Terça, 31 Outubro 2017 14:20

Unifesp integrará comissão municipal voltada à sustentabilidade

Papel da universidade como instituição de excelência no ensino e na pesquisa contribuirá para os principais desafios do grupo

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) será uma das integrantes da Comissão Municipal para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). A posse está prevista para ocorrer no final de novembro. A instituição fará parte da categoria composta pelas organizações da sociedade civil que representam ou têm como associadas ou filiadas entidades que desenvolvem atividades nas áreas do ensino, pesquisa e extensão.

Essa comissão foi criada, em junho deste ano, para difundir e dar transparência ao processo de implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU. A sua coordenação será exercida pela Secretaria do Governo Municipal e a secretaria executiva será função da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Para o professor Zysman Neiman, que coordenou a candidatura da Unifesp por intermédio de um projeto de extensão em parceria com a Rede de Ação Política pela Sustentalidade (RAPS) e que possui pesquisas sobre Políticas Públicas e Sustentabilidade, a participação da universidade nesse processo será crucial, tanto como agente fiscalizador das proposições municipais quanto elaborador de propostas oriundas de seu quadro de docentes, estudantes e servidores. "Como instituição pública, a Unifesp não poderia se ausentar dessa iniciativa tão importante para o futuro da sociedade, da cidade e do planeta", ele justifica.

Neiman complementa que ainda há muita dificuldade de acompanhamento do processo de implantação dos ODS, como a falta de um sistema estatístico efetivo e a necessidade de desenvolvimento de novos indicadores sociais, e é nesse sentido que a Unifesp poderá colaborar como instituição de pesquisa e ensino. "Os principais desafios serão conter as mudanças climáticas, preservar a biodiversidade do planeta e encontrar meios de reverter os danos ao meio ambiente já causados pela sociedade", alerta o professor.

O que é a Agenda 2030

Em setembro de 2015, líderes mundiais reuniram-se na sede da ONU, em Nova York, e decidiram um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que contém o conjunto dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A Agenda 2030 é uma lista de 17 objetivos com 169 metas que requer ampla participação da sociedade civil para erradicar a pobreza extrema e evitar os efeitos adversos da mudança do clima, propondo um caminho sustentável para o planeta.

"A velocidade com que as metas de sustentabilidade vinham sendo implementadas estava muito abaixo do desejado, pois a aplicação das políticas de planejamento nos municípios e estados estavam sintonizadas com as necessidades, o que ressalta a importância de instituições e movimentos atuantes que fiscalizem esse processo", pontua Neiman.

 

Lido 5411 vezes Última modificação em Segunda, 13 Novembro 2017 09:25

Mídia