Terça, 16 Junho 2015 20:00

Unifesp promove programa de saúde bucal infantil

Atendimentos são voltados aos alunos da Escola Paulistinha de Educação

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) abriu na manhã do último dia 16 de junho, no teatro Marcos Lindenberg, o Programa de Saúde Bucal da Escola Paulistinha de Educação. A ação, promovida pelo Serviço de Odontologia do Hospital São Paulo/Unifesp e pela direção da escola, se estenderá até 26 de junho e tem como objetivo conscientizar os pais e as crianças sobre a importância da saúde bucal na primeira infância.

Antes da abertura oficial, os alunos da Paulistinha fizeram uma apresentação do grupo de Libras. Estiveram na mesa de abertura a reitora da Unifesp, Soraya Smaili, a vice-reitora, Valéria Petri, a primeira dama de São Paulo e professora da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FOUSP), Ana Estela Haddad, a diretora do Campus São Paulo, Rosana Puccini, a diretora da Escola Paulista de Medicina (EPM), Emília Sato, a diretora da Escola Paulista de Enfermagem (EPE), Janine Schirmer, o diretor superintendente do Hospital São Paulo, Hospital Universitário da Unifesp (HSP-HU), José Roberto Ferraro, a coordenadora do serviço de Odontologia do HSP-HU, Denise Abranches, a diretora da Escola Paulistinha de Educação Adriana Paz e a dentista da Escola Paulistinha de Educação, Lucia Matsumura.

Adriana Paz afirmou ser um marco para a Escola Paulistinha de Educação a realização do programa e agradeceu a todos os presentes e aos envolvidos no trabalho. Adriana fez menção também à dentista do setor, Lucia Matsumura, pelo seu trabalho. “A Lúcia faz com que as crianças não tenham medo de dentista”.

“É uma alegria estar aqui hoje, pois sempre foi um desejo pessoal realizar uma campanha como essa", disse Denise Abranches, coordenadora do serviço de Odontologia do HSP-HU. A dentista falou sobre a criação do serviço que trata de pacientes de média e alta complexidade internados no hospital. Segundo ela, o hospital possui cerca de 28 ambulatórios nos quais os pacientes se consultam com um odontólogo antes de darem continuidade em seus tratamentos médicos. “Temos que ter uma campanha de saúde bucal na Unifesp porque a saúde começa pela boca”, completou.

A responsável pelo atendimento odontológico na Paulistinha, Lucia Matsumura, agradeceu emocionada os elogios e o trabalho realizado por toda a equipe da escola. “A odontologia se faz presente em todas as disciplinas da Paulistinha”, disse.

Rosana Puccini, que é pediatra, parabenizou a equipe da Paulistinha pelo trabalho e falou do carinho e atenção que a instituição tem pela escola. Já a diretora da EPM, Emília Sato afirmou que os bons hábitos de saúde começam na infância e citou algumas doenças que podem começar devido ao descuido com a saúde bucal. Emília também reforçou o sonho da EPM em ter uma escola de odontologia. Janine Schirmer se disse feliz em estar presente no evento e lembrou do início das atividades da Paulistinha na EPE e falou da importância do serviço de odontologia como suporte dos programas de residência médica e multiprofissional. Valéria Petri também relacionou as doenças que podem ser causadas pela falta de cuidado com a saúde bucal. “A saúde bucal, mais do que nunca, deve ser implementada”, disse a vice-reitora.

A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, agradeceu a recepção entusiasmada com a qual foi recebida pela plateia, formada predominantemente pelos alunos da Paulistinha. Soraya falou sobre a possibilidade das crianças da escola pintarem os muros do campus São Paulo, em uma intervenção artística. Ela também agradeceu às dentistas Denise e Lucia pelo trabalho. A reitora vislumbrou também a criação do curso de Odontologia na Unifesp. “Queremos transformar o curso de Odontologia em uma realidade e ter um curso de diferente dos outros”. Soraya falou também sobre a abertura de vagas para concurso de pedagogas para atuarem na escola e também sobre as tratativas com o Ministério da Educação para garantir o custeio da Paulistinha.

Após a mesa de abertura, Ana Estela Haddad ministrou palestra sobre o programa São Paulo Carinhosa, coordenado por ela. Falou também sobre a importância do trabalho realizado na Paulistinha e no hospital como um todo e da relevância da Unifesp dentro da cidade de São Paulo. Sobre o curso de Odontologia, Ana Estela se disse entusiasmada. “Só temos um curso público de Odontologia na cidade de São Paulo e um futuro curso na Unifesp traria muitos benefícios”, completou.

Após a cerimônia de abertura as autoridades e demais presentes foram para a Escola Paulistinha de Educação, onde foi inaugurado o Escovódromo, espaço dedicado à saúde bucal das crianças.

Lido 6840 vezes Última modificação em Quinta, 23 Novembro 2017 17:22

Mídia