Segunda, 28 Março 2022 12:50

Reitoria da Unifesp visita Campus Guarulhos

Em conversa com direção acadêmica do campus, Nelson Sass destaca estrutura para recebimento dos alunos

Por Denis Dana

Equipe da Reitoria da Unifesp visitando as dependências do Campus
Equipe da Reitoria da Unifesp visitando as dependências do Campus

Na última quinta-feira (24/3), Nelson Sass e Raiane Assumpção, reitor e vice-reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), juntamente com Tânia Mara Francisco, pró-reitora de Administração, Juliana Cespedes, pró-reitora de Planejamento da Unifesp, e Dan Levy, da Assessoria do Gabinete, visitaram o Campus Guarulhos, onde puderam ver as instalações que, a partir do próximo dia 6 de abril, receberão os alunos para o início do ano letivo, agora totalmente presencial. A direção do campus, nas figuras de Bruno Comparato e Sandra Regina Leite de Campos, diretor e vice-diretora acadêmica respectivamente, guiou a visita e aproveitou a ocasião para atualizar algumas informações e trazer demandas administrativas e de estrutura local. Também acompanharam a visita Janete Cristina M. Marques, diretora administrativa do campus e Marcos Kochleitner, assessor da direção.

“Nossa missão tem sido estar o mais próximo possível de cada campus, ouvindo e compartilhando os desafios, colocando a Reitoria à disposição para superá-los, de forma a trabalharmos com o mesmo objetivo, multiplicando nossos saberes e conhecimentos. E essa visita ao Campus Guarulhos é uma oportunidade de justamente colocarmos essa ação em prática”, destacou Nelson Sass, ao abrir a reunião.

Equipes da Reitoria, pró-reitorias e direção do Campus Guarulhos durante reunião
Equipes da Reitoria, pró-reitorias e direção do Campus Guarulhos durante reunião

Durante o encontro, a vice-reitora Raiane fez questão de destacar a importância do Campus Guarulhos, “que está sempre presente e contribuindo com suas reflexões nos processos institucionais e também por toda a sua vasta produção acadêmica em sua área de conhecimento, trazendo ainda mais destaque para a Unifesp”.

Para Bruno Comparato “o encontro representou uma excelente oportunidade de aproximação, de modo que a reitoria possa ter ciência e auxiliar nas demandas necessárias para garantir as atividades e ações com a qualidade conhecida da universidade”.

Exemplo de boas práticas e de ações de extensão

Visita ao Teatro Adamastor Pimentas, um dos espaços do Campus para realização de ações de extensão
Visita ao Teatro Adamastor Pimentas, um dos espaços do Campus para realização de ações de extensão

Além de dividir as demandas administrativas e estruturais, a direção acadêmica aproveitou o encontro para apresentar à Reitoria seu sistema de monitoramento remoto do campus, uma iniciativa ligada à segurança e que pode, inclusive, inspirar outros campi como modelo de boas práticas. Também houve apresentação de ações que conectam universidade e os cidadãos por meio da educação.

Foram apresentadas duas ações: a primeira, um desejo antigo do campus e apresentada pela professora Karen Spadari, secretária de Relações Internacionais da Unifesp, é a constituição do Centro de Línguas da Unifesp, onde, coordenados por um docente, alunos de Letras lecionariam idiomas como inglês, francês e espanhol para a população, além de português para estrangeiros. O centro ainda é um projeto que, para virar realidade, necessita de verba para ser revertida aos envolvidos em forma de bolsa.

A segunda ação, que é de extensão, apresentada pela professora Mariangela Graciano, foi o projeto Remissão de Pena pela Leitura, onde um grupo da Unifesp, coordenado por ela, semanalmente se desloca a uma Unidade Prisional de Guarulhos para promover a leitura aos detentos, que têm reduzidas suas penas, benefício que foi legalmente conquistado pela população carcerária. A docente também aproveitou o espaço para destacar uma outra ação em desenvolvimento no campus, que é realizado na porta do presídio, envolvendo as mulheres e filhos dos detentos. Por meio de brinquedos educativos, contatos e conversas, a ideia é oferecer a esses parentes algum tipo de acesso à proteção, justamente num momento de maior vulnerabilidade na família. Ações que verdadeiramente mostram à sociedade o trabalho realizado pela universidade.


*Fotos: Alex Reipert

 

Lido 1590 vezes Última modificação em Segunda, 02 Mai 2022 10:00

Mídia