Segunda, 18 Outubro 2021 15:39

Unifesp recebe cerca de 11 milhões de reais para HSP e HU2

Recursos suplementares serão usados para aquisição de insumos, medicamentos e melhora da estrutura

Por Denis Dana

HSP HU portal
Fachada do Hospital São Paulo (Foto: Alex Reipert)

A Administração Central da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), ao longo de todo o primeiro semestre de 2021, intensificou junto ao Ministério da Educação (MEC) solicitações de recursos suplementares para seus hospitais universitários, tendo o seu pleito atendido recentemente. Essa verba representa importante conquista não apenas para os docentes, alunos e servidores que aprendem, ensinam e atuam nos hospitais, como também para toda a população que é atendida pelo complexo hospitalar Hospital São Paulo e Hospital Universitário 2 (HSP-HU2/Unifesp).

No último dia 30 de setembro, após encaminhamento do Projeto de Lei 15/2021 do Ministério da Economia ao Congresso Nacional, foi sancionada a Lei Nº 14.209, que destinou R$ 10.895.943 ao Hospital São Paulo, hospital universitário da Unifesp, e ao HU2, a segunda unidade de seu hospital universitário. O valor foi creditado no dia 6 de outubro e já tem destino certo. Os recursos serão destinados a aquisição de insumos, materiais de enfermagem e medicamentos para o HU/HSP, e também para contratos essenciais ao funcionamento das unidades hospitalares, além da instalação de rede de gases medicinais no HU2.

“Durante o processo de pleito, para que a concessão do crédito pedido tivesse enquadramento constitucional, de acordo com as Juntas de Acompanhamento e Execução Orçamentária do Ministério da Economia, a Unifesp teve que demonstrar a necessidade de mais recursos, bem como os requisitos exigidos na norma”, explica Tânia Mara Francisco, pró-reitora de Administração da Unifesp.

Para isso, afirma Tânia, “apresentamos nossos indicadores de atendimento no hospital, que já eram elevados e foram ainda mais ampliados em razão da pandemia. Mostramos o impacto sofrido, especialmente pelas características dos atendimentos e os custos acrescidos ao funcionamento relacionados à covid-19, além de destacar a relevância das nossas unidades hospitalares para a sociedade, em especial para a população de São Paulo. A apresentação foi suficiente para que as autoridades aprovassem nossa solicitação e liberassem esse importante recurso”.

Com o repasse de recursos ocorrido no dia 6 de outubro, a Unifesp já iniciou os trâmites para os investimentos nos hospitais universitários. “Os recursos, apesar de não serem suficientes, vieram em hora certa. As licitações para aquisição dos itens já estão em andamento e em breve teremos os insumos e o fornecimento de gases disponíveis para o atendimento da sociedade, bem como para o suporte às atividades de ensino e pesquisa realizadas em nossas unidades”, destaca a pró-reitora de Administração da Unifesp.

A relevância da chegada desse recurso também foi destacada por José Roberto Ferraro, diretor-superintendente do Hospital São Paulo. “Desde a perda do Rehuf, verba que era repassado aos hospitais universitários, não compusemos adequadamente o orçamento e ainda enfrentamos uma pandemia. Portanto, houve muito sofrimento do ponto de vista de sustentabilidade do hospital. Os recursos, assim, chegam em um importante momento”, diz Ferraro.

Para Raiane Assumpção, vice-reitora no exercício da reitoria da Unifesp, o recurso pode ser celebrado como mais uma ação de esforço coletivo. “Foi um trabalho conjunto realizado entre reitoria, Hospital São Paulo e HU2 para obtenção das verbas junto ao MEC, de modo a fazer com que esses hospitais, que têm o trabalho de formação, de pesquisa e de assistência, pudessem continuar cumprindo com essa missão, fundamental para a sociedade brasileira”, conclui Raiane.

Fachada do HU2 (Foto: Alex Reipert)
Fachada do HU2 (Foto: Alex Reipert)

Lido 1002 vezes Última modificação em Quinta, 25 Novembro 2021 09:48

Mídia