Sexta, 21 Dezembro 2018 14:50

Unifesp entrega a primeira fase do Hospital Universitário 2

Novo hospital recebeu investimentos de R$ 66.9 milhões do MEC e tem previsão de funcionamento para o primeiro semestre de 2019

 HU2 portal frente HU2 portal 2

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) realizou, nesta sexta-feira (21/12), a cerimônia de entrega da primeira fase do Hospital Universitário 2 (HU2), na capital paulista. O evento contou com a presença dos ministros da Educação, Rossieli Soares, e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que destacaram a importância do empreendimento para o País.

“As pessoas não têm dimensão do tamanho que os hospitais universitários têm na educação brasileira. Eles atendem milhões de pessoas todos os anos e formam milhares de médicos e profissionais de saúde. A transformação poderá ser ainda maior com o HU2 da Unifesp”, avaliou o ministro da Educação, Rossieli Soares.

MinistroMEC cerimonia 2 GilbertoKassab HU2

Em sua fala, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, ressaltou o impacto que o HU2/Unifesp terá sobre diferentes áreas. “Esta obra expressa um investimento conjunto em saúde, educação, ciência, pesquisa e inovação”, afirmou.

O edifício ocupa 16 mil m² de área construída e conta com 16 andares, onde funcionarão seis salas de cirurgia, 70 consultórios, 25 leitos de internação/dia e sete leitos de recuperação pós-anestesia. O novo hospital recebeu investimentos de R$ 66,9 milhões do Ministério da Educação (MEC) entre os anos de 2011 e 2018 para compra do terreno, obras de infraestrutura e aquisição de mobiliário e equipamentos com a mais moderna tecnologia.

ReitoraHU2 cerimonia 1

Ao celebrar a entrega da primeira fase do hospital, a reitora da Unifesp, Soraya Soubhi Smaili, destacou o avanço do projeto em diferentes gestões. “O HU2 é fruto de um esforço suprapartidário para promover o atendimento de qualidade à população, para a formação de pessoas, para a produção de pesquisas, para a ciência e para o desenvolvimento do nosso país, do nosso estado e da nossa cidade”.

HU2 portal 3 HU2 portal 4

Com previsão de funcionamento para o primeiro semestre de 2019, o HU2 contemplará, inicialmente, procedimentos nas áreas de Ginecologia, Otorrinolaringologia, Obstetrícia, Cirurgia Vascular e Urologia. Em seguida, o atendimento será ampliado para as áreas de Cirurgia Plástica, Anestesiologia, Gastrocirurgia, modalidades oncológicas (Pneumologia, Clínica, Gastro e Hematologia), Dermatologia e Cirurgia do Tórax.

Estratégico para a racionalização e a verticalização do Campus São Paulo da Unifesp, o HU2 se estabelecerá como Hospital-Dia composto de: ambulatório de especialidades, centro cirúrgico para procedimentos de baixa e média complexidade, centro diagnóstico e Centro de Infusões para tratamento diagnóstico, constituindo assim um núcleo integrado de ensino, pesquisa e assistência em saúde, em colaboração e parceria permanentes com o Hospital São Paulo (HSP) e com as Escolas Paulista de Medicina (EPM) e Paulista de Enfermagem (EPE).

NelsonSassHU2

“Nós estamos implantando aqui um projeto singular do ponto de vista da assistência à saúde que, por consequência, terá um efeito colateral muito benéfico naquilo que é a nossa missão aqui no campus: a formação qualificada de pessoal relacionado a todas as áreas que atuam na Saúde”, disse o vice-reitor da Unifesp, Nelson Sass.

O hospital passará a integrar a Rede de Hospitais Universitários e terá recursos do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), conforme pactuado com o Governo Federal junto ao MEC e ao Ministério da Saúde. A Unifesp está em tratativas com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) para a contratualização no âmbito do SUS.

CerimoniaHU2 portal
Autoridades que participaram da cerimônia (da esq. p/ a dir.): Janine Schirmer, diretora da Escola Paulista de Enfermagem (EPE/Unifesp); Rimarcs Ferreira, presidente do Conselho Gestor do Hospital São Paulo (HSP/HU/Unifesp); Rosana Puccini, diretora do Campus São Paulo da Unifesp; Emília Sato, diretora da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp); Mauro Rabelo, da Secretaria de Educação Superior (Sesu/MEC); Gilberto Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações;  Nelson Sass, vice-reitor da Unifesp; Soraya Smaili, reitora da Unifesp; Rossieli Soares, ministro da Educação; Ronaldo Camargo, presidente em exercício da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep); e José Roberto Ferraro, diretor-superintendente do Hospital São Paulo (HSP/HU/Unifesp).

Assista ao vídeo produzido pela Unifesp


Assista ao vídeo produzido pelo Ministério da Educação


 Fotos: Alex Reipert

 

Lido 5865 vezes Última modificação em Terça, 07 Maio 2019 15:37

Mídia