Quinta, 13 Outubro 2016 14:26

Unifesp realiza workshop de comunicação científica em inglês

O Researcher Connect foi financiado pelo Newton Fund e pela Fapesp 

Por José Luiz Guerra

Dia de atividade do Workshop Researcher Connect. Pessoas sentadas nas cadeiras assistindo a explicação das instrutoras do Programa Researcher Connect

Dia de atividade do Workshop Researcher Connect

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) realizou entre os dias 3 e 5 de outubro o Researcher Connect, um workshop de comunicação científica em inglês. O programa, de mesmo nome, selecionou universidades brasileiras de 15 estados. 

Com carga horária de 24 horas, o workshop foi financiado pelo Newton Fund e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). No total, 23 docentes e pós-doutorandos dos diversos campi da instituição, que foram selecionados por meio de um edital, lançado em agosto, participaram do curso.

Miriam Jasiulionis, secretária de Relações Internacionais da Unifesp e coordenadora do workshop na instituição, avaliou a ação como positiva. “Foi um treinamento bem interessante, onde o pesquisador desenvolve habilidades de comunicação para melhor divulgar seu conhecimento e produção científica em âmbito internacional”. Como a quantidade de participantes foi restrita, a ideia é a de que o conhecimento seja compartilhado com a comunidade acadêmica, sendo cada selecionado um multiplicador de conteúdo. “Ficamos contentes com o resultado e acho que podemos promover algo parecido na Unifesp”, completa Miriam.

Flávia Rodrigues, uma das treinadoras do Programa Researcher Connect, explica que o objetivo do workshop, oferecido no Brasil desde 2014, é fazer com que os participantes adquiram ou melhorem habilidades de comunicação científica. “Os treinadores buscam facilitar o processo de aprendizagem via discussão em grupo, dinâmicas para simular e praticar situações reais na vida acadêmica e também a troca de experiência entre os participantes, identificando os desafios a serem vencidos e criando estratégias para superá-los”. O objetivo final é possibilitar que cada participante saiba identificar quais são os seus objetivos profissionais na carreira de pesquisador e melhorar a comunicação na língua inglesa.

Bruno Comparato, docente do curso de Ciências Sociais do Campus Guarulhos da Unifesp e um dos selecionados para participar do workshop, classificou como ótima a experiência adquirida nos três dias de curso. “Muitas vezes temos a ilusão de que o maior obstáculo à divulgação de nossas pesquisas no exterior é a língua quando, na verdade, é a maneira diferente que temos de apresentar as coisas e organizar os assuntos”. O docente já vislumbra, inclusive, a possibilidade de disseminar o conteúdo aprendido. “Vamos organizar experiências semelhantes nos nossos respectivos campi a partir do ano que vem. Para isso já mantemos uma rede de contatos entre os participantes do workshop”, conclui.

Lido 5453 vezes Última modificação em Terça, 14 Novembro 2017 19:27

Mídia