Quarta, 18 Mai 2022 16:34

Unifesp adere ao Programa de Combate à Desinformação do STF

Programa foi criado para combater práticas que afetam a confiança das pessoas no Supremo

A Unifesp assinou, no dia 17 de maio, o termo de adesão ao Programa de Combate à Desinformação do Supremo Tribunal Federal, sendo seus representantes Janes Jorge e Rafael Ruiz Gonzalez, ambos docentes do Departamento de História da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH/Unifesp) - Campus Guarulhos.

O programa de Combate à Desinformação do STF foi criado para combater práticas que afetam a confiança das pessoas no Supremo, distorcem ou alteram o significado das decisões e colocam em risco direitos fundamentais e a estabilidade democrática.

São desenvolvidos projetos, ações e produtos com diversos parceiros para difundir informações corretas e explicar sobre o funcionamento e competências do tribunal de forma mais clara.

O programa atende ao Marco Civil da Internet(Lei 12.965/2014) e à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), tendo em vista que os efeitos negativos produzidos pela desinformação podem ser potencializados pelo uso distorcido dos recursos proporcionados pelas tecnologias da informação e das comunicações (TICs), sobretudo a Internet.

Mais informações aqui.

 

Lido 642 vezes Última modificação em Sexta, 27 Mai 2022 17:20

Mídia