×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 569
Sexta, 10 Dezembro 2021 09:54

Ações e serviços da Unifesp saúdam o Dia Internacional dos Direitos Humanos

Veja as iniciativas desenvolvidas na universidade pautadas no compromisso com as demandas sociais e políticas da sociedade

Por Paula Garcia

1 direitos humanos2021
Estudantes do Campus Guarulhos. (Foto: Alex Reipert)
 
Instituído em 1950, o Dia Internacional dos Direitos Humanos celebra a oficialização da Declaração dos Direitos Humanos, proclamada no dia 10 de dezembro de 1948, pela Organização das Nações Unidas (ONU). O documento foi elaborado com a contribuição de cidadãos de várias partes do mundo, com a preocupação de definir os direitos humanos básicos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

A Unifesp também se preocupa com as questões sociais dos públicos interno e externo da universidade, criando em 2015 a Coordenadoria de Direitos Humanos (CDH/Unifesp), ligada à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec/Unifesp), a partir de iniciativas já existentes que provocavam a instituição a construir experiências pautadas pelas demandas sociais e políticas da comunidade.

 

2 direitos humanos2021
Aula, antes da pandemia, na Universidade Aberta à Pessoa Idosa. (Foto: Alex Reipert)
 
“Nosso trabalho consiste em apoiar a criação e fortalecimento de ações extensionistas na universidade, que atuem na perspectiva da garantia de defesa e ampliação de direitos humanos, em alinhamento com a política institucional, sobretudo em referência às diretrizes que contemplem políticas de acessibilidade, sustentabilidade, de promoção da equidade e igualdade étnico-racial, diversidade sexual e de gênero, prevenção e combate ao racismo ou qualquer outra violação de direitos humanos”, explica Gabriela Arantes Wagner, coordenadora da CDH/Unifesp e professora do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp).

Em sua estrutura, a coordenadoria trabalha em três grandes eixos: programas e projetos, órgãos complementares e núcleos associados, além da realização de eventos e ações estratégicas de direitos humanos na universidade. O último mapeamento apontou 32 atividades realizadas no ano de 2020 pela Unifesp, com envolvimento de toda a comunidade acadêmica.

 

Conheça as ações desenvolvidas pela Coordenadoria Direitos Humanos da Unifesp

Programas e Projetos:

Escolas de Cidadania
Licenciatura Indígena
Memorial Digital do Refugiado da Universidade Federal de São Paulo (MemoRef/Unifesp)
Pré-PEC G - Ensino de português para estrangeiros
Programa Abdias Nascimento
Projeto Cabaça: Cultura de Matriz Africana
Projeto Terreiros
Baú de Memória (arquivo de ações realizadas)

3 direitos humanos2021
Encontro para debater a educação para as relações étnico-raciais no ensino superior. (Foto: Alex Reipert)
 
Núcleos Associados:

NEAB - Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros
NTU - Núcleo TransUnifesp - Núcleo de Estudos, Pesquisa, Extensão e Assistência à Pessoa Trans Professor Roberto Farina da Universidade Federal de São Paulo
Numepi - Núcleo de Medicina e Práticas Integrativas
Nupu - Núcleo de Cursinhos Populares da Unifesp
Uapi - Núcleo da Universidade Aberta à Pessoa Idosa

4 direitos humanos2021
Inauguração do Ambulatório do Núcleo TransUnifesp. (Foto: Arquivo)
 
Órgãos Complementares:

Cátedra Kaapora
Cátedra Sustentabilidade e Visões do Futuro
Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF/Unifesp)

5 direitos humanos2021
Centro de Antropologia e Arqueologia Forense. (Foto: Arquivo)
 
Cursos de Especialização:

Bullying, Violência, Preconceito e Discriminação na Escola (EAD)
Direitos Humanos e Lutas Sociais
Saúde Mental, Imigração e interculturalidade

6 direitos humanos2021
Alunos de especialização em Direitos Humanos e Lutas Sociais participam de encontro no Nzo Tumbansi – Ilabantu (Foto: Arquivo)

 

Lido 753 vezes Última modificação em Sexta, 17 Dezembro 2021 16:40

Mídia