Terça, 19 Outubro 2021 09:23

Unifesp entrega cestas básicas em comunidades quilombolas

Ação finaliza projeto em parceria com o Ministério Público do Trabalho e a UFABC

Por Tamires Tavares

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae/Unifesp) e a Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo (FapUnifesp) coordenaram a entrega de 540 cestas básicas em comunidades tradicionais quilombolas do Estado de São Paulo. A ação marca a finalização do Projeto Universidade Multicultural: A inclusão de indígenas e quilombolas e a emancipação da trabalhadora doméstica, em colaboração com o Ministério Público do Trabalho e a Universidade Federal do ABC (UFABC).

O projeto está conectado ao Plano de Gestão da Prae, que visa ampliar as condições de acesso de estudantes indígenas e quilombolas no ensino superior e garantir boas condições para permanência estudantil. O plano de trabalho original do projeto previa promover cursos pré-vestibulares em comunidades indígenas e quilombolas do Estado de São Paulo, contudo, a pandemia de covid-19 exigiu restrições sanitárias, inviabilizou a execução das aulas e agravou as vulnerabilidades socioeconômicas dessas populações. Desta maneira, os recursos financeiros foram realocados para atender as necessidades emergenciais de alimentação com a compra e distribuição de cestas básicas para população indígena, quilombola e estudantes de baixa renda da Unifesp e UFABC.

Entrega das cestas básicas seguiu todos os protocolos contra a covid-19 (Foto: Divulgação)
Entrega das cestas básicas seguiu todos os protocolos contra a covid-19 (Foto: Divulgação)

Os membros das comunidades participaram ativamente das decisões do projeto. “Eles decidiram os alimentos que deveriam conter nas cestas básicas e quais aldeias e quilombos seriam beneficiados. Nós, então, planejamos a logística para a distribuição”, conta Anderson Rosa, pró-reitor de Assuntos Estudantis da Unifesp.

Em cada cesta básica havia quantidade suficiente para atender a uma família de até quatro pessoas, e continha alimentos que compõem a alimentação destes povos tradicionais, além de produtos de higiene. Alguns itens eram provenientes de agricultura familiar de maneira a contribuir com essa parcela da população também afetada pela pandemia.

Cestas básicas entregues nas comunidades tradicionais quilombolas (Foto: Divulgação)
Cestas básicas entregues nas comunidades tradicionais quilombolas (Foto: Divulgação)

As cestas básicas dos demais grupos foram distribuídas em 2020, contudo, a entrega nos quilombos ocorreu neste ano devido ao complexo processo de logística. Foram contempladas as comunidades dos municípios de Arara, Itatiba, São Roque, Miracatu, Iguape, Juquiá, Cananeia, Eldorado, Iporanga e Itaoca, regiões do Vale do Ribeira e interior paulista.

Durante a distribuição, os profissionais seguiram os protocolos de prevenção à covid-19, utilizando roupas de proteção, máscaras e álcool em gel. Foram higienizados todos os itens das cestas básicas e os veículos usados em seu transporte. Não houve contato direto com os quilombolas, sendo estabelecido um distanciamento físico para evitar riscos aos envolvidos.

Diversas comunidades receberam as cestas básicas (Foto: Divulgação)
Diversas comunidades receberam as cestas básicas (Foto: Divulgação)

“O projeto buscou superar as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19 e de maneira participativa elegeu as necessidades de alimentação como prioridade para a população indígena, quilombola e estudantes de baixa renda – quem tem fome tem pressa! A Prae segue trabalhando para captação de recursos para viabilizar outros projetos”, comenta o pró-reitor.

Lido 393 vezes Última modificação em Sexta, 29 Outubro 2021 17:40

Mídia