orientador conforme regulado pela CAPES.

O currículo dos cursos de mestrado acadêmico e doutorado está alinhado com as tendências que se projetam para o sistema de formação superior de profissionais da saúde e de outras formações com foco na área de gestão e informática em saúde, apontando para duas direções: as demandas da sociedade brasileira quanto à inovação tecnológica para o sistema de saúde, e inovação de pesquisas destacadas pela comunidade internacional nessa área.

Com o objetivo de desenvolver o perifl de egresso planejado o Programa oferece uma disciplina obrigatória e 23 disciplinas que são ofertadas em função da disponibilidade dos professores e necessidade dos alunos:

PGIS-OB-1 Fundamentos em gestão e informática em saúde (obrigatória) (6 créditos)

PGIS-OP-1 Aspectos éticos e legais em informática em saúde (1 crédito)
PGIS-OP-2 Metodologia de pesquisa em gestão e informática em saúde (3)
PGIS-OP-3 Didática e pedagogia integrada a tecnologia (1)
PGIS-OP-4 Educação e cultura digital em saúde (2)
PGIS-OP-5 Avaliação de tecnologias em saúde (3)
PGIS-OP-6 Bioinformática (5)
PGIS-OP-7 Medidas de avaliação em saúde (2)
PGIS-OP-8 Economia da saúde (2)
PGIS-OP-9 Técnicas inteligentes aplicadas a informática em saúde (5)
PGIS-OP-10 Análise e programação para sistemas de informação em saúde (5)
PGIS-OP-11 Descoberta de conhecimento e mineração de dados (5)
PGIS-OP-12 Processamento de imagens e sinais biológicos em saúde (5)
PGIS-OP-13 Registro eletrônico de informação em saúde (6)
PGIS-OP-14 Modelos de gestão em sistemas públicos e de saúde suplementar (1)
PGIS-OP-15 Padrões de informação em saúde (6)
PGIS-OP-16 Telemedicina e telessaúde (5)
PGIS-OP-17 Tecnologias emergentes (5)
PGIS-OP-18 Governança em tecnologia na informática em saúde (4)
PGIS-OP-19 Gestão sustentável em saúde (2)
PGIS-OP-20 Sistemas de informação e indicadores de saúde (3)
PGIS-OP-21 Modelos de sistemas de saúde internacionais (1)
PGIS-OP-22 Lógica fuzzy e raciocínio aproximado em medicina e saúde (6)
PGIS-OP-23 Avaliação de impacto em saúde (2)

Em 2013 foram oferecidas as seguintes disciplinas:
PGIS-OB-1 Fundamentos em gestão e informática em saúde (obrigatória) (6 créditos)
PGIS-OP-4 Educação e cultura digital em saúde (2)
PGIS-OP-19 Gestão sustentável em saúde (2)

Para obter o título de mestre em gestão e informática em saúde o aluno precisa concluir 25 créditos, sendo até 5 créditos em atividades extras (participação em evento, artigo publicado, curso online etc.), e para o doutorado precisa concluir 40 créditos, sendo até 10 créditos em atividades extras. Os créditos estão distribuídos em disciplinas das áreas de informática em saúde e gestão e economia da saúde. Favor consultar o regimento do programa para conferir as regras vigentes. 

 

Experiências Inovadoras de Formação

O Programa de Pós-graduação em Gestão e Informática em Saúde utiliza estratégias clássicas para a formação de seus mestres e doutores, incluindo oferta de disciplinas de fundamentos e específicas, oferta de seminários especializados, convite a especialistas para participarem de atividades do programa, participação em eventos científicos consagrados.

Entretanto, podemos considerar como uma experiência inovadora de formação a participação de alunos como tutores (de turma e conteudistas) do Curso EaD de Especialização em Informática em Saúde da UAB-UNIFESP (http://portal.uab.unifesp.br/?p=227). Esse curso, que se encontra em sua 3a edição, período agosto 2013 a novembro 2014, tem duração de 14 meses, é oferecido 100% a distância (apenas prova final é presencial) a 15 pólos distribuídos pelo país, gerando um total de 750 alunos inscritos. Esse curso é coordenado por 2 orientadores do programa, Profa. Dra. Claudia Barsottini e Prof. Dr. Ivan Torres Pisa.

Nossos alunos desenvolvem experiência na capacitação de alunos especializandos, sob supervisão do professor responsável por cada disciplina (mensal), sob a ótica do conteúdo ministrado (temas de gestão e informática em saúde) e sob a ótica das práticas pedagógicas a distância. Assim, nossos alunos são estimulados a desenvolver competência do uso dos recursos pedagógicos virtuais para atendimento de até 25 alunos ao longo de todo o curso. Além da plataforma oficial usada Moodle, os tutores utilizam recursos de rede social (Facebook, Twitter) e outros sistemas que podem ser usados com finalidade pedagógica (ManyEyes, sistemas DATASUS, planilha eletrônica etc.). São atualmente 10 alunos matriculados e egressos participando dessa atividade.

Por fim, alguns dos alunos participam, além da tutoria, como orientadores de TCC dependendo da sua disponibilidade e aprovação de seu orientador, o que acarreta em uma experiência de escrita de artigos científicos. Nessa 3a edição o modelo do TCC se baseia em revisão bibliográfica em um tema específico seguindo método passo a passo, com a construção da estratégia de busca e concluindo com análise e escrita do artigo. São atualmente 2 alunos matriculados, 1 egresso do programa e mais 7 egressos do antigo programa participando dessa atividade.

 

Ensino a Distância

O Programa de Pós-graduação em Gestão e Informática em Saúde tem utilizado recursos tecnológicos e pedagógicos para oferecer apoio ao ensino de maneira remota. Esses recursos são utilizados para subsidiar parte de suas atividades presenciais, tornando suas atividades de docência e pesquisa virtuais ou semi-presenciais. Mais especificamente, estão disponíveis para apoio a página web institucional, sistema Moodle institucional, páginas web criadas especificamente para disciplinas e sistemas de comunicação, como Adobe Connect (institucional), Skype e Facebook.

Além disso, o programa conta com orientadores e pesquisadores especializados em educação a distância, de maneira que utilizam esses recursos não apenas como usuários, mas também como investigadores e construtores de novas tecnologias e metodologias. Parte do corpo de orientadores do programa participa ativamente da atividade de educação a distância fomentada pelo Ministério da Educação, chamada Universidade Aberta do Brasil (UAB), por meio de cursos online, como o Curso de Especialização em Informática em Saúde (http://portal.uab.unifesp.br/?p=227) e o Curso de Especialização em Gestão em Saúde (http://portal.uab.unifesp.br/?p=225). Dessa maneira, orientadores, com o apoio e participação de alunos pós-graduandos, já ministraram aulas 100% a distância sobre os temas correntes às suas linhas de pesquisa e relacionando tais temas aos seus projetos de pesquisa.