Sexta, 02 Dezembro 2022 13:15

Retrato de Soraya Smaili é inaugurado na Galeria dos(as) Reitores(as)

Espaço abriga as fotos de todos(as) os(as) gestores(as) da Unifesp desde 1994

Em uma cerimônia ocorrida ontem (1.°/12), foi inaugurado o retrato de Soraya Smaili, reitora da Unifesp no período 2013-2021, na Galeria de Reitores(as) da Unifesp, localizada da entrada do anfiteatro da Reitoria da Unifesp. O evento contou com a presença de ex-reitores(a) e vice-reitoras, pró-reitores(as) da gestão atual e das anteriores, além de docentes e servidores(as) da instituição.

Raiane Assumpção e Soraia Smaili inauguram imagem na galeria dos reitores(as)
Raiane Assumpção e Soraya Smaili inauguram imagem na galeria dos reitores(as)

A reitora pro tempore, Raiane Assumpção, deu início à reunião agradecendo a presença dos(as) convidados(as) e ressaltou que a Galeria de Reitores(as) é simbólica, pois traz, a partir das imagens de cada um(a), as memórias da cada ação e cada decisão tomada ao longo da história. “Precisamos fazer jus a esse legado de instituição de referência”, completou. Raiane lembrou que Soraya foi a primeira mulher que conduziu a Unifesp, o que abriu caminho para o combate à desigualdade de gênero na instituição.

Soraya Smaili e Raiane Assumpção na mesa do evento
Soraya Smaili e Raiane Assumpção na mesa do evento

Outro ponto citado pela reitora pro tempore foi o legado de oito anos de uma gestão que abriu caminho para a consolidação da Unifesp como universidade plena, sempre aprimorando os processos democráticos de decisão. “Acima de tudo, deve estar a nossa universidade, e qualquer decisão aqui tomada, de acordo com os anseios da comunidade”, afirmou. “O seu legado ficará no cotidiano de nossa instituição, representado pelo retrato na galeria”, concluiu.

Membros das gestões atual e anterior, docentes, e servidores(as) participaram do evento
Membros das gestões atual e anterior, docentes, e servidores(as) participaram do evento

Emocionada, Soraya Smaili iniciou sua fala agradecendo aos presentes, citando, nominalmente, os ex-reitores Marcos Pacheco Ferraz e Nelson Sass e às ex-vice-reitoras Valéria Petri e Andrea Rabinovici. Segundo ela, cada uma das pessoas presentes representa um universo de ações, realizações, afeto e esperança.

Foto de Soraya Smaili na galeria de reitores(as)
Foto de Soraya Smaili na galeria de reitores(as)

Para ela, a aposição do seu retrato não representa apenas uma pessoa, mas o significado de diversas realizações efetivadas por uma equipe. Soraya lembrou do ano de 2012, quando ocorreu a primeira eleição na qual sua chapa foi escolhida, marcado por uma greve de docentes e técnicos(as) administrativos(as), mas que também marcou o início do movimento Unifesp Plural e Democrática, do qual fazia parte, composto por docentes, estudantes e técnicos(as) administrativos(as). “Nesse período de 10 anos, a expansão avançou e hoje atingimos a sua fase adulta. Quando falamos dos números e dos rankings, é graças à expansão. Sempre tivemos um bom conceito, mas a expansão trouxe a juventude, a pujança e a plenitude de nossa formação”, disse. No entanto, este período também foi marcado por uma grave redução do orçamento das universidades e institutos federais, além da suspensão dos repasses dos recursos do Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), em 2016, que causou profundas consequências no funcionamento do hospital universitário.

Galeria de ex-reitores(as) completa
Galeria de ex-reitores(as) completa

Soraya, contudo, comentou que o evento também era uma oportunidade de olhar para o futuro. “Sabemos que não vamos resolver todos os nossos problemas em 2023, mas sabemos que poderemos respirar". Ela também deu apoio à Raiane para a continuidade dos trabalhos e se colocou à disposição para ajudar no que for preciso.

Fotos: Alex Reipert

 

Lido 495 vezes Última modificação em Quarta, 21 Dezembro 2022 12:55

Mídia